auravide auravide

Minimalismo emocional: como carregar apenas o que nos faz evoluir


Facebook   E-mail   Whatsapp

Você tem muitas roupas acumuladas em seus armários? Imagina quantas memórias velhas também tem nessas roupas.
E agora imagina as memórias em sua mente, quantas estão guardadas esperando o momento apropriado para serem lançadas ao vento e levadas para bem longe?

Esse momento chegou e com ele muitas energias novas permeiam a atmosfera da nossa humanidade. Vivemos um tempo de altas e significativas mudanças.

Muitos de nós guardamos memórias velhas como se guarda roupas boas que não queremos desapegar. Porém, em algum momento da vida, passamos por fases de grandes faxinas nos nossos armários. Você já deve ter passado por isso algumas vezes.

Quando essa fase chega, sentimos imenso alívio pelo desapego e ao se livrar das roupas sentimos como se estivéssemos mais leves. E nesse desapego imenso, por mais que já tenha feito outras faxinas, possivelmente devem existir ainda muito a ser retirado. Sabe aquele casaco que custou caro, mas ainda não utilizou porque estava esperando a oportunidade chegar e isso já se arrasta há anos; aquela peça que você idealizou onde usar um dia, mas nunca usou...

Vamos observar a nossa mente e comparar com nossos armários.

Será que precisamos guardar tantas informações e memórias? Será que precisamos continuar carregando mágoas e ressentimentos por pessoas que em algum dia lá atrás fizeram-nos algo que não foi salutar, e que na maioria das vezes elas nem se lembram.

Será que estamos apegados demais a coisas demais: pessoas, coisas, lugares, negócios, processos, formas, condutas, relacionamentos e tantas outras prisões que nos escravizam, fazendo-nos ficar com muitas memórias em uso e pouco espaço para o novo.

Estamos em momento de transição planetária e recebendo luzes de diversas formas e fontes para nos auxiliar e nos direcionar ao novo mundo que esta chegando para nós todos os dias.

O momento pede renovação. Então, vamos renovar nossos padrões mentais!

Vamos lá!

Pare e pense em quantas pessoas você poderá agora neste momento retomar contato, pedir perdão ou simplesmente perdoa-las por qualquer coisa que tenha sido feito de uma parte ou da outra. E também dar o perdão a pessoa mais importante: você. Perdoar e liberar espaço para o novo chegar trazendo junto a ele a alegria, a saúde e a renovação.

Caminhe!

Limpe seus armários mentais. Deixe os espaços livres. Vamos fazer isso o quanto antes. Precisamos de espaços livres para receber todas as energias potencializadoras de amor e paz que nossa natureza esta ressoando e inundará cada dia mais os campos do jardim da nossa alma.

Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 153


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Autor: Anya Piffer   
Escritora | Educadora | Insight Terapeuta | Mentora no Desenvolvimento Pessoal | Atende grupos com metodologia desenvolvida há 18 anos, por meio de estudos, técnicas e aguçadas experiências extrassensoriais. Autora dos livros "Enquanto me curo" e "Iniciando uma nova humanidade" Site:anyapiffer.com.br | Instagran @anya.piffer | 27 99288.9636
E-mail: anyapiffer@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa