auravide auravide

TVP - PARA QUE UM TERAPEUTA?



Depois de certa altura, a gente traz o cadáver do passado amarrado ao pé. Ou, ao coração. É um cadáver muito sensível. Se o tocam, exala lembranças pelos poros. Otto Lara Resende – professor, jornalista e escritor (1922-1992).

A vida acontece em um processo crescente, rumo ao aprimoramento pessoal. Tal processo é, muitas vezes, solitário. Decidir se dar apoio neste momento favorece a autoconsciência.

Crescer representa desapegar-se daquilo que, para esta nova alma (espírito reencarnado), não é mais adequado. Então, através da centelha divina impressa em cada Ser, o passado se apresenta com a função de libertação.

O que não é mais propício para esta nova existência (padrões de comportamento), começa a se tornar “inflamado” em nível material, emocional, físico e espiritual e, se mal compreendido, dificulta a auto-realização.

O fator pensar e sentir em desarmonia promove o conflito, sendo este uma mobilização bioquímica para que haja ação.

Entendemos como mobilização bioquímica a ação dos hormônios - do grego hormon = incitar. Daí, uma reação intensa ao que necessita ser transformado. Entretanto, nem sempre há o entendimento, o que favorece a resistência, uma ilusória zona de conforto (sofrimento), dizendo e até tentando convencer a si próprio que se trata de um carma (ato x conseqüência), Deus quer assim. Terrível engano!

As investidas do presente, os mecanismos de disparos, são o grande chamado do passado que exala as lembranças exigindo autoconsciência. Deus lança recursos diversos para que o homem se liberte de si mesmo, desvencilhando–se das amarras auto-impostas. Então, carma é igual a aprendizado, oportunidade.

Observo, em consultório, que cada um cria um mecanismo para “sobreviver” (esforço para viver) e torna, assim, caóticos seus mundos interno eexterno.

Muitos aceitam o carma sem questionamentos (acomodação), outros aproveitam para entender o “para que estou vivendo isso”. Muitos, por medo, permanecem frustrados e amargurados por toda uma existência. Mas o verdadeiro sentido do carma não é o de sofrimento e, sim, o de se libertar dele.

O psicoterapeuta tem um papel fundamental na organização dos pensamentos, sentimentos, emoções e sensações que tal carma produz. Daí passar para uma experiência mais profunda como a TVP (terapia de vivência passadas). Caso contrário, se não houver a parceria terapeuta/cliente na busca da organização, corre-se o risco de a experiência ser recheada de conteúdos coletivos, genealógicos (ancestrais) e até mesmo de obsessor, que pode assumir a postura do terapeuta, confundindo a ambos (terapeuta/cliente).

O obsessor se vincula pelo padrão vibratório secular - o caráter -, padrão de comportamento perpetuado. É através dele, padrão vibratório, que os desafetos do passado se vinculam às experiências do hoje.

Creio, como psicoterapeuta, no comprometimento do cliente no processo de autoconhecimento que o levará a transcender os seus próprios limites e alcançar a auto-realização.

Na TVP, o terapeuta auxilia o cliente a reconhecer, a redescobrir o potencial divino disponível dentro dele e a promover a autolibertação, saindo da zona de conforto (tão desconfortável e sofrida), em busca de uma nova qualidade de vida.
Todos têm direito à felicidade que implica tão somente estar em paz consigo mesmo.

Acessar o passado, caminhar pelas existências anteriores, requer disposição para reformular o presente, livre de especulações. Integração do passado (personagem) com o presente exige ajustamentos que se processam de modos diferentes, ao tempo de cada um, ampliando a consciência e entendendo o verdadeiro sentido da vida.

O ser humano possui um EU transpessoal que, em diferentes níveis, desperta para expressar o amor e a vontade de DEUS.

Escolha ser feliz, isso é saúde!

Marta de Abreu Lima Moreira Mendes é pedagoga e psicoterapeuta complementar, pós-graduada em psicossomática e psicobiofísica, com extensão em neuropsicologia: “emoção e cognição”, e psicologia e religião: “a experiência de Deus e a psique”. É também Mestre em Bioeletrografia pela IUMAB - International Union of Medical and Applied Bioelectrography in Brazil - órgão oficial da Bioeletrografia em nível mundial, e autora dos livros Reiki - Uma experiência de autolibertação e Reiki - Um processo alquímico

Saiba mais sobre o seu trabalho em seu site: Harmonia Terapias Complementares. CADASTRE-SE!

Publicado dia 23/8/2007
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 194



foto-autor
Autor: Martha Mendes   
Pedagoga e Psicoterapeuta complementar, pós-graduada em psicossomática e psicobiofísica, com extensão em neuropsicologia: emoção e cognição e psicologia e religião. É também Mestre em Bioeletrografia pela IUMAB - International Union of Medical and Applied Bioelectrography e certificada pela Earth -European Association for Regression Therapy.
E-mail: harmoniatc@harmoniatc.pro.br | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa