auravide auravide

O não você sempre teve... Então, corra atrás do sim



O primeiro suspiro que damos fora do ventre materno já vem acompanhado com aquela clássica palmadinha dos médicos. Portanto, já entramos nesse mundo chorando e sem entender muito o que está acontecendo à nossa volta, naquela sala de cirurgia, cheia de sons e repleta de vultos que não entendemos bem quem sejam.

Pois é, assim começa a nossa aventura na grande nave Terra. E eu diria que até compreendermos alguma coisa, do tipo quem é quem? Ou quem são essas pessoas nos segurando nos braços a toda hora... iremos escutar uma infinidade de NÃOS.

- Filho, aí não pode;
- Filho, papai não quer;
- Filho, mamãe fica triste, assim não;
- Filho, coma isso! Senão;

Superada essa fase, vem a etapa do... Por quê? Depois de um maiúsculo NÃO PODE!!
- Por que não? Logicamente, sempre a criança pergunta;

Nós, adultos, temos uma tendência para encurtar o assunto diante de uma criança.
Afinal, nem sempre temos paciência para sentarmos e dialogarmos. Criança questiona muito, vai lá nos detalhes e sempre estamos cansados com uma infinidade de coisas a resolver, uma quantidade de NÃOS em nossa mente depois de um cansativo dia de reuniões.

Então, a vida sempre irá nos conduzindo por caminhos que nunca entendemos bem. Como por exemplo: o fato de ter certo horário para tudo de bom que sempre estamos fazendo, seja brincando com o colega do prédio, seja jogando o game favorito ou fazendo movimentos radicais no skate. E como a hora sempre passa depressa nesses momentos, logo ouvimos aquela perturbadora frase rasgando o céu do nosso mundo:

- Entra logo e vem estudar, não quero você mais na rua!
Se você não lembra disso ou não ouviu tal frase, com certeza já falou para o seu filho. E tem aquele outro momento do computador, que alguns de nós aqui não passou, mas com certeza vive isso com os filhos.

- Menino saia já desse computador, não quero você a noite inteira aí. Desliga isso!

E a vida continua indo em frente. Superada essa fase, logo vem a nossa hora de ter direito a dizer Não; do tipo quando nossos pais decidem visitar nossos tios e não queremos ir... Lembram-se disso?
Quantos não tiveram que negociar para não ir a tal passeio? Ambiente só de adultos (que hoje chamam de tiozinhos), papo sem graça e aquela tremenda vontade de estarmos na casa do (a) gatinha (o) do bairro, ou com a nossa turma sentados no portão de casa.

Às vezes, lográvamos êxito e nossos pais nos deixavam ficar.

A vida sempre continuando a insistir em nos conduzir por outros caminhos. E tenho certeza que nessa fase anterior nada sabíamos a não ser sonhar, querer e frear tamanha ansiedade por conhecer mais desse mundo louco.
Enfim, vamos ao colégio, começamos a conhecer pessoas de diferentes opiniões, com alguns brigamos, com outros fazemos pactos de amizade eterna (ledo engano) algumas professoras nos encantam e nos apaixonamos (quem aqui, nunca se apaixonou por uma professora ou professor) e sempre teve alguém a nos dizer:

- Isso não é possível. Ele (a) é muito mais velho que você, não perca tempo.

E os dissabores vão se acumulando ao longo da nossa vida. Realmente fica muito difícil lidarmos com tantos NÃOS.

Na nossa fase adulta, como verdadeiros responsáveis por nossos atos, começam todas as cobranças e precisamos saber lidar com todas elas, uma a uma, e sermos determinados para não desistirmos dos nossos projetos de vida. Somos engolidos pelo mercado de trabalho, em duras competições por um lugar ao sol e quantos e quantos NÃOS teremos que ouvir por essa vida a fora.

Pois eu digo: nós sempre vivemos em meio a essas dificuldades e muitas vezes não nos demos conta de que sempre tivemos que correr atrás do nosso SIM.
Nunca nada foi fácil e veio fácil. E, se assim aconteceu, com certeza nunca demos valor. O devido valor só é dado por nós quando lutamos com determinação, com garra e com muita convicção de onde queremos chegar. É essa determinação, essa luta pelo SIM, que nos leva aonde queremos chegar e de que maneira iremos conduzir o mundo à nossa volta.
Aprendemos com nossos pais a dizer muito NÃO, mas também juntos com eles corremos sempre atrás do SIM

Portanto, não desista nunca... Vá atrás daquilo em que acredita, lute pelo que você tem a certeza que irá dar certo. Vá atrás do SIM da sua vida, pois o NÃO você sempre teve com você.

Pense nisso.
Muita Paz

Texto revisado por: Cris
Publicado dia 5/12/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 151



foto-autor
Autor: Nelson Sganzerla   
Uma ALMA encarnada no Planeta Terra, que busca a ascensão para a LUZ
E-mail: nelsonsganzerla@terra.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa