auravide auravide

PARTIDA E CHEGADA, ASSIM É A MORTE

por Euckaris Guimaraes Mendes

Publicado dia 2/11/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp



Quando observamos, da praia, um veleiro a afastar-se da costa, navegando mar adentro impelido pela brisa matinal, estamos diante de um espetáculo de rara beleza.  O barco impulsionado pela força dos ventos vai ganhando o mar azul e nos parece cada vez menor. Não demora muito e só podemos contemplar um pequeno ponto branco na linha remota e indecisa onde o mar e o céu se encontram.
Quem observa o veleiro sumir na linha do horizonte, certamente exclamará: "Já se foi". Terá sumido? Evaporado? Não, certamente. Apenas o perdemos de vista. O barco continua do mesmo tamanho e com a mesma capacidade que tinha quando estava próximo de nós. Continua tão capaz quanto antes de levar ao ponto de destino as cargas recebidas. O veleiro não evaporou, apenas não o podemos ver mais. Mas ele continua o mesmo. E talvez, no exato instante que alguém diz "já se foi", haverá outras vozes mais além, a afirmar: “Lá vem o veleiro!”
Assim é a morte. Quando o veleiro parte levando a preciosa carga de um amor que nos foi caro e o vemos sumir na linha que separa o visível do invisível, dizemos: "Já se foi. Terá sumido? Evaporado?"  Não, certamente. Apenas o perdemos de vista. O ser que amamos continua o mesmo, suas conquistas e afeições persistem na nova dimensão espiritual.
Nada se perde a não ser o corpo físico de que não mais se necessita. E é assim que, no mesmo instante em que dizemos "já se foi", no Além, outro alguém dirá: "Já está chegando". Chegou ao destino levando consigo as aquisições feitas durante a vida.
Na vida, cada um leva sua carga de vícios e virtudes, de afetos e desafetos, até que resolva por desfazer-se do que julgar desnecessário ou incômodo. A vida é feita de partidas e chegadas, de idas e vindas. Assim, o que para uns parece ser a partida, para outros é a chegada. 

 "O berço tem um ontem e o túmulo um amanhã. Assim, um dia, todos nós partimos como seres imortais que somos, ao encontro d’Aquele que nos criou."
Victor Hugo

 



Euckaris Guimarães Mendes

Escritora, educadora, terapeuta.

Conheça meu trabalho.

Agora, melhor momento!

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 24

foto-autor
Sobre o Autor: Euckaris Guimaraes Mendes   
EDUCADORA - PSICOPEDAGOGA - ESCRITORA - TERAPEUTA - PALESTRANTE - PINTORA . CONHEÇA MEU TRABALHO, MINHAS PINTURAS ÓLEO SOBRE TELAS! MEUS ARTIGOS E TERAPIAS! VISITE MEU SITE! AGORA, MELHOR MOMENTO!
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa