auravide auravide

NOVA IGREJA DO CAMINHO – Projeto Planetário do Senhor JESUS



Caríssimos(as),

Em tenra idade aceitamos facilmente certas fantasias, pois somos crianças ou jovens, pouco habituados ainda ao rigor da verdade que a vida em si mesma incorpora.

Ao atingirmos a idade adulta, porém, ao entrarmos no mundo do trabalho e ao constituirmos família, esse rigor da vida impõe-se-nos imperativamente, mostrando-nos que, afinal... as fantasias que nos contaram em criança, no que concerne ao espiritual, não têm qualquer fundamentação e sentido, pois são próprias de idades infantes, quiçá impróprias, por nessas idades, a bem de uma consciência sadia, se dever falar a verdade, embora com palavras adequadas a tais idades.

- Quem não ama e deseja ter paz?
- Quem não ama e deseja ter mais respeito?
- Quem não ama e deseja ter mais segurança?
- Quem não ama e deseja ter mais cultura (instrução/sabedoria)?
- Quem não ama e deseja ter mais conforto/bem estar?
- Quem não ama trabalhar com justa remuneração?
- Quem não deseja ser mais feliz?
- A resposta é, sem lapso algum, todos!

Por outro lado:

Se somos filhos espirituais de Deus, porque razão não temos amor se Ele é o amor?
Se somos filhos espirituais de Deus, porque razão não temos paz se Ele é a paz?
Se somos filhos espirituais de Deus, porque razão não temos mais justiça se Ele é justo?
Se somos filhos espirituais de Deus, porque razão não temos vida feliz se Ele é a vida e a felicidade?
Se somos filhos espirituais de Deus, porque razão não temos mais fraternidade entre os homens se Ele nos enviou o Seu Cristo que nos deixou e deu exemplos soberanos desse caminho?
Que mais nos deveria ter elucidado o Senhor Jesus para reconhecermos como único, o sumário de vida que Ele, tão sofredoramente, viveu e nos deixou?
Em Verdade, o que é que nos falta para sermos felizes e vivermos em paz?

Falta-nos fazer o que o Senhor Jesus, com Seu incorruptível exemplo nos ordenou: amarmo-nos uns aos outros como Ele nos ama! Sim, como Ele nos ama, pois que nunca deixou de nos amar!

Falta-nos saber, compreender e aceitar o que somos, vivendo conforme o que somos, ou seja, filhos espirituais de Deus, criados à Sua imagem e semelhança, encarnados (num corpo de carne) atualmente a viver neste plano físico-terreno (escola planetária que está à guarda espiritual do Senhor Jesus/Sananda)!

Somos seres livres e como se lê em "Conversas com DEUS – Livro 1", de Neale Donald Walsh, Deus nada nos impõe como nada nos pode exigir. Sim, pensem bem... Deus, para não deixar de O Ser, nada nos pode impor ou exigir. Se nos deu liberdade, não a poderá violar!

Tão simples quanto isso... não a poderá violar e, em verdade, não viola. Deus, diga-se para que se saiba, apenas nos vai observando para que perante Sua lei ver se a estamos, ou não, a cumprir! A lei terrena regulamenta o terreno, aqui e ali, consoante o país. Porém, quem regulamenta o Cosmo e tudo o que nele existe, vive e evoluciona, é a Lei de Deus-Pai-Mãe-Criador. Tudo está, vive e age dentro dela, pois que ela é tão onipresente quando Deus o é. Por isso, como diz o povo, ninguém lhe pode fugir... certo?

Deus sendo a perfeição ad infinitum... onipotente, onipresente e onisciente em grau que não podemos compreender por sermos, ainda, muito imperfeitos, nunca, nada viola! Nada viola, pois que Deus em si mesmo também é a harmonia e a estabilidade! Basta olhar de um ponto alto numa noite sem luar e sem nuvens para o Cosmos (uma parte mínima de sua criação) e ver a harmonia do que sobre as nossas cabeças existe e se encontra cheio de vida!

Sim... há muito mais vida por aí...

Se Deus violasse alguma coisa, por mais ínfima que fosse, deixaria de ser simplesmente Deus!

Por força da liberdade que dEle recebemos e que Ele respeita em absoluto, provado fica, então, como nos elucidam nossos amados guias espirituais, por Allan Kardec e não só, que somos nós então os únicos responsáveis por tudo o que nos acontece, nomeadamente, por nossos pensamentos e ações, ao fim e ao cabo, pelos instrumentos que temos e fruímos, os quais nos promovem a felicidade ou a desgraça.

Não é difícil a nenhum de nós, por nossa dor ou alegria, provar e saber que isto é tal e qual, assim mesmo! Ou não será? Iludir-nos? Para quê? Ganhamos alguma coisa com a ilusão? Não! Nada… pois perdemos!

Aos que não querem ver esta realidade, a verdade da vida, todavia, no seu rigor é isto mesmo que lhes diz e ensina... momento a momento e sem erro muito teremos, todos nós, de afivelar e aprender!

A Nova Igreja do Caminho – Projeto Planetário do Senhor JESUS - é a velhinha Igreja do Caminho – a Primeira Igreja Cristã – que Pedro construiu há 2000 anos na Palestina, mas que infelizmente desapareceu do horizonte espiritual humano por alturas do século IV desta Era. Trouxemos nós, a pedido de Deus/Pai nesta Reencarnação, a missão de a reconstruir e ela aí está, legalmente, desde o dia 23 de Agosto deste ano bendito de 2007.

Aqui estamos, no rigor da fraternidade que nos leva à verdade do Cristo, cumprindo nossa Missão, dirigindo-a a todos os que desejem ter mais cultura e sabedoria espirituais. A Nova Igreja do Caminho é a primeira Igreja Epírita criada na Terra – sem ter medo das palavras – trazendo uma nova e definitiva reforma espiritual ao homem de boa-vontade, fundeando-se na Codificação de Allan Kardec, isto é, na Ciência e Doutrina Espíritas, pois se ontem foi a Primeira Igreja Cristã, renasceu agora das cinzas e aí está, de novo, bem viva, disposta a evangelizar e doutrinar segundo a verdade do Cristo, plasmada no consolador, por Ele prometido há dois mil anos.

Ilustra-nos, vindo em nossa ajuda o nosso amado Melquizedek (Sacerdote do Altíssimo e Guardião da LUZ): "O homem tem que despertar espiritualmente; tem que saber quais são as consequências espirituais de seus atos e decisões; tem que saber o que lhe acontece se violar o livre-arbítrio de seu irmão."

Saibamos, então, refletir! Estamos na Rua de Cedofeita, nº 455 – 1º andar, Sala 9, desta invicta cidade do Porto, onde a 24 de Dezembro, pelas 15 Horas, abriremos nossa porta a quem nos desejar visitar! Nesse dia, sendo véspera de Natal, falaremos de Jesus, do porquê de Sua vinda há 2.000 anos, bem como de Sua atual vinda. Sim, Ele está, de novo, entre nós.

Portugal recebe, assim, de Deus, neste início de Terceiro Milénio uma nova, responsável e grande missão: a de dar nova luz ao mundo terreno. É a nova Sagres (a nova terra) que desponta no seu e nosso horizonte. Tudo se repete... sem nada ser novo!

Saiba, pois, o povo português, na sua honestidade, humildade, espírito de bem servir, lealdade e amor fraternal estar à altura do que de novo lhe é pedido e entregue por Deus como missão.

Na Grande Fraternidade Branca Universal, vos saúda e deseja paz!

Álvaro de Jesus
Sacerdote da Ordem de Melquizedek
https://novaigrejadocaminho.no.sapo.pt

Texto revisado por Cris
Publicado dia 8/12/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 5




Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa