auravide auravide

Plaisir de te lire - Prazer em te ler



Dia desses estava rastreando os contatos que faço através dos artigos. Tenho este hábito, a pessoa fala comigo, faz perguntas e muitas vezes desaparece. No rastreamento, encontrei essa internauta, há tempos não nos falamos. Mandei um e-mail. Veja a resposta dela: “meu amigo, você é bruxo mesmo! Esta semana passada fiquei no interior e sozinha num hotel todas as frias noites aqui do Sul, tive uma grande sensação de que estava precisando de você, cheguei agora e lá estava você me aguardando, na caixa de e-mails”, Ellen

Dorinha teve uma experiência interessante. Diz ela: Sei que você irá acreditar no que vou relatar. Não tinha conhecimento do seu e-mail, mas ontem à noite senti uma vontade enorme de me recolher, meditar e fazer orações. E foi o que fiz, sem saber que você já estava conectado comigo, porque só hoje 30/05 (quarta feira) acessei meu e-mail. Achei fabuloso. Por favor quero continuar com a conexão. Preciso de inspiração para abertura dos meus caminhos.

Estava conversando com uma amiga e ela me disse que não gosta dos artigos que relatam experiências de terapeutas, psicólogos e coisa e tal. Entende que estamos devassando a intimidade das pessoas e ainda vendendo um produto.

Também eu não gosto de misturar as coisas, venda de produto com experiências das criaturas. Mas faço isso, sim, conto os fatos, respeitando o anonimato de quem faz o depoimento, porque entendo que um problema vivido por uma pessoa que mora em João Pessoa, na Paraíba, por exemplo, pode indicar a solução e caminho para uma outra criatura que mora na cidade de Santos. O Universo dá respostas para cada um, atendendo apelos, intercessões e clamores. E utiliza meios os mais diversos para executar essa lei, que entendo como sendo a da Misericórdia. Os deuses têm compaixão de nós, criaturas terrenas que jornadeamos por aqui, nas malhas físicas do Planeta Azul.

Brian Weiss, autor do livro "A Sabedoria dos Mestres", diz assim a respeito da importância de se comentar e esclarecer sobre essa sincronicidade: “você entende porque está aqui e elimina o estresse, medo e ansiedade. Adquire a consciência de que nessa vida há um plano, um destino e uma direção”.

Ou será que você, amigo(a) leitor(a), tem dúvidas de que o Universo o(a) está observando, sentindo as suas dores e dirigindo sua vida? Eu não tenho a mínima pretensão de que sou o dono de minhas atitudes e que determino a meu bel prazer os rumos de minha existência. Sou integrante do Universo, vivo como um pássaro cantador, fazendo meus gorjeios por aqui e acolá, anunciando o que eu sinto, sem guardar as mínimas alegrias e mostrando também minhas buscas. Sou transparente como as águas cristalinas dos regatos cantantes que margeiam as campinas verdejantes de nosso Brasil, mas também posso ser a correnteza forte e decidida que vai em busca de suas metas e carrega seixos e sujeiras para longe dos corpos e mentes humanos.

Tenho prazer em ler suas palavras e faço isso como se estivesse sentado debaixo de uma árvore frondosa, tomando uma água de coco e olhando a paisagem que se espraia pela estrada afora.

Observem bem esse depoimento da internauta Letícia, que é uma pessoa muito perspicaz. Ela se identificou com a pessoa que mencionei num artigo e termina assim o seu relato.
“Penso que você deve ter captado meus sentimentos de auto-sabotagem, auto-engano e todas as palavras que signifiquem não querer enxergar e aceitar uma situação. Não sei se estou sendo pretensiosa; mas sinto que eu sou a Dinorá do artigo "pactos de fidelidade".

Então, meus amigos e amigas leitores do site SOMOSTODOSUM, se eu guardasse a experiência da Dinorá em meu arquivo, a Letícia não receberia essa mensagem. O Universo, nesse caso, utilizou a Dinorá como instrumento de comunicação para dar uma resposta a outra mulher que se afligia com uma dificuldade semelhante a dela. Deu-se a sincronicidade. Em um lado do país, uma mulher clamava por socorro e num outro lugar, muito distante, uma outra criatura respondia. Eu só fiz a ponte.

Portanto, quero trazer a público esse meu pensamento e dizer que é relevante qualquer relato: que é muito importante que toda criatura escreva. Escreva para mim e para outros colunistas. E tenham a coragem e ousadia de escrever artigos também, se forem tímidas, escrevam para o blog, pequenos relatos, poesias. Sigam o seu coração. Como diz o mestre de Carlos Castanheda: para seguir um caminho, observem se nele há coração.

Não se intimidem diante do mundo das críticas. Realizem atitudes ousadas, tenham coragem de rezar, quando estiverem clamando para os céus e não se envergonhem de simplesmente dizer: Obrigado Senhor. As palavras voam com o vento e caem nas planícies como sementes de luz. Semeiem palavras, escrevam com lágrimas nos olhos, mas escrevam. Contem para o computador suas dificuldades, seus anseios, porque do outro lado, sempre haverá alguém que sabe ouvir, que quer ajudar e que com certeza vai ter um lenitivo para sua dor, uma palavra de esclarecimento, uma indicação de leitura, uma cópia de uma bela oração ou simplesmente uma sentença, quem sabe essa: “Olá, minha amiga, prazer em te ler”.

Texto revisado por: Cris
Publicado dia 25/10/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 125



foto-autor
Autor: Wilson Francisco   
Terapeuta Holístico. Desenvolve processo que faz a Leitura da Alma; Toque Quântico para dar qualidade à circulação e aos campos vibracionais; Purificação do Tronco Familiar e Cura de Antepassados para Resgatar, Atualizar e Realizar o Ser Divino que há em você. Agendar pelo WhatsApp 011 - 959224182 ou pelo email wilson153@gmail.com
E-mail: wilson153@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa