auravide auravide

Qual é o valor do seu trabalho?


Facebook   E-mail   Whatsapp

Atendo várias clientes executivas de multinacionais e vejo inúmeras diferenças de atitude entre elas. Uma das principais é a valorização de seu trabalho. Enquanto algumas não se intimidam em pedir aumento sempre que julgam necessário, outras se sentem muito constrangidas ao pensar em se dirigir a seu superior para solicitar um aumento. Por que isto acontece?
Há inúmeros fatores que impedem alguém de receber de acordo com seu talento e capacidade produtiva. O principal motivo é, sem dúvida, a baixa autoestima. Se você não estima a si próprio, ninguém o estimará, pelo menos não da forma que você realmente merece. Mas isso seria assunto para sessões de TFT/EFT ou Constelação Familiar. O que quero dar aqui é uma dica rápida que, creio, ajudará a todas as pessoas que não conseguem mensurar o valor do próprio trabalho por uma questão de foco.

Questão de foco?
Sim, foco.


Quando você deseja pedir um aumento, o faz geralmente porque seu salário não dá mais conta de suas despesas (afinal, a inflação está de volta); porque sua carga de trabalho está grande demais; porque você gostaria de realizar aquele sonho de comprar um carro zero ou porque o seu trabalho é tão chato e as pessoas que trabalham com você tão mal humoradas que você acha que merece um aumento somente por ter que aturar isso tudo.
Até aí tudo bem, cada um pede aumento de salário pelos motivos que lhe apetecer! A questão de foco está na valorização do que você faz. Uma de minhas clientes queria pedir aumento, mas me dizia: “Eu trabalho tão poucas horas, apesar de ser muito elogiada não me sinto bem em pedir aumento”.

Veja como o foco no lado errado da questão leva uma pessoa a desvalorizar seu trabalho:
Esta minha cliente trabalha 4 horas por dia, é elogiada e considerada a melhor profissional de sua área na empresa, mas ao invés desses dados serem computados a seu favor, ela computava contra! Então,eu a questionei: “Quer dizer que seus colegas de trabalho levam 10 -12 horas para entregar o que você entrega em 4 horas e, portanto, como trabalharam mais horas, merecem aumento de salário e você não”?
Ela se deu conta de que nunca havia pensado sob este ângulo, apenas se sentia culpada por trabalhar tão pouco. Nunca focou no resultado, no valor do que ela entregava aos clientes da empresa e em tempo recorde.

Se você não consegue estabelecer o valor real do seu trabalho é porque está focando no processo e não no resultado. Mas quem lhe paga quer saber dos resultados, é somente isto o que importa no final de tudo.
Quanto vale para seu cliente, seu patrão, sua empresa, o que você produz, o que você entrega a ele? É a partir deste foco que você conseguirá definir se está ou não na hora de pedir um aumento de salário. O mesmo vale para os profissionais autônomos. O quanto vale para meu cliente o que eu entrego a ele? Quanto eu mesmo estaria disposto a pagar por isso?

O valor de qualquer coisa deve ser definido sempre pelo benefício que proporciona a quem está adquirindo aquilo. Faça esse teste, mude seu foco e reveja seu pensamento sobre o valor do seu trabalho.


Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 43


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Patrícia Donban Machado   
Terapia com Constelação Sistêmica Familiar (individual ou em grupo); Terapia TFT e EFT presencial ou via skype; Tratamentos com Mesa Radiônica; Coaching. Email: [email protected] Site: www.curandosuavida.com.br Cel/Whatsapp: 11 9608-99945
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa