auravide auravide

SATURNO, PLUTÃO E A NOVA ORDEM ECONÔMICA

por Ana Lucia Vieira Santos

Publicado dia 18/10/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Com as últimas notícias relacionadas à instabilidade econômica mundial, não podemos esquecer que sob a influência de Saturno vivemos uma visão diferente da vida, mais influenciada pelo prisma de Virgem, que é onde Saturno está posicionado. Virgem é um signo de economia, de restrições, de excessiva contabilidade e poucos arroubos em negócios arrojados ou de risco. Com Saturno nessa posição é de se esperar lições de economia intensa até o final do período. Enquanto Plutão esteve em Sagitário pode ter havido ainda uma tendência à expansão, mas que foi barrada pela incursão de Saturno impondo uma realidade mais restritiva e dificultando um crescimento que poderia ser mundial. Em Dezembro, com a entrada definitiva de Plutão em Capricórnio, podemos esperar mais restrições ainda. Capricórnio é um signo de contenção e que sabe viver com pouco. Por ter uma atitude estóica contenta-se com poucos recursos até alcançar seus objetivos. Assim, por mais um ano teremos Saturno aliando-se a Plutão num trabalho de sustentação da vida econômica com visões mais contidas do que gostaríamos.

A frase que resume esta época poder ser: aprender a viver com a pobreza; sermos despojados do supérfluo e criarmos um mundo que essencialmente produza o que consuma, sem excessos e sem desperdícios.

O mundo está para entrar numa nova ordem econômica onde os efeitos do capitalismo começam a ser revistos. Plutão em Capricórnio e Saturno em Virgem, trabalhando com signos de Terra, trarão à humanidade uma visão mais prática e emergente do que é necessário ser feito para que a vida se desenvolva com expressão mais respeitosa e ecológica com a Natureza e com a vida em geral. Até 2024 a presença de Plutão em Capricórnio trará muitas condições restritivas, onde o poder estará ao lado daquele que sabe se contentar com pouco.

Agora, em 2008 e 2009, com Saturno em Virgem estamos só começando a ter essa visão diferente da necessidade de mudanças na condução das riquezas e economias dos países que dividem o Globo terrestre.Com o passar do tempo outras conjunções e situações astronômicas influenciarão a mente dos humanos para que busquem um novo caminho na condução de sua atuação no planeta. Sabermos que somos responsáveis pelo que acontece no planeta nos tornará mais preocupados em garantir a vida que aqui se manifesta, pois os primeiros a se prejudicarem com o desequilíbrio orgânico, seremos nós mesmos. A Natureza se refaz em condições adversas, mas a vida humana é única e especial na face da Terra e sem os elementos mínimos para sua sobrevivência estaremos fadados ao nosso próprio fim. Hoje é o dinheiro que começa a faltar - bolsas quebram, instituições se desmancham, fábricas fecham demitindo muitos funcionários e o povo começa a sentir que sem dinheiro não há alimento e sem terra saudável também não haverá como plantar. Acordar para as lições de poupança e responsabilidade que esses signos estão a influenciar sobre a Terra, pode nos ajudar a mudar em nossas próprias vidas um controle sobre o consumismo desenfreado.

Ao pararmos para pensar não estaremos tão envolvidos com a ostentação de posses, mas vivendo de maneira mais simples e saudável. Capricórnio e Virgem, signos de Terra, também podem significar abundância, mas sob uma atitude racional e lógica que vem após o domínio de situações difíceis. A humanidade está para entrar numa nova era e o período de Plutão em Capricórnio e Saturno em Virgem, com todas as restrições que trazem, pode ser um Portal de abertura para uma postura mais evoluída com a vida que partilharemos com todos os seres aqui neste planeta. Resistir às lições será impossível , mas compreende-las sob outra perspectiva, pode nos trazer a libertação e a renovação para quando Plutão entrar em Aquário, por exemplo.

Quem sabe, então, teremos, no final desta época, uma ordem econômica diferente, mais justa e também mais equilibrada no uso das riquezas, tanto monetárias quanto naturais, de cada região. E quem sabe sem tanta desigualdade social, o mundo poderá então assistir ao fim da violência que permeia nosso dia-a-dia. Numa sociedade mais justa todos podem prosperar e, na harmonia, viver integrados com a Natureza e com a expressão de vida Divina que também habita em nós.

Ana Lucia Vieira Santos
Assessoria Astrológica em geral
[email protected]
(11) 98286-9631


Texto revisado por Cris


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 49

foto-autor
Sobre o Autor: Ana Lucia Vieira Santos   
ASTROTERAPIA https://www.facebook.com/zodiana/
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa