auravide auravide

Mantenha o Equilíbrio Mental


Facebook   E-mail   Whatsapp

O equilíbrio mental nada mais é do que se propor a realizar. É colocar em prática o que se pensa, evitando subterfúgios. Pode parecer um clichê, mas ainda assim é verdadeiro: para se trabalhar com a mente, tem que se ter equilíbrio mental. A partir do momento que colocamos em prática o que pensamos, estamos no caminho do equilíbrio. Dessa forma, quando executamos o que propomos a nós mesmos, temos um sinal claro de que o equilíbrio está presente em nossas mentes.

Esse é um grande problema do mundo atual. Afinal, não é fácil para as pessoas manterem o equilíbrio. É o caso dos que começam mil projetos, mas não dão continuidade a nenhum. Começar um projeto não é tarefa das mais difíceis, mas finalizá-lo, essa sim é uma tarefa das mais complexas. Basta ver uma sala de aula de qualquer universidade, pública ou privada: dos cem alunos que iniciam um curso de graduação, dez ou vinte vão pegar o canudo de formatura.

Da mesma forma, temos outros tantos exemplos de falta de equilíbrio. É o líder comunitário que candidata-se a vereador, mas não faz a campanha e, com isso, não se realiza; é o namorado que briga com a namorada e, depois, fica bancando o turrão, recusando-se a dizer como se sente e, com isso, negando à sua mente o equilíbrio.

Outra faceta importante do equilíbrio é a análise sagaz das situações, evitando colocar-se em apuros. É estar atento ao desencadeamento lógico das coisas. Se eu trabalho, consigo dinheiro. Se consigo dinheiro, posso comprar. Se posso comprar, viro dono de um objeto ou um bem. Esse desencadeamento lógico é fundamental para o equilíbrio. Comprar sem ter o dinheiro certamente vai colocar a vida da pessoa em desequilíbrio e gerar problemas. Da mesma forma, antes de tomarmos uma decisão, precisamos pensar sobre ela. Agir antes de pensar também vai causar desequilíbrio.

Se tenho vontade de xingar uma determinada pessoa, mas, ao invés disso, sou obrigado a tratá-la com todo carinho e atenção, certamente não estarei em equilíbrio. Nesse caso, são duas opções possíveis. Antes de manter a cordialidade é preciso que a questão que me fez ficar raivoso seja superada, ou devo manter o equilíbrio entre o que faço e o que sinto e, efetivamente, xingar a pessoa. Mas agir de forma diversa ao meu sentimento certamente é a escolha mais errada entre todas.

Outro exemplo: você quer fazer uma macarronada, mas faz o arroz e feijão porque achou mais prático, ou porque já havia arroz feito. Você resolveu um problema prático, mas não resolveu a sua vontade. Ou seja, perdeu o equilíbrio.

Também devemos evitar que situações não resolvidas façam com que percamos o equilíbrio. A imaginação, muitas vezes, é pior que a certeza. Ao ver uma senhora com a roupa toda negra, por exemplo, você pode ter a curiosidade de saber qual a causa da indumentária. Se não perguntar, certamente ficará com o assunto na cabeça. Será que ela está de luto? Será que gosta do preto? Será que quer parecer mais magra? A resposta à pergunta geralmente é irrelevante, mas a dúvida, essa sim, fica na cabeça e causa estragos, tirando o equilíbrio.

Mas qual a importância de manter o equilíbrio? A resposta é simples: para que possamos reconhecer os nossos erros e os erros dos outros. E esse é justamente o motivo pelo qual manter o equilíbrio. Afinal, reconhecer os nossos erros nunca é tarefa fácil. Nesse processo, ganha importância ser você mesmo, autêntico. Para ter a paz, conseguir o amor, ter carinho e tranquilidade, é preciso ter equilíbrio.

A parte boa é que ter equilíbrio não é uma característica imutável, não é algo com o qual se nasce e pronto. Ter equilíbrio é uma escolha, e cada um de nós pode trabalhar o seu equilíbrio. Sem o equilíbrio mental não se faz nada, mas ele depende da nossa força de vontade. O importante é fazer o que se gosta. Dessa forma, começaremos a trilhar o caminho do equilíbrio e da felicidade.

Nosso endereço: Amor Entre os Povos, Rua São José, 247 – centro – Ribeirão Preto - SP, fone: 16 3625-0574.

Abraços

Florêncio Antonio Lopes
Mestre Espiritualista
Site: link
[email protected]


Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Florencio Antonio Lopes   
FLORÊNCIO ANTONIO LOPES Mestre Espiritualista graduado "Senhor-Mestre" Ribeirão Preto - SP
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa