Home > Autoconhecimento
Onde encontro a paz? Onde encontro a paz?

por Paulo Tavarez


Todos sonham com a paz, todos querem estar em paz, mesmo os mais inconscientes anseiam por um estado em que possam sentir-se serenos e livres das pressões provocadas pelos medos e anseios da alma.

A paz, em verdade, é o grande objeto de desejo da humanidade. Uns acreditam que para realizá-la precisam de coisas, outros precisam de pessoas, alguns de títulos e honrarias, além daqueles que sonham em ter poder ou condições financeiras abastadas.

Não percebem que estão cada vez mais distantes, pois a paz nunca estará presente no mesmo território da ganância, pelo contrário, ela irá exigir um completo desinteresse por tudo isso.

A ganância, não à toa, é tratada como um pecado original, algo que resulta da inflação exagerada de um falso eu, também conhecido como ego.

O ego é apenas um programa, algo que foi construído a partir dos nossos desejos; na verdade, é um personagem ilusório, encantado com a paisagem, preso nas grades de falsas necessidades. Procure o ego e ele simplesmente desaparece.

Um sábio do oriente dizia que não há um caminho para a paz, a paz é o caminho. Ainda não compreendemos isso, buscamos fora o que precisa ser buscado dentro da gente. O interesse por coisas impermanentes consome todas as nossas forças, pois o homem, na maioria das vezes, ainda não desenvolveu o interesse por aquilo que não morre, muito menos pelo conhecimento da sua Verdadeira Natureza. Ele não percebeu que o caminho da paz passa pela desconstrução dos conceitos equivocados que o escraviza, desta forma, sofre por viver na ignorância, atendendo cegamente às demandas ilusórias da alma.

Não é possível alcançar a paz enquanto estivermos cheios de desejos. Não é possível viver em paz com tanta ganância. Não existe nada fora que poderá nos preencher, nem pessoas, nem coisas. Está na hora de entendermos que não somos um vasilhame qualquer à espera de algo que nos deixe plenos e realizados, pois já temos toda a plenitude da Vida Eterna, somos a própira Vida Eterna, consciente e realizada, o que mais precisamos?

O homem vive como um mendigo pedindo esmolas às portas de um gigantesco castelo. Um mendigo que ignora que o castelo é dele e que o trono daquele Reino lhe pertence. O grande desafio da existência, portanto, é apenas despertar. Estamos todos dormindo, vivendo um sonho, identificados com um mundo de ilusões efêmeras, totalmente envolvidos com os enredos da mente.

É preciso parar agora de atender às falsas necessidades que trazemos, é preciso perder o interesse pelo mundo, pois estamos agindo como verdadeiros zumbis, como cadáveres ambulantes, como mortos enterrando mortos. A Vida Verdadeira nos espera e o caminho está em outra direção.

O estado de paz é o nosso estado natural, pois somos a própria paz que sonhamos alcançar. A paz não irá invadir o seu coração, como diz a canção, pois ela já está lá, sempre esteve, você é que se distanciou de si mesmo, correndo feito uma criança tola atrás de bolhas de sabão, iludindo-se com coisas que se desfazem no caminho.

Quando Jesus disse ao jovem para vender tudo o que tinha, naquele momento mostrou que somos absolutamente escravos daquilo que possuímos.
Não é preciso livrar-se de bem algum, como fez Francisco de Assis; podemos apenas aprender a tirar o envolvimento emocional que temos com tudo aquilo que existe, pois deixará de existir a seu tempo.

“Entrai pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que levam à perdição, e muitos são os que entram por esse caminho”. Mt 7:13.

A porta estreita é a porta do coração, a entrada para o Reino de paz que vive à espera do retorno do Rei.

Texto Revisado


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   


Autor: Paulo Tavarez   
Terapeuta Holístico, Palestrante, Psicapômetra, Instrutor de Yoga, Pesquisador, escritor, nada disso me define. Eu sou o que Eu sou! 
E-mail: paulo.tavarez@cellena.com.br
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Publicado em 04/01/2018

Veja também
O tarô como expressão do mistério
Mães narcisistas
Para os Meus Amigos de Jornada Espiritual
Perdoar é um ato de inteligência
Você já sentiu o gosto da rejeição?
Como posso servir? como posso ajudar?

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.



Energias para Hoje
terça-feira, 13 de novembro de 2018


energia
I-Ching: 32 – HENG – DURAÇÃO
Será beneficiado aquele que segue seu curso sem modificar o que já foi iniciado. A constância e a fidelidade serão premiadas.


energia
Runas: Talismã da Vitória
Mantenha o equilíbrio emocional. A vitória será certa.


13
Numerologia: Construtividade
O dia de hoje traz a necessidade de definir e de por as coisas em ordem. Organize sua agenda de atividades, use de praticidade, paciência e critério. Estabeleça hoje sólidos fundamentos para sua vida.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Previsões para o Brasil em 2019
2. A forma mais poderosa de se conectar com quem você ama!
3. Não seja escravo de suas emoções
4. Quais as influências do trânsito de Júpiter em Sagitário?
5. Ser menos ansiosa significa viver um amor mais intenso...
6. Onde encontrar o amor da sua vida?
7. O julgamento de Sócrates
8. Só a esperança não basta

 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa