auravide auravide

Se você não acreditar, nada em sua vida irá mudar...


Facebook   E-mail   Whatsapp

Há muito tempo perdemos a fé. Deixamos de acreditar no poder do amor, deixamos de acreditar na “magia”. A magia, a qual me refiro, é aquela que existiu num passado longíquo, não a magia dos contos de fadas (que tem um fundo de verdade, não na forma, mas na essência), mas a magia real, que existe a partir do poder da mente crédula e saudável, conectada com o coração, que faz acontecer e manifestar tudo da forma desejada. Porém, tudo ficou arquivado, abandonado e esquecido em nosso inconsciente, desde que fomos ameaçados, há muitos e muitos anos, pelo “sistema de controle” que tomou forma e poder e impera até hoje, mesmo que de forma oculta.
A magia tornou-se o mal. E o ceticismo, a religiosidade controlada e a ciência ganharam poder, sobrepuseram-se à magia natural e divina que todos carregavam, e passaram a ser o único “bem” aceito pela humanidade. Fomos forçados a deixar de acreditar; aquele que acreditava e, ainda, manifestava a magia, era visto como traidor, um ser maligno. Pelo medo que se espalhou contagiando toda a parte fraca da humanidade (aqueles que são “controlados pelo sistema de controle”) tudo se perdeu e, com o tempo, foi se apagando de nossa memória.

Foi mais fácil, mais seguro e menos doloroso deixar de acreditar e esquecer que um dia a “magia essencial” existiu, do que continuar acreditando, “magiando” e sofrendo as consequências das injustiças cometidas pelas mentes hipócritas e céticas daqueles que se dizem “donos da verdade”.
Esse “sistema de controle” ao qual me refiro, existe sim nos dias atuais e está muito mais próximo de você do que possa imaginar. Digamos que somos vigiados intimamente, 24h por dia, sem termos o mínimo de sossego para podermos nos aventurar aos caminhos que poderiam nos levar a acreditar novamente.

Hoje, aqueles que são os buscadores incansáveis, no fundo de seus corações, sabem que estão buscando a magia, estão fazendo de tudo para encontrar os caminhos que os levarão ao retorno à magia e, principalmente, ao retorno ao direito de acreditar e praticar a magia sagrada. Porém, mesmo estes incansáveis e corajosos aventureiros, sem que tenham consciência, sempre que esbarram em algum vislumbre das verdades que os levarão para mais perto do poder da magia que ainda existe, mesmo que somente em potencial vibracional, sentem um medo absurdo, que não percebem, mas que os desvia do caminho, os bloqueia ou os paralisa. Naturalmente, inconscientemente, sustentam esse medo pois este os protege e os afasta do caminho que tanto buscam, mas não encontram ou quando encontram paralisam de medo. É um ciclo sem fim que só traz sofrimento, agonia e insatisfação na vida de todos.

Mas, quando alguns buscadores mais atrevidos e que não querem parar e nem se deixar paralisar por qualquer força contrária, mesmo pelos seus medos mais sombrios e paralisantes, aqueles que não se importam com as consequências de seus intentos, atos e avanços, sempre acabam chegando um pouco mais além do que a maioria. Estes, então, encontram verdades poderosas, descobrem muito de seu “passado” –em outras vidas– acessam informações superiores sobre as verdades da vida, e tudo o mais que lhes mostre o poder da magia que um dia existiu e foi praticada, e que existe ainda hoje, mas abandonada. Estes se encantam e até mesmo se “assombram” e ficam deslumbrados com todas as informações que acessam e recebem, as quais são verdades incontestáveis por toda a forma como lhes é apresentada e por todo o sentido que trazem para suas vidas, no momento em que estão vivendo a experiência de acessar essas verdades. Muitos obtêm essas informações divinas através de alguns seres que tem o potencial de acessar verdades “proibidas e ocultas”, existentes em potencial vibracional e, também, tem o potencial para acessar verdades provenientes de outras dimensões, que contém verdades elevadas, de outras esferas de luz e informação. Enfim, estes seres que têm essa capacidade de captar e acessar informações multidimensionalmente, trazem para esses buscadores que “se atrevem” a chegar a este nível de possibilidades de conhecimento e conseguem obter muito mais informações sobre sua vida presente, suas vidas passadas, sobre sua jornada enquanto alma que contém um grande plano desenvolvido em várias existências, recebem informações de sua origem enquanto alma (que escolhe o tipo de ambiente e “lugar” ideal para começar sua grande jornada –em algum reino, galáxia ou universo) e, além de tantas outras informações sagradas, recebem um mapeamento dessa grande jornada que sua alma vem desenvolvendo desde o inicio de sua “existência individualizada em essência”.

Enfim, conseguem encontrar as informações mais adequadas e preciosas que estão disponíveis para eles no momento em que as acessam, pois existe neles a prontidão não só para receber as informações sagradas, como principalmente, para utilizarem essas informações para então compreenderem melhor sua vida presente, encontrar um novo sentido para sua jornada atual e, de alguma forma, sentirem-se fortalecidos para voltarem a acreditar na magia e em seus potenciais sagrados que estão mais desenvolvidos, para fazer a magia acontecer em suas vidas.
Porém, sabe o que acontece quando estas pessoas conseguem encontrar estas divinas respostas e poderosas informações? NÃO FAZEM NADA COM ELAS! Ficam paralisados pelo ceticismo interno que se manifesta com todo o seu potencial. Percebem todo o poder e todo o sentido de tudo o que receberam de informações e é espantoso até, observa-los e perceber a paralisia que os acomete, a rigidez mental que os bloqueia e a forma desdenhosa até com que tratam dos conteúdos tão divinos que lhes foram entregues, por suas almas, através deste ser que tem o potencial para captar e acessar essas informações sagradas. Muitos se sentem impactados e encantados com tudo o que “ouvem” no momento das informações que recebem transmitidas verbalmente por esse ser; naquele momento, eles sentem, sabem e percebem essas verdades, sabem do que se trata, sabem que é a mais pura verdade sobre sua realidade espiritual. Mas assim que se deixam envolver por suas mentes, entregam-se ao ceticismo confortável e deixam todas aquelas maravilhosas preciosidades “manifestadas pela força vibracional da palavra” no “plano da fantasia”.
Ao se retirarem do local onde encontraram finalmente as verdades que tanto buscaram, começam um processo de esquecimento e o fazem sem que percebam. Por pouco tempo, duram os efeitos poderosos daqueles momentos de expansão de consciência em que eles vivenciaram e foram conduzidos a “passear” por todas as dimensões que foram acessadas e exploradas. Esquecer é mais fácil. Voltar a pensar que “não encontraram o que estavam buscando” é sempre a escolha mais simples da covardia que os acomete. Acreditar e sustentar a força dessa credulidade é algo muito difícil.

O difícil não é apenas resgatar a magia, pois muitos poderão acessar, lembrar e voltar a praticar a “magia sagrada”, mas se não houver crédulos em número suficiente para sustentar a força de uma nova egrégora, que, além de ajudar a despertar para a magia e para a credulidade, também irá “proteger” os crédulos, não somente contra os ataques do sistema de controle, mas também dos ataques autopraticados pelo cético rígido que cada um contém dentro de si. É este cético interno que nos delata ao sistema de controle. Portanto, quando decidimos voltar a acreditar, começamos um processo de tirar o poder absoluto que o cético interno tem sobre nós. Quando este cético perde o poder, começamos a nos dar o direito de acreditar. Então, o crédulo, trancafiado e atrofiado que existe dentro de nós, poderá finalmente começar a se curar e a se fortalecer. A credulidade consagrada e aceita por nós é a nossa única e melhor proteção.
Os céticos, que comandam o sistema de controle oculto, só conseguem “farejar” e alcançar os incrédulos, que querem acreditar, mas que ainda são prisioneiros do medo de voltar a acreditar. Quando muitos voltam a acreditar e fortalecem os crédulos internos, a egrégora também se fortalece, “protegendo” ainda mais aqueles que resolveram abraçar a “causa do retorno à credulidade” para que esta se fortaleça e ganhe poder para então poder renascer no coração dos que anseiam por voltar a terem o direito de assumir seus poderes mágicos, seus potenciais e dons sagrados. Acreditando!

Isto é muito lindo e muitos poderão se emocionar e/ou sentir o poder destas verdades. Mas o que será que virá a seguir? Infelizmente, com certeza, após lerem este texto e ficarem tocados em seus corações desejosos de voltarem a expressar suas forças sagradas, deixarão estas informações armazenadas nas prateleiras do inconsciente, no lugar escrito: “fantasias”. E, assim, mais uma vez, foi em vão que alguém teve a intenção de despertar a fé, a credulidade e a magia nos corações aflitos, que só são aflitos porque fogem de si mesmos e de suas verdades sagradas ou, quando as encontram, ficam maravilhados, mas nada fazem com elas a não ser arquivar, orgulhosamente, estas verdades nas prateleiras da vaidade do ego que diz: viu só como sou poderoso? Viu só como já vivi experiências em que fui um poderoso mago (p.ex.)? E, em seguida o ego diz: mas, infelizmente tudo foi num tempo passado e agora não passa de ilusão e fantasia.
E, assim, morre mais uma vez a esperança de que a egrégora da credulidade e da magia poderá se formar e ser novamente uma força sagrada e poderosa que sustentou e apoiou tantos seres mágicos no “passado”.
De minha parte, confesso que fico bastante triste cada vez que uma pessoa que vem a mim e recebe tantas informações divinas e sagradas sobre suas verdades mais elevadas e, depois de toda a explanação, simplesmente dizem: interessante essa colocação, faz sentido! Interessante e faz sentido? E nada além disso? Não, nada além disso essa pessoa se permite avançar. Até hoje, após tantos anos “despertando as pessoas para seus potenciais sagrados”, ainda me entristeço e não dá para ser diferente, pois apesar de compreender o que acontece com essas pessoas (com certeza não as julgo porque sei o que vai em seus corações), sinto que estamos ainda muito longe de voltarmos a viver a partir do amor e da magia deste poder. Estamos muito distantes de resgatarmos o poder da credulidade, pois muitas pessoas escolhem esquecer novamente, sempre que conseguem acessar e lembrar “quem realmente são e o que vieram fazer aqui na Terra” neste momento tão importante para a humanidade.

Mais do que orientar e despertar as pessoas para seus dons, poderes e potenciais, sinto que tenho a missão de ACREDITAR. Isto é o mais difícil para todos nós. Eu acredito na magia e no retorno às nossas forças originais, provenientes de nossa essência divina. Sei que alguns outros poucos seres espalhados pelo planeta também acreditam, mas isto ainda é muito pouco. Sei também que muitos “querem acreditar” e se esforçam para isso, o que já é um começo. A egrégora é muito fraca ainda e precisa de mais crédulos verdadeiros, dispostos a arcarem com as consequências dessa credulidade, que não são consequências maléficas reais, mas como a incredulidade e o ceticismo são potencialmente muito mais rígidos e fortes dentro do inconsciente coletivo, que emanam informações de que “é perigoso acreditar”, isso faz com que tenhamos medo de acreditar, ou melhor, de ousar acreditar, correndo os riscos de consequências gravíssimas que todos aqueles, que um dia acreditaram, sofreram no decorrer da história da humanidade. Assim, mesmo com toda a vontade de acreditar e, muitas vezes, quando encontram as verdades que tanto buscam e que mostram, por si só, o quanto são reais, ainda assim, é muito difícil sustentar a crença, manter essas verdades nas prateleiras da credulidade consciente.
Portanto, se você é um incansável buscador, mas nunca acredita de verdade nas poderosas verdades e respostas que encontra, saiba que nunca se sentirá feliz e satisfeito, pois a ‘parte’ de você, a que acredita com todo o poder do amor, está muito enfraquecida, enquanto o cético dentro de você assume totalmente o comando de sua vida, descartando ou deixando de lado tudo aquilo que classifica como ilusões e fantasias tolas.

Enquanto você não se propuser a acreditar de verdade e enquanto não se propuser a se questionar “por que não acredita”, você nunca saberá, nunca conseguirá sentir e reconhecer que já encontrou muito de suas preciosas verdades e, mais do que isso, nunca conseguirá apreciar e utilizar essas poderosas ferramentas em sua vida, para se “desconstruir no ceticismo e nas ilusões do ego”, para se “reconstruir no poder da credulidade e da magia” que existem em abundância em seu coração.
Está em suas mãos. Se não está disposto a reconhecer quando realmente encontrou as suas “verdades sagradas” para nunca ter que se propor a utiliza-las, então pare de fingir que está buscando, pois você busca para não encontrar ou busca e encontra, mas para nunca acreditar. Será um ciclo sem fim em sua vida. A proposta mais desafiadora que você deve se fazer imediatamente é: se propor, verdadeiramente, a voltar a acreditar! Com urgência! Há uma poderosa sabedoria dentro de você que o ajudará, natural e não racionalmente, a encontrar a força em você e tudo o mais que você precisa para finalmente voltar a ACREDITAR! Vá em frente!

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 95


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Teresa Cristina Pascotto   
Atuo a partir de meus dons naturais, sou sensitiva, possuo uma capacidade de percepção extrassensorial transcendente. Desenvolvi a Terapia Transcendente, que objetiva conduzir à Cura Real. Atuo em níveis profundos do inconsciente e nas realidades paralelas em inúmeras dimensôes. Acesso as multidimensionalidades Estelares. Trago Verdades Sagradas.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa