auravide auravide

Quem não quer ser melhor?



Na loucura cotidiana em que se transformou nossas vidas, quando não sobra nenhum tempo para reuniões familiares, almoços e jantares em família, brincadeiras e liberdade de tempo, estamos provocando o afastamento entre os seres humanos, não só dentro das famílias como também nos relacionamentos de amizade e afetividade. Não há mais tempo para demonstrarmos nossas preocupações com amigos, parentes, nem tampouco fazermos visitas (somente as indispensáveis), pois temos que trabalhar, trabalhar, trabalhar...

Com esta atitude, consciente ou não, estamos criando um isolamento constante e cada vez mais, olhando apenas para nós mesmos e nossos próprios problemas. Muitas vezes, nem sabemos que nossos filhos têm problemas, que o nosso casamento está em crise, pois ao final de uma jornada de trabalho estamos mortos de cansaço e só pensamos em dormir para aguentar a batalha do dia seguinte e assim vamos empurrando vários problemas sem lhes dar o valor devido. Os parentes com idade avançada, então, estão completamente abandonados.

Não devemos pensar que tudo pode se resolver num passe de mágica, mas podemos ao menos minimizar a solidão, que é um fardo pesado, não só para as crianças, como para os idosos e também para aqueles que se encontram doentes e não conseguem acompanhar este ritmo frenético da vida moderna. Vários estudos e testes vêm sendo aplicados para essas pessoas, tornando suas vidas mais leves, mais úteis e principalmente menos solitárias.

Refiro-me à aquisição de um animalzinho de estimação (cão, gato ou outro que seja do agrado). Ao termos a presença de um animal em casa, a criança tem o seu potencial emocional e QI elevados, além de ajudar sensivelmente à crianças tímidas, que fogem de fazer novas amizades. A medicina, também, já descobriu a eficácia dos animais na saúde, tanto física, quanto psicológica, ajudando na depressão, na síndrome de pânico e noutros transtornos psicológicos, além de auxiliar na vontade de cura em pessoas com doenças físicas, pois estas passam a sentir-se responsáveis por um ser que delas depende.

Saiba que ao adquirir um animalzinho de estimação, este deverá vir por amor e para o amor. E, pode ter certeza: você irá se surpreender com a melhoria na qualidade de vida das pessoas que com ele vão conviver. E até aqueles que não conseguem tempo para nada, vão descobrir pouco a pouco, um tempinho para se divertir com as peripécias de seu mascote.

Texto revisado por Cris
Publicado dia 24/1/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 7



foto-autor
Autor: Edite Spiess Psicoterapeuta Holística   
Psicoterapia Holística Consultas com 1h de atendimento. Terapeuta em Florais de Bach,Magnetoterapia,Auriculo,Reflexologia,Cristalterapia e Cromoterapia, Numeróloga,Oráculos (on line) Cartas Ciganas, Tarô, Runas e Cromoterapia nominal, residencial e para sinastria. CURSOS ON LINE COM CERTIFICADO E RECONHECIMENTO DO SINDICATO DOS TERAPEUTAS.
E-mail: edites3@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa