auravide auravide

Solidariedade



Há três meses iniciei um trabalho voluntário no Hospital Ipiranga, que pertence ao SUS, e gostaria de relatar minha experiência, para que esta possa motivar outras pessoas a serem solidárias com a dor do próximo.

Cheguei no HI através de uma faixa colocada na entrada do hospital pedindo a colaboração de voluntários. Tive que criar coragem, pensando na burocracia, mas foi uma surpresa o acolhimento e o convite para começar de imediato, sem entrevistas, cursos, que a maioria dos trabalhos têm.

Iniciei na semana seguinte, toda sexta-feira à tarde e fui convidada para participar do almoço, visto que o hospital oferece a todo voluntário, gratuitamente. O trabalho se resume em alimentar os doentes e entrete-los com distribuição de revistas, conversas e aprender a fazer caixinhas de presentes, colares, pulseiras e brincos como arte-terapia.

Estou adorando e sentindo a necessidade dos doentes, principalmente dos velhinhos que demoram muito para comer, devido à falta de dentes e coordenação motora precária. Até uma simples palavra de ânimo, percebo o quanto é de enorme valia para eles. As enfermeiras e atendentes nos valorizam muito e dão graças a Deus que estamos ajudando, pois os doentes são muitos e elas não dão conta.

Espero que com esse relato simples mais pessoas sintam-se motivadas a saírem de seu mundo e penetrarem na dor alheia e na necessidade de servir ao próximo.

Texto revisado por Cris
Publicado dia 2/7/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 3




Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa