auravide auravide

POR QUE ATRAÍMOS RELACIONAMENTOS DESTRUTIVOS?

por Valéria Bastos

Publicado dia 31/3/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Os padrões comportamentais são estruturas complexas e imprevisíveis que se formam a partir de repetições compulsivas e, muitas vezes, inconscientes. Pensamentos, palavras e ações expressos de maneira irrefletida, sistemática, sem intenção, ocorrem a todo instante e nem sempre condizem com o nosso real sentimento e desejo.

Ao reagirmos negativamente a atitudes de outras pessoas sem darmos conta disso, dizermos o que não queremos de fato ou ferirmos e magoarmos alguém de quem gostamos, estamos nos deixando levar por mecanismos internos de reação a algo que já foi experimentado muitas vezes. A tendência é seguir o primeiro impulso e soltar a carga sem pensar, o que acaba tendo um peso ou conseqüência além do que a situação enseja.

Quando se está atento e já se conscientizou desse comportamento desequilibrado, vem o arrependimento, a culpa, a auto-punição, dor e sofrimento, mas é tarde. No entanto, quando estamos excessivamente identificados com a máscara e mentimos para nós mesmos, fingindo não sentir, o problema e o culpado são sempre os outros. O orgulho fala mais alto e não voltamos atrás nem para refletir um pouco sobre nossos atos e emoções descontroladas. É mais fácil, claro, e preferimos seguir o caminho do menor esforço, daquele velho e conhecido jeito de ser.

Esse é um drama humano – samsara - ciclos de vida e morte. E não se trata apenas da morte que se passa no fim da vida física. São as pequenas mortes de todos os dias: as mortes do ego, da esperança, do desejo de ser feliz, do amor próprio, da auto-imagem idealizada, dos sonhos! Tudo isso maltrata, dói e fere a alma profundamente. Uma vez ferida, percorre incessantemente inúmeras vidas em busca de curar as dores que se agigantam, sem fim.

Esses ciclos parecem infindáveis e, na verdade, são mesmo! A menos que a personalidade atual decida conscientemente se enfrentar para romper e liberar padrões doentios da alma, repetirá outros tantos processos semelhantes. A lei de causa e efeito rege o caminho do Ser com sabedoria e isenção. O resultado das nossas ações nos retorna na mesma freqüência e intensidade, seja em que tempo for, nesta ou em outra vida. E como vivemos padrões antagônicos - ora de vítima, ora de algoz - na tentativa insana de nos livrarmos do sofrimento, não é garantido vivermos situações felizes e harmoniosas num outro tempo.

Mas, afinal, por que atraio relacionamentos destrutivos? Para confirmar a crença de que não mereço ser feliz? Para me punir? Para assumir o papel de vítima e ganhar a atenção de outras pessoas? Para me vingar de algo inconsciente? Como forma de aprendizado, crescimento e oportunidade de autoconhecimento? Sim, pode ser uma dessas respostas ou algumas delas, combinadas entre si. E isso tem a ver, necessariamente, com vidas passadas? Certamente, pois carregamos conteúdos inconscientes que são reprisados como pensamentos, palavras e ações, do lixo que ficou armazenado internamente no psiquismo.

Nossa mente nos leva de um lado para outro e estamos à mercê dela. Há alguma dúvida disso? Se refletirmos um pouco sobre a vida que levamos e o nosso jeito de ser chegaremos à conclusão de que há algo obscuro e abstrato em nós que não conseguimos enxergar com clareza. Como se alguns sentimentos e emoções de repente não fizessem sentido e não soubéssemos exatamente de onde vêm e como cessá-los; parecem mais fortes que nós. E não fazemos ainda por não conseguirmos transmutar as cargas pesadas de ontem e do quantum energético originado, de maneira consciente e voluntária, sem auxílio de um recurso terapêutico.

Dentro da terapia de regressão, na medida em que se revive a experiência do passado que resultou determinado distúrbio, pode-se ver com clareza os porquês de certos comportamentos na vida atual. Por isso a TVP é um caminho seguro, um bom caminho para compreendermos a razão de atrairmos relacionamentos destrutivos que nos fazem sofrer e obtermos as respostas das inquietações que nos afligem. O acesso a vidas passadas permite compreender, liberar cargas traumáticas e integrar novas referências à estrutura psíquica do Ser. Desta forma, ao deixar de nos identificar com as personalidades desarmônicas interferem negativamente no nosso comportamento atual, nos tornamos mais autênticos, seguros e comprometidos com nosso processo de autoconhecimento e crescimento espiritual.

Obviamente não existe mágica em se tratando de cura e transformação pessoal, especialmente relacionado a processos profundamente enraizados no inconsciente humano e planetário. É necessário um intento sincero e real e o paciente precisa estar atento aos diversos bloqueios e sabotagens subjacentes que se intensificam na medida do movimento em direção à liberação das cargas. Quanto mais se aproxima de algo latente, mais fortes são esses impedimentos inconscientes.

Como só existe um caminho, o da evolução, é bom decidir por ele e avançar logo, sem perder mais tempo do que já foi perdido! Sem medo, nos enfrentando e acolhendo as situações e pessoas que passam no nosso caminho, pois a vida nos coloca diante das experiências que mais necessitamos para nosso aprendizado.

A Terapia de Vidas Passadas oferece a oportunidade de traçar um mapa seguro para sair do trilho que leva sempre ao mesmo destino e caminhar por outras trilhas com mais consciência, liberdade e felicidade.

VALÉRIA BASTOS
Terapeuta Holística
Terapia de Vidas Passadas, Florais, Cromoterapia, Xamanismo, Cura com Cristais e Aromas
(61) 9217.1295
Sessões individuais:
CLN 309 bloco C sala 218 – Ed. Manhattan Center - Brasília/DF
[email protected]
Vivências e imersões:
Recanto do Arco-Íris, Chapada dos Veadeiros – Cavalcante/GO
[email protected]
Visite o site do autor para informações sobre a Agenda no Recanto.

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 70

foto-autor
Sobre o Autor: Valéria Bastos   
VALÉRIA BASTOS - Terapeuta Holística - Constelação Familiar, Terapia de Vidas Passadas, Deep Memory Process (Processo de Memória Profunda), Resgate de Alma, Captação Psíquica, Facilitadora de Grupos, Xamanismo. (61) 99217.1295 SEPN 513 Bloco A Sala 112 - Ed. Bitar 1 - Asa Norte - Brasília/DF
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Qual é a sua ambição?
artigo Porque estamos novamente falando da Era de Aquário?
artigo O Universo num Corpo Humano
artigo A noite escura, de são joão da cruz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa