auravide auravide

MEDO DE SER FELIZ

por Claudette Grazziotin

Publicado dia 28/3/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Claudette Grazziotin

Semeei meu amor
no teu deserto desolado.
Floresceram sorrisos nos teus lábios,
iluminou-se teu olhar,
reacendeu-se a chama da vida
no teu corpo e coração.
Vivemos dias de felicidade e de paixão.

Mas antes que rompesse a divinal manhã,
a noite negra do teu medo,
por três vezes me negou,
sem nenhuma compaixão.

Nem o mar de lágrimas que verti
de tristeza, de saudade que senti,
aplacou o gosto acre de fel
que teu silêncio
deixou na minha boca,
na minha alma devastada.

O cálice do teu abandono,
na solidão,
bebi amargurada.
Não cicatriza esta ferida
no meu peito, aberta
pela tua impiedosa lancetada.
Mais que a mim,
assassinaste os sonhos
que teu coração acalentou e quis.
Só por medo de ser feliz.

ILUSTRAÇÃO: O ABANDONO, CAMILLE CLAUDEL
www.photografos.com.br/users/cleiambr/normal_...

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5

foto-autor
Autor: Claudette Grazziotin   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa