auravide auravide

VERDADES QUE VI, VIVI E QUE FICARAM EM MIM.

por Ernesto Ruben de Oliveira Júnior

Publicado dia 13/3/2008 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Aconteceu e foi muito forte, uma sensação de felicidade e alegria por ter acontecido.
Algo assim que até se esperava, estava escrito em algum lugar e que, inclusive, já havíamos lido.
Tirou-nos do chão, nos fez voar em sonhos de vida, de luz e de amor.
Sentimentos genuínos, que encontram sintonia perfeita em nossas almas, pois o verdadeiro sentido da vida surge neste nível, da nossa ligação com o perfeito, com o divino, enfim com a nossa verdadeira casa.
Confesso que uma vez em contato com essa bonita energia, esta sensação acolhedora e verdadeira que nos enriquece e reveste nossos sentimentos com uma roupagem real e eterna, nos colocando acima dos sentimentos comuns experimentados neste mundo em que vivemos, encontro enorme dificuldade em ignorar esta agradável sensação, esta apurada energia, e tentar me convencer que não senti, ou melhor, que não experimentei e que não estou vivendo sintonizado nela.
Há em mim certezas; olho ao redor e não vejo motivos reais para me convencer do contrário.
Neste plano de sentimento, a vantagem é a nossa incapacidade racional de tentar explicar se perante as coisas até então reconhecidas como normais neste mundo, o motivo pelo qual agimos de maneira diferente dos padrões experimentados e aprovados por nossas almas.
A resposta só pode ser dada, munidos da mesma magia que fomos envoltos no início, na linguagem bonita e forte do amor ou “almor” (amor da alma).
Faço estas considerações por achar que devo defender tudo o que realmente sinto. Mostrar meu encanto por tudo que vivemos e sentimos e, principalmente, para evidenciar a minha certeza de que tudo isto foi selado e registrado nos planos superiores, desde o princípio e assim o será para sempre.
De nada me lamento, mesmo porque tudo isto está em mim e é mais forte que qualquer acontecimento e sou fiel à crença de que coisas menores e transitórias não são capazes de alterar algo maior e eterno.
“A casa do Pai tem várias moradas”, com certeza uma delas é a nossa.

(Ernesto Ruben)

Texto revisado por: Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 3

foto-autor
Sobre o Autor: Ernesto Ruben de Oliveira Júnior   
BUSQUE A LUZ A TODO O MOMENTO E VERÁ UM MUNDO BRILHANTE!
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa