auravide auravide

O mundo interior é muito parecido com o exterior



Possuimos um Universo interior cheio de segredos e mistérios e um Universo exterior cheio de mistérios e segredos também. Os dois são lindos, mas precisamos conhecê-los profundamente para não nos amedrontar com tanta complexidade.

Há séculos o homem vem tentando desvendar os dois Universos. Para desvendar o Universo exterior é preciso viajar muito, e isto tem um custo alto. Os mistérios deste Universo estão sendo desvendados lentamente, por que dependem de muitas pessoas, estudos e equipamentos.

O nosso Universo interior também depende de muitas viagens e estudos. Todos nós temos um Universo particular, e cabe a nós mesmos desvendá-lo. Para isso temos que fazer uma introspecção, que pode ser feita pela prática da meditação. Além da meditação, a yoga e a regressão também podem ser de grande ajuda nessa busca do conhecimento dos nossos estados mentais. Temos que doutrinar a mente, fazendo-a pensar com o coração, em sintonia e harmonia com o Universo.

Através da meditação você pode fazer uma viagem percorrendo todo seu íntimo, relaxando. A cada passo que você dá tudo vai se encaixando no seu devido lugar. A meditação te leva a se concentrar no nada e no todo.

Aparentemente, o Universo exterior também é assim. Olhando daqui, as estrelas, os planetas, tudo está em harmonia. Porém, há os cometas, os asteróides, que passam para lá e para cá, numa enorme velocidade.

A calma do nosso Universo interior pode ser comparada à falta de gravidade do Universo exterior, onde existe a falta de peso.

A prática da meditação aumenta o nosso pavio para podermos alcançar uma calma extrema. Isso pode significar a falta de gravidade. Vai chegar o dia em que aguentar uma grande provocação vai ser o mesmo que dar a outra face como fez Jesus. Tudo não vai passar de uma pequena crítica com a qual iremos nos aprimorar e engrandecer nosso aprendizado.

As mesmas tempestades que existem no mundo exterior, também existem no nosso mundo interior. No exterior as tempestades são de várias intensidades, assim como as nossas. Destroem muitas coisas por onde passam, deixando as suas marcas. Mas o bom é que essas marcas podem ser saradas e tudo pode ser consertado, renovado, modificado ao final das tempestades.

O brilho das estrelas é o brilho da nossa alma. As cores do arco-íris são as cores da nossa aura. A luz da lua é a luz dos nossos olhos que, além de enxergarem, mexem com as nossas emoções. O sol é nosso coração em ebulição, ele tem o poder de esquentar o coração das pessoas que estão vivendo uma tempestade, precisando de calor e luz.

Quantas tempestades você já viveu e quantas vezes você limpou o seu Universo interior? Precisamos sempre lavar a alma para limpar a nossa mente da sujeira e da lama deixadas no rastro da tempestade.

Assim como o homem está destruindo o planeta, muita gente também está destruindo o seu Universo interior. Poluímos a nossa alma com os maus pensamentos, com as más ações, e sofremos as consequencias disso diariamente quando exteriorizamos o nosso lixo. Estamos fazendo como as indústrias, que mandam para o ar a descarga da poluição. Estamos promovendo a destruição do planeta, e o homem está modificando a sua origem global.

Estamos destruindo o nosso mundo interior, e se não tomarmos os cuidados necessários, passaremos, assim como a Terra, por uma transformação dolorosa e difícil de suportar.

Mas, felizmente, existe uma saída para os dois Universos. Podemos replantar as nossas árvores, diminuindo, assim, a ação dos gases poluentes, na tentativa de frear o avanço do aquecimento global. Essa seria uma, das diversas ações que poderiam ajudar salvar a Terra. E o nosso mundo interior, como salvá-lo? Podemos começar replantando o amor e parar de jogar os nossos maus pensamentos no ar, assim, vamos dissolver as nuvens que estão obscurecendo a nossa alma e deixar a luz divina nos iluminar.


BNN

Texto revisado
Publicado dia 19/1/2007
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 141



foto-autor
Autor: Bernardino Nilton Nascimento   
"Não seja um investigador de defeitos, seja um descobridor de virtudes"./ "Quando a ansiedade assume a frente, as soluções vão para o final da fila"./ "Quando os ventos do Universo resolve soprar a favor, até os erros dão certo". BNN
E-mail: bernardinogga@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa