Menu

O caminho direto

Atualizado dia 4/14/2024 12:50:42 AM em Autoconhecimento
por Paulo Tavarez


Facebook   E-mail   Whatsapp

Existe um caminho possível para todos, independentemente da idade, condição social, condição intelectual etc. É um caminho bastante democrático; qualquer um pode segui-lo e não haverá insucesso para quem tentar.

É um caminho direto para a ascensão espiritual, não importa se você é casado, ocupado, cheio de problemas, se carrega consigo convicções de fraqueza e impotência provocadas por frustração e decepção; nada disso importa. O caminho está disponível para ti. Não pense que você não tem mais idade para isso, que está muito velho para novas experiências, não existe tal empecilho para quem busca o caminho da luz.

Se você pensa que não é merecedor, está enganado; se pensa que não é para ti, também. Qualquer que seja a argumentação que você esteja utilizando em seu diálogo interno consigo mesmo, esteja certo de que está equivocado! Siga agora mesmo; é preciso mergulhar no vazio, com coragem, como um pássaro que precisa soltar-se para aprender a voar. Faça isso ou permaneça engaiolado em suas próprias certezas.

Se você tem consciência de si mesmo, através desse caminho, irá experimentar uma expansão dessa consciência. Você alcançará a realidade e enxergará com maior clareza; tudo ficará mais nítido, pois o véu de ilusões irá se dissipar.

O que você precisa fazer? Nada! A primeira coisa é deixar de fazer, é aposentar esse fazedor, é observar. A prática da observação, sem qualquer envolvimento com aquilo que se observa, fará o milagre do autoconhecimento. Você finalmente irá conhecer-se.

A vida no automático, sem consciência, é uma vida de ação e reação o tempo todo; você não percebe o quanto é estimulado pelos eventos externos, apenas segue o influxo dos acontecimentos na mais absoluta cegueira.

Poucos sabem o que é agir pelo não-agir (Wu Wei); esse tipo de ensinamento antigo ainda não foi alcançado pela ampla maioria. Vivemos emocionalmente envolvidos com a experiência, nos deixamos contaminar e reagimos de acordo com nossos recursos emocionais. Nos envolvemos tão intensamente com os acontecimentos ao ponto de nos confundirmos com aquilo que acontece. Criamos condicionamentos que nos tiram do presente e nos colacam em instâncias ilusórias, o tempo todo.

Busque o silêncio, esse é o caminho direto, permaneça nele sem nenhum envolvimento com a mente. Se você perder o interesse por ela, ela também perderá o interesse por você. Reserve um tempo diário para isso (Sadhana); através dessa disciplina, a Verdade irá se revelar e você terá uma compreensão daquilo que você É. Não esqueça de perguntar: Quem sou eu?

A resposta virá!
 
Texto Revisado
 

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 13


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Paulo Tavarez   
Conheça meu artigos: Terapeuta Holístico, Palestrante, Psicapômetra, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define. Eu sou o que Eu sou! Whatsupp (só para mensagens): 11-94074-1972
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.
Deixe seus comentários:



Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


Siga-nos:
                 




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 


Siga-nos:
                 


© Copyright 2000-2024 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa