auravide auravide

Reconectando através da oração



Jesus, o Nazareno, mestre dos mestres, já afirmava há mais de dois mil anos: "Pedi e obtereis!" O inolvidável condutor de homens e de almas lançava ao mundo mais um dos seus profundos e duradouros ensinamentos e, com a simplicidade dos sábios, mostrava-nos que aquele que sabe "pedir", pode obter "tudo" o que necessita para uma existência, uma jornada física digna, completa em todos os sentidos.

Questionado sobre o que seria esse "pedir", Jesus não hesita em responder que através da oração, do contato profundo da criatura com seu Criador, pode-se alcançar aquilo que frequentemente chamamos de "milagres". Sabemos, nos dias atuais, que "milagres" são acontecimentos aparentemente inexplicáveis à luz da ciência atual, fatos que desafiam os parâmetros dos cientistas, ainda presos ao cartesianismo dos laboratórios onde se exigem provas para a aceitação de fenômenos que, por sua própria natureza - origem extrafísica - não podem ser analisados por tecnologia preparada para alcançar, apenas, o universo físico.

Entretanto, apesar de todos os obstáculos, a afirmativa de Jesus desperta nas mentes mais avançadas da ciência terrena, o interesse em estudar os "efeitos terapêuticos" da oração na vida e saúde do ser humano. Diversas universidades americanas e inglesas, entre outras, têm realizado pesquisas sobre a questão da oração. O estudo leva em consideração desde a idade, sexo, status, nível de escolaridade até a religião adotada pelo pesquisado, e os resultados têm sido surpreendentes, pois que chegou-se à conclusão de que o grupo de pacientes possuidores do "hábito da oração", independentemente do credo religioso, recuperam-se muito mais rapidamente de diversos tipos de moléstias do que aquele que não adota a oração em suas vidas diárias.

Há vários fatores a serem considerados quando falamos da oração e, consequentemente, do que convencionamos chamar de "fé", combustível dela, a alma da oração. As pesquisas acadêmicas concluíram que a oração tem como efeito:
1. Pessoas da mesma comunidade religiosa, ao orarem em conjunto, estabelecem uma poderosa rede de suporte emocional entre seus membros, promovendo um apoio indispensável nos momentos difíceis de qualquer espécie;
2. A prece feita com "fé" - eu prefiro a palavra convicção que significa o conhecimento do que se faz - dispara um gatilho psíquico colossal, suficiente para fazer variar os níveis de alguns neurotransmissores, hormônios e imunomoduladores, importantes agentes químicos dos processos de cura;
3. O hábito de orar cria uma expectativa poderosamente otimista no futuro, o que demonstra uma personalidade disposta a superar os obstáculos que normalmente a vida propõe a todo ser humano;
4. Aqueles que são espíritas, espiritualistas de todos os matizes, sabem que durante o momento da prece ou oração "abrimos canais de comunicação" entre este mundo e outras dimensões, onde se encontram benfeitores espirituais sempre dispostos a nos orientar e assistir.

Voltando ao Mestre galileu, Jesus, em todos os evangelhos oficiais e nos apócrifos veremos que, nos momentos de crise e dificuldades - isso mesmo! Ele também teve grandes dificuldades! - Ele se colocava em oração, onde quer que estivesse, concectando-se com o Pai (cada um dará um nome a esse Pai), procurando no silêncio da prece, nos instantes de concentração da oração, obter harmonia e novas energias para continuar seu trabalho entre os homens.

A pergunta que muitos devem fazer a si mesmos é: Como devemos orar? A fórmula é simples, descomplicada, fácil e envolve muito mais um engajamento sincero no ato de orar - a prece feita "com o coração" - do que palavras decoradas ou posturas físicas préviamente escolhidas. Na oração, assim como na meditação, quando estabelecemos o contato com outros mundos interiores e exteriores, entramos nos estados alterados de consciência - ondas alfa e além - revolucionando nosso microuniverso interior; e para isso não existem maneiras pré=determinadas.

Experimente, faça, utilize a oração para se reconectar com seu "eu profundo", com seus benfeitores espirituais e com Aquele que gerou o universo. Depois conclua, com os resultados, o poder gigantesco da oração.

Texto revisado por Cris
Publicado dia 14/1/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 13




Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa