Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

O que eu tenho que aprender com isso?

por Teresa Cristina Pascotto

Publicado dia 2/4/2020 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Esta é uma pergunta simples e básica que todos nós, em qualquer situação de vida, devemos nos fazer. Não é necessário ter uma resposta racional para a pergunta, mas é necessário que esteja alerta para algum momento em que terá uma percepção ou um sinal, que lhe trará a resposta. Não de forma racional e muito menos de forma específica. O que importa é que ao fazer a pergunta, desejando realmente saber o que precisa aprender, você já estará aberto e alinhado com a reposta, com a verdade que precisa acessar.
Outras perguntas: o que devo, com esta situação (ou até mesmo sem uma situação específica), mudar em mim? Que pensamentos e comportamentos preciso mudar? Como posso fazer para ser um observador de mim, para que eu me perceba, para que eu perceba as manipulações de meu ego? O que eu preciso enxergar? O que estou negando? Quais os impulsos de minha alma estou bloqueando?

Você poderá ir além, criando várias perguntas, mas sempre no sentido de se conhecer melhor e, de verdade, se propor a mudar. Muito provavelmente você sempre acha que “se o outro mudar” ou se sua “vida fosse diferente”, dentre outros aspectos, você seria mais feliz, seria pleno. A verdade é que não é o outro que deve mudar e sim você com relação ao outro, como ele é. Se ele o incomoda, dê limites, mas procure se perguntar por que você permite que o outro faça o que faz com você. Pergunte-se o que precisa mudar dentro de você, nas suas percepções, para que possa lidar de forma mais adequada com relação ao outro.

Assim como a outra frase: “se minha vida fosse diferente”... A verdade é que sua vida não é diferente, ela é como está agora e, portanto, para se sentir melhor deve aceitar os fatos, os dados de realidade, para então encontrar em você ferramentas para se adaptar e lidar melhor a essa vida que não é diferente do que deseja. A partir da aceitação, você poderá descobrir, com o desejo de se conhecer mais profundamente, o que precisa mudar dentro de você, para que sua vida seja diferente e melhor. A própria aceitação já melhora suas sensações a essa vida que está vivendo e que não é diferente, você conseguirá suportar mais a vida que leva e por não estar tão indignado com sua vida, sua energia mudará para “melhor”, o que facilitará sua mudança de percepção e sentirá que a “mesma vida ruim ou não diferente do que é” não é tão terrível quanto imaginava. Isso tudo te levará a ter impulsos mais saudáveis para, então, começar a criar uma mudança interna, para então mudar sua vida externa.

Agora, falando do contexto mundial com a pandemia, a primeira coisa que precisa fazer é aceitar que isso está acontecendo, é um fato, são dados de realidade. Isto não significa que não poderá “fazer esforços” (não necessariamente atitudes físicas) para se proteger e para que isso acabe, que isso passe. O que não adianta é paralisar de medo, nem alimentar pensamentos negativos. E, principalmente, não se deve negar esse fato. Com a aceitação, uma sabedoria interior aflorará e você se perceberá lidando melhor com a situação e até mesmo tendo pensamentos positivos e ter até ideias para se adequar ao momento, e lidar com isso tudo sem sofrimento. Estas são vibrações de luz que o momento necessita. Para todos.

Então, se todos se perguntarem: o que tenho que aprender com essa pandemia? Qual a minha participação inconsciente neste cenário de pandemia? Quais valores devo rever e mudar em mim? O que posso fazer para ajudar neste cenário? (qualquer um pode ajudar, não exatamente de forma ativa na fisicalidade, mas no mínimo desejando vibrar em benefício do todo. Este é só um ex. dentre tantas outras formas de ajudar). Com certeza, quando cada um busca dentro de si as verdades sobre si mesmo, sobre suas responsabilidades em qualquer contexto, com honestidade e coragem, muitas energias densas são liberadas e transmutadas pelos Seres Espirituais. Naturalmente, isto faz com que a energia mental bloqueada se dissolva e, com isso, sua mente ficará mais serena e seus pensamentos serão mais claros e mais saudáveis. O que, com certeza, vai melhorar sua qualidade de vida, você terá sensações de mais paz e isso ajuda o todo.

A mente humana, o ego, estão destruindo as pessoas. A necessidade extrema de racionalismo, de alimentarem os processos racionais, em detrimento dos processos conscienciais, está criando muitas doenças e desequilíbrios na humanidade, que afetam a Terra, que então vibra de forma desorientada, o que afeta diretamente a mente humana. E consequentemente, com quase a totalidade das mentes vibrando de forma tão densa e destrutiva, isso também afeta destrutivamente a Terra, que afeta destrutivamente a humanidade... Estamos presos num ciclo de autodestruição.

Por isso é fundamental que cada um pare de se achar vítima – disto, daquilo, do outro – e comece a buscar o caminho da autorresponsabilidade. Responsabilidade por tudo o que lhe acontece, mesmo que o outro tenha de verdade lhe feito algum mal. Muito provavelmente, no mínimo você permitiu, mesmo que inconscientemente, portanto, você é responsável.

Muito se oferece, nos dias atuais, no sentido de despertar a consciência, de autoconhecimento. Portanto, aquele que já trilhou um bom tanto nessa jornada e continua se achando vítima, esta pessoa está mais doente do que imagina.

Não importa se fizeram jornadas e nem quanto tempo a fazem, o que importa é que cada um deve saber, ter certeza, de que é responsável por inúmeras outras coisas que nem imagina. Os seres humanos vivem em realidades paralelas jogando jogos insanos e mortais, afetando diretamente, na vida física, uns aos outros, sem nem saberem disso. Mas aquele que começa a entender que é responsável por tudo – não o culpado -, este começa a perceber que é também responsável por um contexto mundial de caos. Obviamente se o micro contém o macro, se você, um ser humano, fazendo algo “ruim” ou deixando de fazer algo “bom”, não se importando com ninguém e muito menos com o todo, com certeza você é sim responsável por algo maior que envolve a humanidade como um todo, como toda a humanidade é igualmente responsável por tudo o que ocorre no todo, na Terra. Tudo é ressonância.

Seja mais humilde, saia do foco no seu próprio umbigo, olhe para os lados, olhe além, olhe para o todo.

Esta pandemia? São inúmeros os motivos pelos quais ela está acontecendo, mas este tema que abordo é um dos motivos. Se falhamos com outros à nossa volta, até familiares, porque estávamos somente olhando para nossas necessidades e reclamando incansavelmente dos outros, é claro que, por ressonância falhamos também com o mundo. A pandemia está ajudando as pessoas a olharem para o todo.

Porém, lamentavelmente, muitos estão preocupados com a saúde do vizinho, se ele está doente pela COVID-19 ou não, não porque de verdade estão querendo o bem do vizinho, mas sim, porque se o vizinho está infectado estes também poderão ser contaminados.

Então, ofereça o melhor de você neste momento. Eleve seus pensamentos e chame seus Anjos, Santos, Deus, Jesus, ou qualquer outros Seres Espirituais, seus guias, xamãs, preto velho, dentre outros Seres Sagrados de outras crenças religiosas ou não, e peça apoio para que possam lhe ajudar a vibrar a partir de seu coração, em benefício do todo. Em prece, num momento de recolhimento, faça isso, tenha a real intenção de vibrar para todos, pois estamos todos juntos ou “perdidos” dentro dessa pandemia.
E mesmo que ainda haja egoísmo em você – e tem -, somente se importando em vibrar para si, está tudo certo.
Não tem problema, tudo começa assim. Para o ego é “primeiro eu e somente eu”. E mesmo que perceba que não há nenhum altruísmo em você, não precisa fingir para si mesmo, seja honesto, perceba que não se importa de verdade com o todo, mas diga a si mesmo que vibrará e o faça. Saiba que os Seres Espirituais usarão essa vibração de forma sábia e saudável.

Texto Revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 141

Sobre o Autor: Teresa Cristina Pascotto   
Atuo a partir de meus dons naturais, sou sensitiva, possuo uma capacidade de percepção extrassensorial em níveis transcendes. Desenvolvi a Terapia Transcendente, a qual objetiva conduzir à Cura Real e à libertação integral do ser. Sou uma pesquisadora do inconsciente profundo, para descobrir seus mistérios e as chaves para a libertação real.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Quando a economia vai melhorar? Júpiter em marcha direta irá ajudar?
artigo Porque vínculos traumáticos abusivos são difíceis de romper?
artigo Kyudo 2
artigo Babaji - O padrinho espiritual secreto

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.








horoscopo



auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa