auravide auravide

Por que razão você planeja fazer uma coisa e na hora de agir faz outra?



Neste artigo você vai entender como funciona um problema comportamental que atrasa a vida de muitas pessoas e o que você precisa fazer para identificá -lo e começar já a resolvê-lo de forma estratégica, simples e prática.

Mas antes de entrarmos no assunto e avançarmos para a parte mais prática, gostaria de lhe fazer algumas perguntas e lhe convidar a respondê-las com sinceridade, pois suas respostas irão influenciar no resto da leitura e poderão ser um primeiro passo para uma grande mudança em sua vida.

Vamos às perguntas: 

- Como sua vida poderia estar hoje se você tivesse feito tudo que planejou fazer nos últimos 2 a 5 anos?

- O que seria diferente na sua vida pessoal? E na sua vida profissional? Na financeira? Na emocional? Nos relacionamentos?

- Quantas vezes você iniciou uma tarefa ou projeto e simplesmente parou no meio?

- Como sua vida poderia estar diferente hoje se tivesse concluído o que começou?

- Quantas vezes só esta semana você já disse que iria fazer algo e simplesmente não fez? E este mês, quantas vezes você agiu assim? E nos últimos 12 meses (1 ano), quantas vezes você agiu dessa forma?

- O que você já perdeu ou deixou de ganhar por se comportar desta forma?

Se você vem repetindo esse padrão de comportamento já há meses ou anos, é possível que você esteja vivendo um padrão comportamental de autossabotagem e sofrendo com as consequências disso.

A autossabotagem acontece quando planejamos fazer algo importante e simplesmente deixamos de fazer o planejado. Isso acontece devido a conflitos internos em nossa forma de pensar, sentir e agir que nos levam a associar dor e prazer a uma mesma ideia ou projeto. A ideia da dor nos faz querer desistir e a ideia de prazer nos faz querer seguir em frente.

Na prática entramos num processo de pensar demais, exigir demais de nós mesmos, focar nas dificuldades, nas dúvidas e nos medos e deixar isso falar mais alto que o prazer, a satisfação e os ganhos que teríamos se apenas cumpríssemos com o planejado.

O resultado da autossabotagem é você acabar simplesmente perdendo boas oportunidades em várias áreas da vida, viver uma série de frustrações, sentir um cansaço quase que constante devido a ficar arrastando por anos muitos projetos iniciados e não concluídos, além de viver sentindo fadiga mental, falta de energia, desmotivação, estresse, desânimo, falta de vontade de fazer as coisas acontecerem, impaciência, ansiedade e falta de perspectiva de crescimento futuro ou de mudanças em sua vida atual.

Você está vivendo algum desses estados acima?

Saiba que eu também já passei por isso e quando tomei a decisão de mudar aquela realidade eu entendi que precisava em primeiro lugar buscar ajuda, apoio e orientação, e assim fiz.

A partir das orientações e ajuda que recebi, aprendi a me conhecer melhor, trabalhar minha inteligência emocional, entender o que me motivava, o que me desmotivava, quais ajustes eu precisava fazer em minha forma de pensar, no meu comportamento, na minha forma de lidar com as minhas emoções e como eu poderia começar a fazer isso de forma estratégica.

O que eu vou compartilhar com você agora é um resumo de 7 passos para lhe ajudar a identificar e começar a sair de um padrão comportamental de autossabotagem,  se tornando uma pessoa que cada vez mais realiza seus planos, conclui o que inicia e realiza seus projetos.


Passo 1 – Aprenda a identificar um padrão de autossabotagem

 - Reserve uns 5 a 10 minutos do seu dia e faça o exercício de buscar em sua memória quantas vezes no dia, na semana, no mês e no último ano você simplesmente disse que iria fazer uma coisa, se comprometeu e na hora simplesmente não fez ou decidiu fazer outras coisas, mudou o plano.

- Se você vem fazendo isso repetidamente, ligue o alerta máximo!

- Faça uma lista do que você perdeu ou deixou de ganhar por não ter cumprido o planejado.

- Liste também quais foram as suas justificativas para ter agido como agiu.

- Pessoas com padrão de autossabotagem podem ser tonar especialistas em criar “desculpas”, justificativas para abandonarem um projeto no meio, para nem iniciarem ou simplesmente trocarem por outro com o argumento desse outro ser melhor nesse ou naquele aspecto. Só que passa um tempo e elas geralmente repetem a mesma atitude com o tal projeto melhor.

Dica - Tudo que iniciar, conclua. Se começou a ler, termine. Se prometeu, cumpra.

Passo 2 – Iniciar um processo de mudança comportamental - Precisamos entender o que nos leva a agir dessa ou daquela forma, o que nos motiva ou desmotiva, o que nos faz sentir segurança e o que nos deixa com dúvidas e medos.

- Uma atitude muito inteligente e estratégica que podemos adotar para isso é fazer uma Análise de Perfil Comportamental, pois assim descobrimos mais a fundo como funciona nossa forma predominante de pensar, sentir e agir, e conseguimos entender melhor como os nossos valores intrínsecos nos influenciam em nossas decisões diárias. A partir daí, com base nas informações da análise podemos fazer um alinhamento estratégico entre aquilo que nos motiva a agir e as realizações que estamos buscando alcançar.

Dica - Entre em contato comigo e me pergunte como funciona a Análise Comportamental

Passo 3 – Aprenda a lidar com suas dúvidas e medos de forma positiva

- A dúvida geralmente precede o medo, especialmente o medo do desconhecido, de não saber o que vem depois, se vai dar certo ou não.

- Para muitas pessoas, a necessidade de controle gera um estado de ansiedade crescente que pouco a pouco vai se mostrando em forma de medos e mais medos e que podem fazer até a pessoa adoecer.

- Aprenda a focar sua mente no momento presente e procure se ater apenas aos fatos, sem ficar interpretando tudo ou tentando imaginar futuros negativos.

- Quando surgirem os pensamentos de dúvidas e medos, pergunte-se o seguinte:

1) Estes medos são de coisas reais que estão me ameaçando agora ou são frutos da minha imaginação tentando me proteger de possibilidades futuras?

2) Se forem reais, do momento presente, liste o que você pode fazer hoje para ficar tudo bem e faça. Após isso, apenas procure relaxar e deixe fluir.

3) Se forem medos de possibilidades futuras, entenda que nem você e nem ninguém consegue controlar o futuro, então, foque no presente e viva o dia de hoje da melhor maneira possível.

Passo 4 – Prepare um Plano de Ação e Apenas Siga o Planejado

- Ter um bom plano de ação a seguir é algo que traz uma sensação de segurança, bem-estar e confiança de que vai dar tudo certo da melhor maneira possível.

- Com um plano de ação você consegue ver claramente os passos a seguir e quais resultados dependem especialmente de você e quais estão fora do seu controle.

- Ter um plano a seguir ajuda a manter a mente focada no momento presente.

- Foque nas ações diárias e não nos resultados, pois suas ações estão sob o seu controle, já os resultados finais podem depender de outros fatores.

- Procure trabalhar mais objetivos de curto prazo, de até 30 ou 90 dias no máximo, pois isso ajuda a evitar a ansiedade e a recompensa chega mais rápido.

- Foque na realização de tarefas diárias, apenas um dia de cada vez.

- Defina prazos para concluir suas tarefas e se organize para cumprí-los.

- Estabeleça recompensas diárias e semanais para você se dar de presente por ter honrado seu planejado e cumprindo a sua parte.

Dica - Se não souber como elaborar seu plano de ação entre em contato.

Passo 5 – Pratique a “nutrição mental”

- A mente humana é como um grande terreno onde tudo que é plantado gera frutos, sejam negativos ou positivos. Portanto, preencha sua mente com o máximo de sementes positivas que você puder em vários momentos ao longo do dia.

- Precisamos adotar o hábito de higienizar a nossa mente todos os dias, assim como fazemos com o nosso corpo, nossas roupas e nossa casa. Se deixarmos nossa mente cheia de lixo mental isso acabará contaminando nossos sentimentos, poluindo nossas emoções e por fim produzindo comportamentos tóxicos para nós mesmos e para as pessoas ao nosso redor.

- Evite pessoas negativas e noticiários especialmente logo de amanhã e antes de ir dormir. Fuja de conversas sobre problemas que você não pode resolver. Evite lugares e pessoas que tem a tendência de alimentar medos e crenças negativas e limitantes.

- Procure se relacionar mais com pessoas alto astral, que buscam compartilhar boas energias e conhecimentos úteis, positivos e transformadores.

- Proteja sua mente e suas emoções cercando-se do máximo de boas energias que puder.

Dica - Pratique algum tipo de meditação diariamente, palavras de afirmação, exercícios físicos, Yoga, Tai Chi Chuan, leia livros edificantes, escute músicas tranquilizantes e positivas, pratique dança, aprecie a natureza, as obras de artes, busque nutrir sua mente com cultura de qualidade e suas emoções com relacionamentos que trazem paz e bem-estar. Alimentação física saudável também ajuda muito no bem-estar diário e desenvolvimento espiritual também.

Passo 6 – Encontre o seu “Porquê”

- Quando você tem o entendimento claro do porquê está fazendo algo, mesmo que fatores externos surjam ao longo do processo, a sua razão para agir te motiva a seguir em frente, com foco e determinação, aconteça o que acontecer.

- Por que é importante para você alcançar o objetivo definido?

- O que você irá ganhar com essa conquista?

- Como você irá se sentir quando chegar lá?

- Como sua vida irá mudar no curto, médio e longo prazo por você ter concluído o que começou?

Dica - Pense em como a conquista desejada vai lhe ajudar a melhorar seu relacionamento com quem você ama ou lhe deixar mais perto do que você tem de mais importante em sua vida.

Passo 7 – Faça o Diário de Bordo

- Outra ferramenta que com toda certeza pode lhe ajudar a se manter no foco, evitar a autossabotagem e avançar dia após dia de forma estratégica é o Diário de Bordo.

- Ao final do dia, responda o seguinte:

1) Por que valeu apena para você viver o dia de hoje? – Pratique a gratidão. Agradeça.

2) Se você pudesse voltar no tempo e mudar algo que viveu hoje, o que você faria diferente e por quê? – Coloque essa melhoria em prática no dia seguinte.

3) Liste 6 ações estratégicas que irá realizar amanhã para avançar com o seu projeto.

Dica - Se sentir que precisa de mais orientações e atenção personalizada, não perca tempo, entre logo em contato. Não buscar ajuda é uma atitude típica de autossabotagem.

Lembre-se sempre que são as ações que geram os resultados, portando faça acontecer.

Agora que você entendeu como funciona esse processo da autossabotagem e o que fazer para começar a mudar esse comportamento, defina quais serão as suas 3 primeiras ações para iniciar seu processo de mudança.

Antes de concluir, gostaria de lhe fazer um pedido, se fizer sentido para você, responda nos comentários porque valeu apena para você ler este artigo.

Seu comentário é de grande valor para mim e me ajuda a definir o conteúdo dos meus próximos artigos e vídeos.

Aproveite a energia do momento e faça isto agora!

Caso tenha ficado com alguma dúvida ou queira conversar melhor a respeito é só clicar no link abaixo me chamar diretamente no WhatsApp ou Instagram.

Contatos - www.flow.page/leandrolimacoach

Muito obrigado, um forte abraço e até nosso próximo encontro.

Leandro Lima – Análise Comportamental, Coaching e Mentoria

“O coaching focaliza possibilidades futuras, não erros passados.” – John Whitmore

Texto Revisado

Publicado dia 5/2/2021
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 23



foto-autor
Autor: Leandro Lima   
Leandro Lima - Analista Comportamental, Coach e Mentor - Idealizador do Programa Escalar - Escritor coautor em 7 livros de Desenvolvimento Humano, dentre eles os livros "Coaching - A Arte da Superação!", "Empreendedorismo - O poder da mudança", "Estratégias de Vencedores" e o mais recente que é o livro "Transformando Motivação em Hábitos
E-mail: leandrolimacoach@hotmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa