auravide auravide

O SEGREDO, AINDA E SEMPRE!



Em meio ao pandemônio da mais portentosa civilização existente na história deste planeta, que tal uma receita para a felicidade individual, eqüânime, democrática, fácil, e assim de uma simplicidade evidente quanto a de uma receita de gelatina?

Visto o filme, lido o livro belíssimo e ainda mais rico em detalhes sobre o tema, nada resta que não regozijo e entusiasmo ao se experimentar a cada dia o que, antes, realizei sem muita consciência do que fazia!

Assim, já que o nosso bem estar e alegria sintonizam na faixa certa para acoplar a nossa natureza toda energética com a devida correspondência do Universo, que tal nos empenharmos na comprovação, que aliás - e isto é sintomático e definitivo! - nos oferece resultados instantâneos? Que tal pisar fundo no freio nas horas de stress ou de contrariedades, exercendo o controle de nós mesmos com a contra-ordem: Pera lá! Sai desta lama! Este baixo astral e esta infelicidade não são para mim! Não é para isso que existo!, e reivindicando, desta forma, nossas melhores condições e disposições e, naturalmente, uma qualidade de vida compatível com o que merecemos?

Sei que talvez, em instantes críticos, não pareça assim tão fácil. Mas quero enfatizar este termo: instantes! O instante é naturalmente transitório, e é preciso a conscientização profunda desta verdade a cada momento dos nossos dias, já que é a partir daí que decidiremos objetivamente acerca da forma como reagiremos a cada um destes episódios - porque é somente disso que depende o desenrolar de todo o resto da história!

Fomos constrangidos por um acidente de trânsito, muitas das vezes acarretando prejuízos materiais inevitáveis. Que fazer no calor do momento? Em nos achando cobertos de razão, o primeiro impulso é se engalfinhar num bate-boca com o outro motorista que, muito provavelmente nervoso, também se acha coberto de razões! E é este o instante de se pisar no freio: se ambos se acham cobertos de razão, o sábio não será agravar as conseqüências do acontecimento inusitado, mas talvez que se recorrer a intermediadores: há testemunhas? Há uma autoridade policial por perto, para mediar a situação? Busquemos, então, a solução mais raciocinada para remediar, da melhor forma para ambas as partes, uma ocorrência corriqueira nas cidades grandes, de maneira a sanar objetivamente suas pendências e passarmos, tão logo possível, a episódios outros do vasto contexto das nossas vidas, mais gratificantes, e mais merecedores da nossa atenção. Evitemos incorrer no vício inconsciente, ao qual em muitas ocasiões nos abandonamos, de ficar remoendo dias e dias os incidentes e suas minúcias, relatando sem parar aos outros os detalhes, o palavrório descontrolado das discussões, os ímpetos agressivos, o tumulto, e tais ou quais razões pelas quais fomos as vítimas inquestionáveis do pretenso desgoverno de outrem... Porque, como nos ensina a Lei de Atração - o que nos responderá o gênio da lâmpada do Universo, incondicionalmente afirmativo a tudo? Com a confirmação! Com o envio de mais situações desagradáveis de mesma monta, acompanhadas de todo o cortejo de conseqüências indesejáveis!

Assim, vimos exercitando: todo santo dia de manhã agradeço à Vida o contexto do meu cotidiano, com todas as suas bençãos: meus filhos, interessantes, lindos e saudáveis, que a cada dia prosseguem, para meu deleite, cada vez mais interessantes, lindos e saudáveis! A oportunidade de conferir a eles uma qualidade de vida boa, com estudo e lazer adequados; e a cada dia sinto-me ainda mais realizada, por verificar no dia-a-dia deles uma confirmação desta realidade! Meu emprego e o de meu marido, proporcionadores da nossa dignidade e da nossa família! Meu jardim, profusamente florido, num lar que amo sempre mais a cada lance diário; e diariamente o jardim me presenteia com mais flores, embelezando a minha moradia de um jeito todo particular e especial! O perfume incomparável que se evola, à noite, das árvores circundantes das casas e prédios onde resido - e volta e meia, em noites mágicas, de novo o perfume intenso e inebriante invade o recinto da nossa sala, enchendo-nos de encanto e de bem estar; o meu trabalho literário, fonte inesgotável de prazer - e cá estou atualmente ocupada com a produção de mais um livro, enquanto um outro está em vésperas de lançamento!

Não é arrogância, meus amigos, a gratidão e o estado de bem aventurança! Qualquer um pode começar a fazer o exercício da listinha de boas razões para ser grato à Existência e à Criação que - ao nos habituarmos a esta atitude - mais se nos afigurarão, certamente, a uma versão adulta de Papai Noel diário, distribuindo à rodo presentes infindos, sempre novos, sempre maravilhosos e inéditos!

E o que pode constar na listinha de cada um? Que se faça esta pergunta inicial: saúde? Um corpo perfeito, que nos oferece a condição do serviço digno? Um bom pai ou boa mãe? Irmãos divertidos? Filhos amigos? Uma rua bonita, próxima talvez a uma bela montanha? A convivência de alguém especialmente bem humorado dia após dia, a nos estimular sempre com a sua grata presença? Façamos a lista, e é provável que talvez nos surpreendamos ao enfileirar muito, mas muito mais ítens dignos de gratidão do que as possíveis razões para reclamações, que sempre as temos, por esta ou por aquela razão!

O importante é que o estado de gratidão, inexoravelmente, produz a sintonia certa com a criação de mais coisas pelas quais seremos gratos! O ponto de partida, ainda e sempre, é o Segredo: começa em nós mesmos - no nosso modo de reagir aos acontecimentos; na nossa capacidade de afirmar com funda convicção: Não! Isto e isto não me causam bem estar, e não me interessam! Quero aquilo e aquilo!, sendo estes aquilo e aquilo a companhia certa, ou o dinheiro do qual se precisa, a cura da saúde, ou a viagem dos sonhos... ou qualquer modalidade daquilo que se entenda como o ser feliz que, para cada um, é como uma impressão digital: única e intransferível!

Comecemos, portanto, com a gratidão. Pelas flores que darão mais flores! Pelos filhos que se confirmam como nossos maiores tesouros! Por algum aspecto de saúde - seja lá qual for: a imunidade a gripes, nos que padecem com enxaquecas, ou a ausência de enxaquecas nos que se ressentem de alergias e gripes, porque sempre há no que se apegar para se puxar o fio!

Pelas viagens que já tenham sido feitas, que certamente se desdobrarão em novas e agradáveis aventuras, quando menos esperarmos! Pelo trabalho que já exercemos, ou pelo que certamente há de vir! Pelos momentos de alegria e de descontração em companhias agradáveis - estes que valeram mais a pena, acima daqueles que não nos foram gratos e que devem cair na não existência, abrindo espaço para novos instantes de prazer!

Gratidão, meus amigos, é a sintonia da abundância! Quem é grato, já possui! Quem é grato, sente-se realizado, pleno e feliz, que é o objetivo maior da nossa existência, nesta e nas outras dimensões da vida! Porque, em acordo com a própria ciência, somos energia indestrutível sintonizando incessantemente com o que escolhemos do vasto oceano de energias indestrutíveis ao redor - e criando sempre, em constante e infindável alquimia!

Pois, escolhamos a alegria!

Com amor,

Lucilla

Texto revisado por Cris
Publicado dia 29/4/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 46



foto-autor
Autor: Christina Nunes   
Chris Mohammed (Christina Nunes) é escritora com doze romances espiritualistas publicados. Identificada de longa data com o Sufismo, abraçou o Islam, e hoje escreve em livre criação, sem o que define com humor como as tornozeleiras eletrônicas dos compromissos da carreira de uma escritora profissional. Também é musicista nas horas vagas.
E-mail: meridius@superig.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa