auravide auravide

Quando a reencarnação entrará na psicologia?



Quero iniciar esse artigo com um trecho do livro “Obreiros da Vida Eterna”, de André Luiz. É uma palestra do Dr. Barcelos, psiquiatra desencarnado, registrada no livro “Nosso Lar” (pág. 32-34):

..."Precisamos divulgar no mundo o conceito moralizador da personalidade congênita, em processo de melhoria gradativa, espalhando enunciados novos que atravessem a zona de raciocínios falíveis do homem e lhe penetrem o coração, restaurando-lhe a esperança no eterno futuro e revigorando-lhe o ser em suas bases essenciais.
As noções reencarnacionistas renovarão a paisagem da vida na crosta da Terra, conferindo à criatura não somente as armas com que deve guerrear os estados inferiores de si própria, mas também lhe fornecendo o remédio eficiente e salutar...
Falta aos nossos companheiros de Humanidade, o conhecimento da transitoriedade do corpo físico e o da eternidade da vida, do débito contraído e do resgate necessário, em experiências e recapitulações diversas...
Faltam às teorias de Sigmund Freud e seus continuadores a noção dos princípios reencarnacionistas e o conhecimento da verdadeira localização dos distúrbios nervosos, cujo início muito raramente se verifica no campo biológico vulgar mas quase que invariavelmente no corpo perispiritual preexistente, portador de sérias perturbações congênitas, em virtudes das deficiências de natureza moral, cultivadas com desvairado apego, pelo reencarnante, nas existências transcorridas".


Quando a Reencarnação entrará na Psicologia? E por que ela deveria entrar nessa Instituição? Na nossa opinião, e de muitas pessoas em todo o planeta, a Reencarnação já está entrando na Psicologia, que em breve será reencarnacionista, com alguns núcleos de resistência em Faculdades ligadas a religiões não-reencarnacionistas.
O grande benefício da Reencarnação entrar na Psicologia é abrir as portas dessa arte para antes do nosso nascimento e para depois de nossa morte, a fim de nos ajudar a entendermos melhor nossa história, entendermos melhor porque nossa Alma precisou dessa infância, o que são as ilusões dos rótulos, das cascas, o que são os gatilhos, o que viemos aqui fazer, como podemos evoluir espiritualmente mais rápido, como podemos realmente aproveitar uma encarnação!

A evolução espiritual do ser humano é lenta porque, a cada encarnação, temos a sensação ilusória de que estamos vivendo uma “vida” e que tudo que temos de inferior em nossa personalidade e sentimentos foi criado na infância pelos “vilões”. Aliás, se mudássemos os termos “vida” para “passagem”, “nascimento” para “chegada” e “morte” para “subida”, daria uma idéia mais real de uma encarnação. Uma das finalidades da Psicoterapia Reencarnacionista é auxiliar as pessoas a recordarem-se de que somos Espíritos eternos, passando mais uma vez por aqui, que essa “vida” é apenas mais uma passagem, que descemos do Plano Astral e, um dia, vamos subir para lá de novo. E depois continuaremos a descer e a subir, descer e subir, descer e subir, até ficarmos puros.

O pilar básico sobre o qual fundamenta-se essa nova Psicologia, reencarnacionista, é a Personalidade Congênita, seguindo a orientação do Dr. Barcelos, e o trabalho principal do psicoterapeuta reencarnacionista é auxiliar seu paciente a recordar-se de que está aqui em busca da sua evolução espiritual, da purificação. Deve ajudá-lo a aproveitar essa atual passagem, a fazer uma releitura de sua infância a partir dos princípios reencarnacionistas, a entender a razão de nos reencontramos com seres com os quais trazemos conflitos de encarnações passadas, por que necessitamos passar por situações aparentemente negativas, desagradáveis, a Lei do Retorno, etc. Essas descobertas e constatações são o que pretendo transmitir, e espero sinceramente que as minhas reflexões sobre o conflito entre o nosso Eu Real (a Essência) e as ilusões do nosso Eu Temporário (a Personalidade terrena), ajudem as pessoas a encontrarem-se consigo mesmas e assumirem com mais confiança e determinação o objetivo final de todos nós: a evolução espiritual. Nada disso é novidade para as pessoas que acreditam na reencarnação; a novidade é que agora essas questões estão sendo colocadas na Psicologia, no consultório psicoterápico.

A Psicoterapia Reencarnacionista, a nova Psicologia baseada na Reencarnação, é a Terapia da Reforma Íntima, e veio para ajudar a nos libertarmos das ilusões e das fantasias terrenas e a nos apegarmos firmemente aos aspectos realmente absolutos e eternos do nosso Caminho. Ao seu tempo, essa visão reencarnacionista ajudará a Psicologia oficial a libertar-se das suas amarras. Os psicólogos e os psiquiatras que acreditam na Reencarnação não precisam mais se ater a uma visão que analisa a vida de seus pacientes apenas a partir da infância, pois essa nova Escola aí está, ao alcance de quem se interessar. Os cursos estão abertos, tenho escrito livros, realizado palestras, agora é uma questão de tempo. Em breve haverá duas Psicologias: uma lidando com essa vida apenas - para os profissionais que não acreditam na reencarnação, a ser utilizada nas pessoas que também não aceitam este conceito - e outra que lida com a vida eterna, que é a Psicoterapia baseada na Reencarnação, para quem acredita nela. É uma questão de coerência.


Publicado dia 5/4/2007
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 320



foto-autor
Autor: Mauro Kwitko   
CURSO DE FORMAÇÃO EM PSICOTERAPIA REENCARNACIONISTA E REGRESSÃO TERAPÊUTICA - Inscrições abertas Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Recife e Salvador
E-mail: mauroabpr@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa