auravide auravide

PARA ONDE VAI A NOSSA FÉ?



Pai Nosso que estás nos céus...

Assim começa uma das mais conhecidas e antigas orações da humanidade.
Mas não só a parcela católica ou cristã faz referência a um Pai Criador ou Deus que veio dos Céus.
Desde a América Pré-Colombiana, Egito, Tribos da África, Oceania, Índia, China em fim todas as culturas e civilizações antigas foram “marcadas” por diversas divindades vindas do alto ou dos Céus que se tornaram responsáveis pela criação e logicamente pelo legado de conhecimentos que construíram os alicerces da nossa atual civilização.
Se analisarmos com atenção alguns textos antigos como: Popol Vuh (livro do conselho dos índios quíchuas), Surya Siddhanta e Mahabarata (Hindus), Mitologia Asteca, Chinesa, Dogons da África, Enuma Elish (epopéia da criação-Suméria) e a própria Bíblia entre outros manuscritos antigos obteremos fortes provas isto.

Mas se com nossa lógica “apurada” do século 21 pelos avanços científicos, tecnológicos e também intelectuais nos detemos para pensar sobre estas orações, lendas e histórias poderemos contestar o fato de que uma Consciência Criadora não necessariamente precisa vir do Céu ou do Alto, pois Ela como Fonte Suprema e Única É e se manifesta em Todo o Visível e Invisível.
É muito importante esclarecer esta grande diferença entre o que é Fonte Cósmica e “Deuses” que apareceram de diversas formas e manifestações sempre vindos do céu em suas carruagens fantásticas, com personalidades bem definidas no que se refere aos defeitos, erros, dons e virtudes.
Neste aspecto os Gregos são os mais sensatos ao descrever os seus “Deuses” com todos os atributos e poderes mais também com seus caprichos e erros.

A Bíblia também faz referências aos erros de Deus e também de seu mau caráter ou ira:
Deus arrependeu-se de ter feito o homem sobre a Terra. (Gen. 6,6-7) depois disso ele decide exterminar o mesmo da face da Terra “enviando” seu castigo na forma de um Grande Dilúvio.
Para nos aprofundar mais neste estudo, basta simplesmente pesquisar nos nossos livros de história, lendas e mitos principalmente na própria Bíblia e seus Apócrifos onde temos sérias e evidentes provas que esses Deuses nos quais a humanidade construiu todos seus alicerces religiosos e filosóficos, e nos quais ainda afirma sua fé e paixão esperando que os mesmos resolvam os problemas e curem as doenças, não passam de seres vindos de outras paragens galácticas que possuíam logicamente tecnologia e que os humanos terrenos acreditaram, desde então, serem deuses.
Assim, até hoje quase todas as filosofias religiosas fundamentam seus postulados e ensinamentos no legado desses “deuses que estão nos céus ou que vieram dos céus” e que estiveram fisicamente em contato com os homens e mulheres da Terra. Disso também temos fortes provas desde a época em que nosso “amigo” Adão e Eva foram expulsos do Paraíso, quando Deus desceu para falar com Adão e até colocou roupas, pois eles tinham descoberto a sua nudez, até o contato com Moisés, Enoque, Elias, Ezequiel, apenas fazendo referência as passagens bíblicas mais conhecidas.

Agora detenha-se, pense analise:
O que você entende por Divindade, por Criador, por Fonte Cósmica, por Amor?
Você acha que essas poderosas energias precisariam se manifestar como personalidades para manter contato com o homem?
Você acha que essas magníficas forças precisam de carruagens de fogo e querubins alados para vir para Terra?
Você pensa que uma Consciência ou Força Maior estaria ocupada nas “picuinhas” humanas mandando a fazer isto ou aquilo?
Porque todas essas Divindades sumiram? Pois desde épocas remotas não temos mais “notícias” ou aparições delas?
Você acha que Quem criou a água o fogo o ar a terra, a vida, a luz as trevas, tudo o que você é precisa da sua oração, da sua devoção e da sua fé?
Logicamente que Não.
Pois Você é a própria Fonte apenas num aspecto Humano de manifestação.
Assim é você mesmo que precisa da oração da sua devoção e fé.
Assim e você que precisa se respeitar e adorar.
Esse e o maior tributo a essa FONTE MAIOR.
Não precisamos de nenhum pai que esta no céu.
E sim de acreditar em nosso poder e amor.
Devemos definitivamente acabar com o apadrinhamento cósmico e ter mais Fé em nos mesmos como humanidade. Em vez de rezar e “doar” a nossa energia e ectoplasma para alguma “coisa” no céu devemos sim usar esse tempo e energia para ajudar nosso semelhante, para aperfeiçoar nossa espiritualidade e ligação com NOSSO CRISTO INTERNO.
Apenas siga os ensinamentos que libertem e não as religiões ou dogmas que ainda atuam pelo medo, pecado e culpa dominando as pessoas e levando as mesmas às trevas da ignorância.
Lembrem que a ânsia pelo encontro divino “personificado” nada mais é que as lembranças dos contatos que a humanidade teve outrora com seres que vieram dos Céus.

Texto extraído do Livro “A FÉ” Alimento dos Deuses, de Carina Greco

Texto revisado por: Cris
Publicado dia 11/1/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 22




Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa