Home > Autoconhecimento

No outro
por Anya Piffer

No outro

Perceber a fragilidade em conhecer o que se passa ao redor é estabelecer a doçura do encontro encantado de uma conversa amiga e desinteressada, que não abre brechas para a vaidade de ser uma ou outra verdade.

Neste lugar, não há sentido ao ego, ao poder ou algo assim. Há apenas um endereço e um contexto a se guiar, pelas frases, palavras e expressões que serão usadas para delimitar um novo modo de olhar, daquele que em minha frente está.

Olho e vejo algo. Vejo muito. Vejo a melodia ser criada pelas mãos habilidosas de um artista, que se insere na canção como uma bailarina que se move a dançar tão empolgante.

Vejo nas lacunas os olhos molhados pelo encontro não escondido, que refuta os caminhos que se apresentam, para viver como um embriagado que luta para sair do lugar e rodopia sem conseguir se encontrar;

Vejo os vendavais que clareiam as estradas mutiladas pela aparência da beleza e dos arranha-céus; vivem das verdades herdadas pelas muletas atrofiadas da ilusão.

Vejo o rosto querido, meio introvertido, entre a multidão. Um rosto delicado, judiado pelo sol que o queimou; vívido como a água destilada de um rio entre as nascentes. Nesses rostos, vivem a esperança de alcançar os sonhos de uma criança, que brinca e espera apenas pela atenção daqueles que lhes detêm a tutela.

Vejo rostos tristes, perdidos nos espinheiros, cansados e famintos, querendo apenas um cisco daquilo que vê carregado nos ombros ao seu lado.  Ah, quanta estranheza! Quantos choros e lamentos, atormentados por um momento que não sai do seu pensamento. Brota em mim uma esperança de a esses ajudar, como se a vida fosse um grande freio, que parasse onde o tempo determinar e dali em diante seguisse conforme a própria aceitação de viver.

E vejo as casas, as fontes, os rios, as montanhas; vejo as flores, a fornalha, o grilo entre as folhas; vejo o caracol que se estimula a permanecer em terras tão frias, vejo o meu Eu, vendo esses detalhes e custa-me acreditar que o olhar que possuo não é o mesmo olhar que suponho possuir.

No outro sempre haverá algo a mais para se buscar, mas em nós onde esse limite nos levará?

Anya Piffer
Texto Revisado

 


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   


Autor: Anya Piffer   
Coach, terapeuta, palestrante, escritora. Utiliza o tarô cigano para atendimentos. Canalizadora de mensagens de seres espirituais. Contato para atendimento para Terapia com as cartas e Tarô dos Negócios: email: anyapiffer@gmail.com 
E-mail: anyapiffer@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Publicado em 30/11/2018

Veja também
Por que não me identifico com o meu signo solar?
A mente e a realidade
Como diminuir a carência e a solidão
Vamos malhar o Judas?
Para separar é preciso mais amor do que para casar!
Velha-moça - Menina feliz!

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.



Energias para Hoje
domingo, 21 de abril de 2019

energia
I-Ching: 19 – LIN – APROXIMAÇÃO
É tempo de alegria e esperança. Trabalhe, seja perseverante e deixe que os outros se aproximem, pois agir em conjunto será muito benéfico.


energia
Runas: Kenaz
Abertura de caminhos, iluminação e proteção.


21
Numerologia: Otimismo
Cante hoje, mesmo que seja intimamente. Encontre seu melhor sorriso e o mantenha. Ria mesmo das dificuldades será bem fácil superá-las hoje. Dê atenção especial a si mesmo e irradie alegria àqueles que encontra.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Suas barreiras são reais ou imaginárias?
2. Está na hora de tomar uma atitude!
3. Você faz de tudo pelo outro e não é valorizada nem desejada como gostaria?
4. Quando você vai começar a falar?
5. A intuição nos conecta com Deus
6. Aprendendo a não-ação
7. Liberte-se das influências
8. Canção-Krishna de Alma Para Alma

 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa