auravide auravide

Ter ou não ter, fazer ou não fazer?


Facebook   E-mail   Whatsapp

É comum que após tantas experiências em tantas encarnações, tenhamos alguns padrões de comportamento difíceis de transformar ou até mesmo de perceber. Por tantos traumas, enganos, sofrimentos e medo de repeti-los, adotamos posturas defensivas perante a vida, estreitando nosso leque de possibilidades de realização e mantendo-nos presos a estas inúmeras situações que trazemos guardadas em algum lugar dentro de nós.

A dúvida passa a fazer parte do nosso dia a dia, assim como a autodesaprovação e o medo de errar, alimentando desejos cujo único destino, nesta sintonia, é a frustração. Na nossa perseverança em sermos bem-sucedidos naquilo que esperamos e no que acreditamos que esperam de nós, podemos eventualmente nos deparar com desafios ligados a toda esta bagagem emocional ancestral que outrora criamos e que chegou o momento de lidar.

Assim, a confusão que fazemos ocorre entre nossos desejos e os sistemas de crença sobre os quais funcionamos, da seguinte forma: uma parte nossa deseja algo, porém com base nas experiências de outras vidas, outra parte teme que isso nos leve por um "mau caminho", antecipando perigos, perdas, culpas e sofrimentos em geral. Antigas emoções então são disparadas e sem perceber estamos vivendo novamente os mesmos velhos problemas.

Com tantos desejos, crenças e emoções conflitantes, todo este "quebra-cabeças" que passamos vidas resolvendo com o propósito de sermos felizes, acaba nos distraindo do que verdadeiramente nos traria a realização, a experiência do ser.

Com esta profunda compreensão, descobrimos que a vida é muito mais fácil do que nos fizemos acreditar, pois tanto faz ter ou não ter, fazer ou não fazer ou para que lado vamos na vida, pois a qualquer momento podemos nos centrar em nossos corações e nos rendermos ao momento presente, aceitando-o em sua totalidade e encerrando assim o conflito que nos causava qualquer sofrimento.

Às vezes, a identificação com a história e problemas que vivemos é tanta que é preciso buscar uma solução para "afrouxar" um pouco os nós que nos amarram a eles, para somente então conseguirmos cogitar uma nova saída. Assim, aos poucos, vamos também nos desapegando de qualquer ideia de busca exterior que tenhamos colocado como condição essencial para sermos felizes, nos sentirmos seguros ou amados.

Hoje em dia, existem muitas informações, práticas e terapias disponíveis para resolvermos nosso conflitos psicológicos, incluindo suas causas e consequências kármicas e espirituais. No entanto, é importante termos esta consciência do ser, de que não somos os personagens que vestimos a cada encarnação e, principalmente, que tampouco as conquistas terrenas nos trarão alguma satisfação duradoura.

Buscando a satisfação apenas no nível do personagem, não importam o grau de elevação moral dos seus desejos ou mesmo se buscamos por um ideal intelectual de perfeição: as oscilações, dificuldades e sofrimentos sempre continuarão. Já conscientes do ser, descobrimos que há um espaço entre nós e o personagem com suas queixas e exigências, com seus medos, apegos e rejeições. Descobrimos que todo sofrimento acontece quando nos esquecemos de quem somos e entramos nos jogos mentais do ego/personalidade, em suas eternas buscas por segurança, preenchimento e satisfação.

A paz, a compaixão, a segurança, a plenitude e bem-estar são características naturais do nosso ser, não dependem de condições externas para existirem. Elas já estão em nós e tudo o que precisamos fazer é estarmos atentos onde estamos colocando nossa atenção e escolhermos o ser ao ter ou fazer. Conscientes de quem somos, mesmo vivendo e usufruindo da matéria, não nos perdemos em nossos desejos, histórias e oscilações.

Em Paz,
Rodrigo Durante
Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Rodrigo Durante   
Aprendendo a ser feliz e compartilhando tudo o que me faz bem! Atendimentos e workshops.
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa