auravide auravide

Todo Caminho para o céu é o céu



Hoje, você inicia comigo uma jornada. Vamos conhecer juntos o caminho das oportunidades. Oportunidade de viver, aprender, amar e sonhar.

Que sabe você desse caminho? Já indagou, por acaso, a essa estrada que você percorre se ela é o rumo certo? Você olha o trânsito, admira os murais, se encanta com as criaturas que passam apressadas... Observa tudo e todos. Ou quase tudo. Você costuma olhar por onde anda, sente que pisa no chão sem entender exatamente por que está nesta Terra?

Quantas vezes, você teve gratidão por essa rua que abriga seus passos, pelas flores que a Natureza permitiu existir em seu quintal, na sua varanda. Juan de Matus, mestre de Carlos Castañeda, faz uma observação interessante. Diz ele: indague se tal caminho possui um coração, sem o qual toda caminhada é estéril. E você pode ficar apalermada. Como vou conversar com um caminho?

A terra tem alma. Ela se umedece para receber em seu seio as raízes das plantas que se transformarão em flores e darão frutos sazonados que alimentarão e deliciarão o paladar das criaturas. A terra tem encantos, quando você se debruça nela e ouve o som que vem de suas entranhas, como a dizer que lá no infinito de seu ser existe um outro Universo de sons e canções que embalam a memória que temos de nossos mortos queridos.

A terra tem sortilégios, amuletos que dão sorte. Uma pedra, um raminho de um árvore qualquer; uma lágrima que se esconde entre as folhas verdes, como que a expressar o constrangimento de um coração que fez sua jornada triste sem afeto e compartilhação; uma pétala deixada por uma mulher apaixonada que andou por ali à procura de decisões para o seu coração.
“Mal me quer, bem me quer”, pode parecer um tanto infantil, meio fora de tempo, mas que doçura, que poesia nesta imagem da adolescente desfolhando com delicadeza e carinho uma linda flor, em busca de um caminho, uma sinalização para esse sentimento tão intenso que envolve e domina o coração.

Em alguns lugares, onde a civilização incendeia as almas, com o burburinho das gentes, do comércio voraz, da atividade insana sustentadora de projetos e sonhos, a jornada se faz sob o Sol inclemente, porque as torres dos condomínios, o asfalto e a rudeza da luta do dia a dia, não permitem que ele se aproxime tão dócil para banhar o corpo dos homens e mulheres. Mas é também um caminho, onde você pode realizar seus encontros.

Há espírito no asfalto da cidade grande. Tenha acuidade visual, desperte em si a calma que lhe pode ampliar a visibilidade, ensaie toques de gratidão, no carteiro que traz notícias e possibilidades; no condutor de ônibus que leva tua alma para novos sonhos; na criança que vem da escola saltitante, embalada pela vontade de aprender a ler e escrever. E por paradoxal que seja, há pássaros e encantos, nesse universo de pedra, que abriga seu corpo e alma.

Abençoe cada um que passa, em seu caminho, realizando na prática o ensinamento dos Terapeutas de Alexandria: “Abençoar o outro é dizer-lhe uma boa palavra. É privilegiar e cuidar do que, nele, não é doente”.

Portanto, na jornada, encante-se com as pessoas, observe suas vestimentas, as cores que suas almas buscam; perceba o jeito de se movimentar de cada um, como as criaturas viajam pelo universo de suas querências. Pare um instante, cumprimente alguém, invente um assunto, só para poder falar algo, seguindo sua intuição.

Não, não repita os caminhos que seus pais e os antigos deixaram. Serviram para eles, deram-lhes glórias ou lágrimas. Procure seu rumo próprio, encontre também o seu destino e transforme seu futuro, com atitudes novas e encantadoras. Faça com que as pessoas tenham vontade de estar com você, para resgatar a flama e a vontade de viver. Permita que, mesmo na cidade e enfrentando as lutas da sobrevivência, possa seu universo ter uma estância plena de encantos, onde os pássaros venham pousar e fazer seus ninhos.

Albert Einstein filosofava, dizendo, que “o ser humano vivencia seus pensamentos e sentimentos como se fosse separado do resto do Universo. É uma ilusão. E essa ilusão é uma prisão que nos restringe. Nossa tarefa é nos livrarmos dessa prisão, ampliando nosso círculo de compaixão para abranger todos os seres e toda natureza”.

Saiba disso, você é um ser abrangente, esteja onde estiver. Cada atitude sua interage com o Universo, desde os minerais até os anjos e em cada reino você pode colher instrumentos para realizar uma vida encantadora. E essa interação não se dá tão somente pelo intuito de auxiliar, de dar alguma coisa para alguém, que caminha ao seu lado.

Na Polinésia, há um respeito supremo em relação às pedras. E nenhuma é tocada sem reverência, nem tirada de seu lugar sem permissão. Elas, as pedras, estão na terra, completando a geometria sagrada.

Faça seu caminho, você não está na Terra para iluminar pessoas. Você pode, sim, iluminar caminhos, indicar direções. Acredite, só podemos facilitar ao outro o crescimento que já logramos em nós mesmos; só podemos conduzi-lo até o ponto em que já chegamos. Não é possível iluminar para o outro uma parte que, em nós, é escuridão.

Catarina de Siena diz que “a viagem é o destino. Quando a vida se torna uma busca, as velhas distinções entre vitória e derrota, fracasso e sucesso desaparecem. Todo caminho para o céu é céu. A jornada é sempre melhor do que a meta”. É no caminho que você aprende, encanta e se enobrece. O caminho fica ainda melhor quando você se dispõe a sentir o cheiro das flores e observar a beleza dos rios.

E agora, após ler esse artigo, pronuncie com reverência e amor a Oração da Mãe Terra:

Mãe Nossa que estás no Céu, na Terra e em toda parte.
Bendita seja a tua beleza e a tua abundância.
Traz aos nossos corações a chave que abre o Portal do Amor.
Que cada um de nós possa respeitar os caminhos de todos os seres.
E a ação do perdão faça parte de nossa existência.
Que possamos acolher em nossa mesa, aqueles que querem partilhar conosco o alimento sagrado.
Mãe Nossa que estás no Céu, na Terra e em toda parte.
Que o propósito maior guie nossos passos,
E que a batida dos nossos corações possa se unir ao toque do coração da Terra e assim possamos pulsar num só ritmo.
Que as estrelas nos guie nas noites escuras e que o sol brilhe intensamente em nossos corpos.
(Jaguar Dourado)


Texto revisado por: Cris
Publicado dia 5/12/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 90



foto-autor
Autor: Wilson Francisco   
Terapeuta Holístico. Desenvolve processo que faz a Leitura da Alma; Toque Quântico para dar qualidade à circulação e aos campos vibracionais; Purificação do Tronco Familiar e Cura de Antepassados para Resgatar, Atualizar e Realizar o Ser Divino que há em você. Agendar pelo WhatsApp 011 - 959224182 ou pelo email wilson153@gmail.com
E-mail: wilson153@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa