Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Tempo de amar, tempo de inspirar

por Maze Akamine
Tempo de amar, tempo de inspirar

Publicado dia 28/5/2009 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


“A única coisa importante na vida é viver um grande amor, o resto a gente faz se der tempo!”

Com essa frase, mais ou menos 30 anos atrás, uma professora iniciou sua aula de Genética na Psicologia da PUC-SP...
O impacto que causou em mim foi enorme. Gostei da frase e a entendi como podia entender uma jovem estudante; com o passar dos anos fui entendendo diferentemente, mas a frase não me saiu da cabeça, como uma luz a me direcionar nas diferentes fases e situações da vida: ...viver um grande amor!
Hoje, ao escrever meu primeiro artigo neste site, novamente a frase me veio à mente e a pensei diferente: ... A única coisa importante na vida é viver “em” grande amor, e pro resto a gente não deve ter mais tempo!

Passamos muito tempo de nossas vidas pensando, pensando e valorizando esse pensar: pensando o amor, pensando os sentimentos, pensando as relações, pensando o ter e o ser. Pensamos tanto que nos tornamos solitários e nos esquecemos de vivenciar e compartilhar com outros nossas pesquisas, hipóteses e teses mentais.

Nossa mente é nosso grande mestre e algoz; buscamos nela todas as respostas e nem sempre encontramos, simplesmente porque não estão lá! E às vezes estão na cabeça do nosso vizinho... ou no nosso coração, na nossa intuição!
Exercitamos muito nossa mente e pouco nosso coração, nosso sentir. Não nos “inspiramos” mais, não respiramos, não trazemos ares novos pra dentro de nós, não trocamos mais e com isso não amamos mais.
Nossa mente está ficando velha de tantos arquivos mortos dentro dela. É preciso reciclar com ares novos e prá isso é preciso se abrir pro mundo, fazer parte de tudo o que faz parte de nós e que esquecemos quando nos fechamos em nosso conhecimento mental.

É preciso respirar fundo, de cabeça pra cima e sentir aquela sensação maravilhosa de estar vivo! Olhar pra todos os seres vivos e sentir que fazem parte de nós e que nós fazemos parte deles, que as pessoas não são melhores nem piores que nós, apenas diferentes. E isso pode ser uma experiência maravilhosa e enriquecedora que pode facilitar nosso amor por nós mesmos e pelos outros.

A função do mundo é nos mostrar quem somos. Extremamente mentais acabamos acreditando que temos que ensinar ao mundo sobre o que ele é!
Aprender com o mundo e através de nossa relação com ele, uma troca constante que só é possível com uma ferramenta: o amor. Não amor-posse por algumas pessoas ou coisas, mas o amor-energia que nutre, movimenta, cria e inspira.

E assim, a única coisa importante da vida é viver em grande amor!

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 12

Autor: Maze Akamine   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa