auravide auravide

Milagres existem?



Muitas vezes ouvi pessoas discutindo este tema procurando responder definitivamente esta questão. Quantas pessoas você conhece e que já passaram por algumas situações ditas “milagrosas”? E você, por um acaso já foi contemplado com algum golpe de sorte que nem imaginava que pudesse acontecer?

Quando se fala em milagres logo nos vem a idéia de uma graça inesperada como a cura de uma doença complicada, uma herança que chega justamente na medida certa para saldar as dívidas, ou ainda a realização de um sonho há muito acalentado. Na maioria das vezes sempre nos referimos a esses acontecimentos como “pura obra do destino”, nos esquecendo da parte que nos coube fazer para que o milagre ocorresse.

Certamente o universo está norteando os nossos passos, conspirando sempre a nosso favor. Porém, não podemos desprezar o papel que desempenhamos nesse processo. Toda vez que desejamos algo firmemente, a nossa aura se impregna com a energia dessa forma-pensamento. A partir daí são estruturadas as nossas crenças e emoções. Estas, por sua vez, descarregam no corpo físico as informações necessárias para a consecução das idéias formuladas.

Nossos comportamentos, atitudes e os eventos de nossa vida são, então, dirigidos por este movimento que chamamos de “sincronicidade”. Ou seja, coincidências não existem e tudo gira conforme a lei de atração do universo.

Mas, voltando ao tema deste texto, gostaria de ressaltar que toda experiência transformadora que vem para modificar nossa vida, trazendo uma grande oportunidade de superação e aprendizado, pode ser considerada como um milagre. Vejam nessa história.

"Na semana passada passei por um grande susto. Minha mãe foi internada às pressas com uma forte dor na cabeça. Horas mais tarde meu pai deu entrada no mesmo hospital bastante debilitado. Detalhe: meus pais são separados e não nutrem qualquer tipo de relação. Eu e minha irmã ficamos desnorteadas, pois nunca imaginávamos que isso poderia acontecer com os dois ao mesmo tempo.

Em meio à espera dos diagnósticos vi meus pais e seus respectivos cônjuges esquecerem as divergências e trocarem palavras de consolo e sincera preocupação. O clima no pronto-atendimento era um misto de surpresa e afetividade. Ninguém estava acreditando nessa grande “coincidência” que a vida nos pregava. Mas lá no íntimo eu sabia que o que estava acontecendo era simplesmente um milagre!

Durante aquelas horas senti uma onda de amor brotar de meu coração e se expandir para todos os que estavam à minha volta. Quase pude sentir suas almas pulsando por trás daqueles olhos repletos de temor. De repente pareceu que uma nova faceta de mim se abrira e nela estava disponível grande quantidade de compaixão, força e fé. Percebi, então, que algo fora despertado e que eu nunca mais seria a mesma."

Será que é preciso ficar doente para perceber o quanto as pessoas são importantes para nós? Será que o sofrimento é o único antídoto contra o orgulho e a soberba? E será que o medo da perda é suficientemente forte para dissolver mágoas e ressentimentos?

Não importa se o milagre chega por meio do amor ou pela dor; se vem através de um gesto ou de uma palavra, mas que o reconheçamos quando ele chegar. É preciso que estejamos atentos e sensíveis à sua presença, com todos os sentidos abertos para as mudanças profundas que geralmente são provocadas em nosso ser.

Namastê! (O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em ti)

Texto revisado por Cris
Publicado dia 13/4/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 28



Autor: Andréa Oliveira   
Sou Pedagoga, Terapeuta Transpessoal e Mestre de Reiki Usui Tibetano. Faço atendimentos em Terapia Transpessoal, Reikiterapia, Tarô Terapêutico, e ministro cursos de iniciação em Reiki.
E-mail: luzdoser@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa