auravide auravide

SÉRIE OVNI - UM FESTIVAL DE EVIDÊNCIAS



Faz algumas semanas duas ocorrências me chamaram a atenção: uma acontecida durante o dia, outra à noite. De manhã quando seguia para o trabalho, chamou-me a atenção no céu azul e ensolarado, muito acima da montanha do Sumaré, um ponto quase invisível que voava deixando um rastro de uma espécie de fumaça - o que a princípio atribui a algum jato voando em elevada altitude, ou avião da esquadrilha da fumaça. Todavia, após alguns minutos observando de longe, causou estranheza que após voar descrevendo aquele rastro o objeto permanecia parado no céu. Não se deslocava. Fui embora para o serviço diante desse impasse não solucionado. E como também não dispusesse de tempos ou de meios para apurar com maior precisão o que acontecia, tive que me contentar em esquecer o caso em favor dos assuntos mais imediatos que me aguardavam, carregando comigo as mesmas dúvidas sobre o insólito avistamento.

Doutra feita, agora à noite, e também de dentro do carro da família com quem retornava de um passeio, próximo de casa tomei inigualável susto ao avistar através da janela, e em pleno céu escuro, o desenho radial de várias fileiras de luzes coloridas partindo de um centro e descrevendo perifericamente um círculo perfeito. Pairou acima dos prédios poucos segundos, faiscando. Parecia querer chamar a atenção para si, somente, porque tão logo firmei a vista e passei a gritar no carro feito uma doida para que os outros olhassem, as luzes coloridas esmaeceram e - para o meu assombro - só divisei durante alguns segundos a mais no céu, até onde o avanço do carro me permitiu, um círculo escuro se deslocando lentamente, em perfeito sistema de camuflagem contra a tonalidade dos céus noturnos!

Dadas essas ocorrências seguidas, cheguei a escrever outro dia para um ufólogo conhecido, de quem indaguei se estaria ocorrendo um aumento significativo de aparições ultimamente, por razões que não tenho como imaginar. A resposta dele veio ao encontro do que eu mesma supunha: conforme aumenta o nosso envolvimento com este assunto, recrudesce estranhamente, em compasso, a nossa sensibilidade perceptiva do fenômeno, já que de resto detenho a certeza de que a matéria de que se utilizam na construção destes objetos de modo algum obedece aos parâmetros vigentes na composição material das coisas no nosso mundo. É certo que detêm a técnica avançada para camuflar e mudar a constituição intrínseca desses veículos para se fazerem visíveis aos nossos olhos no momento em que bem querem - e também que monitoram todos os seriamente envolvidos com estes assuntos.

Todavia, quanto ao recrudescimento, restam dúvidas. Acabo de adquirir uma série preciosa de documentários em dvds, da coleção da Biblioteca UFO, com um sem número de filmagens que constituem provas e exemplos incontestáveis da ocorrência deste fenômeno no mundo inteiro, com tomadas que remontam desde ao ano de 1953 - inclusive, para meu grato espanto, contendo imagens de avistamentos tais como este que divisei em pleno dia, deixando o tal rastro de fumaça! E nos é afiançado nesta valiosa exposição: "A cada minuto em todo mundo algum UFO é avistado(...)" Assim, fico me perguntando se de fato há um recrudescimento, ou se estas coisas são uma constante em nosso mundo desde épocas a perder de vista, e se esta intensificação de fato não se dá em molde individual, na medida em que este ou aquele, como eu, se vê compelido a estudar e se imbuir na pesquisa do tema!

De fato, parece haver um interesse diferenciado dos extra-terrestres para aparecer aos que assim se engajam no estudo da existência dessas ocorrências, como se querendo reforçar convicções e desfazer dúvidas; com que fim, é o que nos resta ainda a esclarecer com maior precisão.

Finalmente, quero comentar da minha emoção ao começar a assistir a esta série de documentários, imprescindível a qualquer pesquisador do tema, mormente aos iniciantes, em quem restam mais questionamentos e dúvidas do que certezas! Já passei um pouco desse estágio inicial, motivada pelo privilégio das vivências pessoais que continuam acontecendo. Mas, olhando com assombro e inevitável encantamento para aquele autêntico festival de avistamentos num sem número de países do mundo - no Brasil inclusive! - não pude evitar duas coisas: o entusiasmo ainda mais acentuado pelo envolvimento com esses fatos que vêm, de resto, corroborar a pluralidade dos mundos habitados, familiar ao meu entendimento desde o começo da minha aproximação com as revelações espíritas; e a emoção experimentada diante de um espetáculo espontâneo que nos remete à noção real da nossa pequenez diante do aspecto mais vasto da Vida no universo - vida portentosa e pródiga, cujo sentido maior e significação mais sublime apenas começamos, a partir dessas coisas, a valorizar e apreender!

Com amor,

Lucilla & Caio Fábio Quinto

Texto revisado por Cris
Publicado dia 6/7/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 13



foto-autor
Autor: Christina Nunes   
Chris Mohammed (Christina Nunes) é escritora com doze romances espiritualistas publicados. Identificada de longa data com o Sufismo, abraçou o Islam, e hoje escreve em livre criação, sem o que define com humor como as tornozeleiras eletrônicas dos compromissos da carreira de uma escritora profissional. Também é musicista nas horas vagas.
E-mail: meridius@superig.com.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa