auravide auravide

Século XXI: nada será como antes!


Facebook   E-mail   Whatsapp

"A sabedoria me diz que não sou nada. O amor me diz que sou tudo. Entre os dois a minha vida flui". (Nisargadatta Maharaj)

Ultimamente, vários autores tem abordado o tema "A Fase de Transição Planetária", assunto que requer atualização de informações relacionadas a novos fatos que ocorrem constantemente no convívio humano. Fatos que dizem respeito ao dia a dia das pessoas comuns e que chegam a nós através de mensagens virtuais ou relatados nos consultórios de psicoterapia, como o caso da jovem leitora do STUM que me escreve relatando a sua situação. É o que veremos a seguir, na íntegra.

"Desde pequena tenho, digamos, uma sensibilidade para perceber certos acontecimentos que fogem ao nosso conhecimento, tornando-os sem explicação. Mas existe um em particular que ocorreu em 2014 que me marcou muito. Irei descrevê-lo e peço a compreensão e ajuda para esta incógnita que me incomoda até hoje.
Pois bem, eu voltava da escola, estudava no período vespertino, estava em horário de verão. 
Então, quando cheguei em casa ainda estava claro, meus pais encontravam-se no andar de cima da casa. Foi quando passei em frente ao quarto de meus pais e me deparei com algo que recordo-me nitidamente dos detalhes (uma coisa é quando você vê um vulto, que pode simplesmente não passar de uma sombra, mas o que eu vi tenho toda a certeza que era real). Em cima da cama dos meus pais, avistei um ser de pernas cruzadas (em posição de meditação), estava de sobretudo preto e um chapéu cartola também preto. Lembro de que ele não estava sentado, mas flutuando. Não se localizava no centro da cama, mas para o lado esquerdo e não consegui ver o seu rosto, pois dos olhos irradiava uma luz branca com tons esverdeados muito intensa, mas que olhavam diretamente para mim. 
Recordo-me como se fosse hoje. Uma experiência que jamais havia presenciado. Assim que eu vi, paralisei, foram segundos que pareciam intermináveis minutos. Ninguém jamais soube me explicar o que aconteceu naquela tarde, porém, seja para o bem ou para o mal, jamais o vi novamente.
Gostaria de esclarecimentos, uma ajuda ou pelo menos me dizer, se for possível, o que é, e se eu posso entrar em contato novamente com esse ser e como? Desculpe-me pelo incômodo, mas quando entrei no site li alguns textos e reacendeu a vontade de ir em busca de respostas".

Na troca de e-mails, solicitei à jovem que enviasse mais relatos de suas experiências suprassensoriais. É o que veremos na reprodução da última mensagem recebida.

"Um dia antes do meu primo morrer, alguém de alguma forma veio me avisar. Ficavam batendo com o dedo na minha cama, fazendo toc, toc pausadamente, e quando eu cobria o meu ouvido os ruídos cessavam, e foi assim até eu pegar no sono.

A namorada de meu irmão estava grávida e antes de perder o bebê, escutei uma criança pedindo ajuda, porém ela cochichava e dizia: "Mamãe, mamãe". Nesse momento liguei a TV, olhei em volta e não havia ninguém além de mim.

Eu fazia curso cedo e estudava à noite, então, às vezes eu dormia durante a tarde, e certo dia eu acordei com um beijo na testa, exatamente marcado com o formato de lábios. Tentei limpar mas não saiu. Detalhe: eu dormia em uma triliche, no alto. Pois bem, desci e minha mãe logo questionou o que era aquilo e quem havia me beijado. Ela tentou limpar e a marca não saiu. Passou cinco minutos e simplesmente desapareceu.

Eu já vi muitos vultos, luzes que acendiam, sensações de estar sendo observada. São coisas inexplicáveis que acontecem comigo. Então, acho que tem que haver um sentido ou explicação".

COMENTÁRIO

Continuo recebendo muitas mensagens que descrevem dramas pessoais ou simplesmente medo, perplexidade ou desconhecimento do que ocorre. Geralmente são pessoas jovens ou muito jovens, sedentas por esclarecimentos ou ajuda para que consigam entender o que acontece em suas vidas.

A confusa fase que vivenciamos nos dias atuais traz como "marca", a gradual mudança energética do planeta que habitamos. Fato que interfere no comportamental e emocional das pessoas, pois o tempo de significativas mudanças traz na sua esteira a transparência de tudo o que se encontrava escondido durante milênios nas sombras do inconsciente humano. Portanto, está em curso o processo de transparência de intenções de cada ser inteligente encarnado no planeta Terra. Também a intuição, que é a faculdade de perceber, discernir ou pressentir coisas, independentemente de raciocínio ou de análise, encontra-se em franco processo de desenvolvimento e aprimoramento, principalmente nas novas e novíssimas gerações de humanos, que estão reencarnando com a percepção apurada, ou dotados de sensibilidade suprassensorial no sentido de estarem conectados com a nova realidade mundial que começa a plasmar-se a partir do século vigente.

Portanto, como a cultura ocidental encontra-se fundamentada numa espécie de culto ao ego e de valores que correspondem às aparências resultantes do excesso de materialismo inserido no processo educativo e educacional, tais experiências pessoais só podem provocar incredulidade, insegurança, medo, desconhecimento e perplexidade, pois somos preparados para desenvolver uma visão reducionista da experiência vital, que acaba no limite da sensorialidade comum.

Contudo, a partir do século XXI, nada será como antes, e os sinais (evidentes) começam a surgir em várias áreas do conhecimento humano, assim como no emocional-comportamental, que ajusta-se a uma nova sintonia com dimensões até então desconhecidas da ciência.

Cabe a estas pessoas que buscam respostas para as suas experiências suprassensoriais, acessar o Google à procura de informações que afinizem com o tema "Fase de Transição Planetária", onde poderão encontrar alguns sites relacionados ao Espiritismo ou blogs com mensagens canalizadas por sensitivos de várias partes do planeta.
Outra fonte de informações são os sites que abordam assuntos ligados ao Holismo, como o STUM, por exemplo, que tem publicado bons e atuais artigos relacionados ao tema "Crianças, adolescentes ou adultos índigo e cristal", ou ainda, no livro que indiquei no artigo anterior, intitulado "Crianças Índigo - a evolução de ser humano", cuja autora é a psicóloga Ingrid Cañete.
Enfim, a fonte de informações está cada vez mais abundante para saciar a sede de conhecimento de quem encontra-se numa situação que possa parecer de isolamento, mas que, na verdade, é acompanhada por milhões de pessoas que diariamente compartilham as mesmas dúvidas e angústias a respeito de si mesmas e de suas enigmáticas experiências. Vivemos uma época de transparência e de expansão consciencial. Sugiro a estes irmãos e irmãs que busquem o esclarecimento e confiem, acima de tudo, na intuição, porque é nesta faculdade que encontra-se grande parte das respostas de que precisam para entender o objetivo de suas missões neste plano.

No Facebook, administro o grupo "Mediunidade não é doença". Grupo criado no sentido de ajudar pessoas e contribuir para que o tema "mediunidade" ou "sensibilidade suprassensorial", seja mais compreendido à luz da ciência e da consciência.

Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 16


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva (TRE), Psicoterapia Reencarnacionista e Terapia de Regressão, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose, e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa