auravide auravide

O Homem do Futuro e do Passado, Presente no Agora.

por Terapeuta Eliana Kruschewsky

Publicado dia 16/2/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


"Partindo do princípio que o homem é produto de um processo, temos que levar em consideração a educação como parte desse processo. Claro que não somos o que lemos, não somos o que aprendemos e, sim, o que experenciamos. Daí surge a sabedoria. Porém não devemos menosprezar a sabedoria nata que trazemos através de nosso diferencial individual. A diversidade ideológica, considerando o ponto de vista de cada ser humano, é que traz o acréscimo em nosso crescimento. Logo somos uma unificação do que sentimos com o que aprendemos. Uma criança em formação necessita de base a qual interage em suas ações. Toda criança passa por processos ideológicos, por isso possuem comportamentos diferenciados mesmo fazendo parte do mesmo grupo. Por exemplo, os irmãos de uma mesma família, onde tendo o mesmo pai e mãe, manifestam características diferentes sob o mesmo processo educacional.

Refiro-me à educação no sentido de encaminhamento cuja responsabilidade inical é dos pais seguidamente com a escola. Visto por este ângulo, existem crianças mais e menos estimuladas em suas ideologias, o que faz a diferença comportamental final, pois se tudo é um processo cabe identificarmos qual processo educacional passa a criança para que se desenvolva dentro de uma perspectiva aceitável em nossa sociedade.

Porém, o homem do passado e do futuro está se apresentando no homem do agora, onde existe uma contestação por parte de pais, professores e da própria criança em questão. O que está acontecendo nesta “Zona Nula” onde existe esse encontro de necessidades e de insatisfações dentro de um processo de apredizado?

Vou expor a visão de alguns sábios preocupados com o futuro do homem para que possamos nos identificar de alguma forma e para que saibamos como dissolver o que está bloqueando o entendimento de ambas as épocas – homem do passado e o homem do futuro - dentro do processo educacional como base de estímulo para a formação do homem.

No mundo de hoje, insolúveis e incontáveis problemas têm surgido devido às errôneas políticas de educação. O sitema educacional atual se move em direção errada no mundo. Perguntas surgem no sentido de saber quem é responsável por isso.

Ninguém pode ser responsável individualmente. Os pais, em casa, os professores em instituições educacionais e os líderes da nação – todos juntos são responsáveis por esse anômalo crescimento da educação. A primeira e mais importante tarefa do homem é entender o valor da educação. Ela está sendo confundida com a aquisição de escolaridade verbal. Muitos lêem livros, mas o simples conhecimento destes, não é educação.

A educação não está confinada à leitura, escrita e escutada. Diplomas não constituem verdadeiras marcas de aprendizado. Diplomas não fazem uma pessoa educada. O conhecimento do conteúdo de pilhas de livros não fazem uma pessoa educada. A educação real deve promover a preocupação pelo bem estar dos outros e somente por isso deve ser julgada. A educação verdadeira consiste no cultivo do coração.

O conhecimento acadêmico, por si só, não apresenta grande valor. Pode ajudar as pessoas a ganhar a vida. Mas a educação deve ir além do que uma preparação para ganhar a vida. A idéia de que educação serve para conseguir um emprego é uma visão limitada. Aos invés disso, ela deve preparar a pessoa para a vida e, não, meramente para a sobrevivência. A educação não para ganhar, mas para conduzir a uma vida de bem. Toda educação que divulga o conhecimento mundano e o desenvolvimento de atividades intelectuais, mas não promove o caráter é profundamente sem valor.

As autoridades educacionais estão na ilusão de que a educação está progredindo rapidamente. O aumento do número de instituições educacionais ou do número de alunos que ingressam em escolas e faculdades não são verdadeiros indicadores do crescimento da educação. O real progresso está em melhorar a qualidade dos padrões de ensino. Se o quadro educacional é observado desse ponto de vista pode-se perceber que há um abismo no modelo de educação. Um número crescente de pessoas está procurando a educação, não para aprender, mas para conhecer os meios de gratificar seus desejos.

Este é o progresso com o qual estamos encantados. Certamente todo ser humano precisa ser educado, independentemente de raça, religião, casta, cor ou credo. Mas como a ingênua mãe que fica feliz quando um membro de seu filho incha devido à doença, acreditando que ele está ficando forte, nós também nos enganamos em relação ao fato de que esse aumento em tamanho e em número é um sinal de um desenvolvimento saudável. Na verdade, estamos testemunhando uma doença que resulta em debilidade, mesquinhez, ódio e inveja. As pessoas que são educadas por essas instituições, com o tempo, ocupam posições de autoridade e influência. Como a condição do mundo pode se tornar melhor? Devido à ausência de caráter e moralidade na educação, as pessoas educadas estão se comportando de um modo inconveniente. A educação imprópria produz um grande prejuízo para toda a nação." Sai Baba

Este quadro apresentado através da Fundação Bhagavan Satthya Sai Baba do Brasil teve sua primeira edição em 1997 e já estampava a situação educacional no mundo. Este texto demonstra qual o real valor da educação que nós pais e professores oferecemos a nossos filhos. E quais os resultados com os quais já nos deparamos hoje.

O método tradicional conteudista foi muito bem aceito por nossas crianças no passado. Não há condenação sobre o método aqui. Nossas crianças demonstram novo comportamento e exigem nova abordagem metodológica.

"O processo educacional é basicamente um grande esforço. Temos muitas lições pra aprender, muitos pontos a anotar enquanto tentamos melhorar. Nos tempos antigos a excelência moral era o objetivo desse esforço. Esse objetivo deve ser mantido ainda hoje. A promoção dos valores humanos deve tornar-se uma parte integrante no processo educacional. O cultivo da virtude é mais importante que a mera aquisição de conhecimentos. A educação deve servir não só para desenvolver a inteligência e as habilidades de alguém, mas para ajudar a ampliar sua perspectiva, tornando-a útil à sociedade e ao mundo em geral. Aprendemos muitas coisas mas nosso conhecimento sobre elas é muito superficial. Saber poucas coisas intensiva e profundamente, é um indicativo de uma educação correta."

Atualmente a educação material tem crescido muito rapidamente. Assim como a não integração na personalidade do educando. Há dois importantes aspectos sobre a educação. Um é matéria; o outro, energia. Um é físico; o outro, espiritual. Um explica o assunto material. O outro ajuda a adquirir uma personalidade nobre e a desabrochar a vida do homem numa bela flor. Um é a exposição dos fatos relacionados à qualquer matéria. O outro é o desdobramento da personalidade individual. A educação verdadeira deverá tentar ambos os apectos, tanto o mundano quanto o espiritual. A educação não deve se limitar à mera informação, mas deve ser dirigida para preencher a vida do homem com amor puro, bem como transformar seu coração.

A educação não deve se satisfazer em apenas construir um homem a partir de si mesmo, mas deve ajudá-lo a manifestar sua divindade latente.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 28

foto-autor
Sobre o Autor: Terapeuta Eliana Kruschewsky   
Eliana Kruschewsky Terapeuta, Palestrante, Educadora. Serviços: Avaliação Radiestésica, Reiki, Cromopuntura, Florais e Tarô Terapêutico. Brasília-DF. Ministra cursos de: Mandalas em fios, em vidro e em tela. Radiestesia/Radiônica, Tarô Terapêutico. www.portalvialuz.com (61) 3551-2003 (61) 8189-8843 Tim
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa