auravide auravide

Vida: Eterno ciclo de começos e recomeços



Lendo o livro “Hoje eu Vi”, de Delia Stunberg Guzman, grande filoósofa e escritora argentina, cheguei à conclusão do quanto ainda, estamos distanciados de nós mesmos;  da beleza singela e significativa  da natureza, da qual  somos todos os dias brindados.
Um pequeno trecho do livro: “Hoje eu vi cair uma folha! Com a mesma ingenuidade inconsciente, tendemos a desvalorizar o outono, a velhice, tudo o que acaba e perde o brilho para os sentidos, sem pensar que o que desaparece para nossos olhos pode, recuperar a vida para outros olhos, outros mundos ou formas de existência...
Contudo nem as almas morrem, nem o ano deixa de renovar-se em próximas primaveras e quentes verões”.

Refletindo sobre o que li, acredito que possamos comparar a chegada da velhice, tal qual uma  folha caída que, após ter cumprido o ciclo das estações, chega no outono como  uma rosa despetalada, sem brilho e sem vigor, porém, sempre pronta para recomeçar seu processo de florescimento, ressurgindo na próxima primavera.

Mesmo diante de nossos olhos, quando acreditamos que tudo morre, a sabedoria da natureza nos mostra que a morte, tanto no mundo vegetal quanto, no mundo material com relação aos homens, nunca morre, apenas muda de roupagem, como as plantas e os vegetais mudam de estação.

O verdadeiro sentido do tempo é dado pela mãe natureza, diante de nosso olhar atônito, observando o nascer e o pôr do sol, alternando com a lua, a luz e a sombra.

Todos nós, independentemente, de humanos ou vegetais, estamos aqui de passagem, cumprindo nosso ritual sagrado diante da dualidade da vida que, permeia todas as coisas e criaturas:  da morte e da vida, do novo e do velho, do nascer e do renascer...

Tudo está sempre se renovando: o frio chega, a chuva vem, as flores nascem, as folhas caem, a noite chega ao findar do dia, os primeiros raios de sol surgem para iluminar tudo, trazendo-nos a certeza de eternos recomeços, para que possamos, novamente experimentar o sopro da vida que, abunda em todas as coisas e criaturas, com imenso sentimento de gratidão.
Texto Revisado
 

Publicado dia 27/3/2021
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstar Avaliação: 3 | Votos: 503



foto-autor
Autor: Tania Paupitz   
Tânia Paupitz é Artista Plástica e Professora de Artes, há 30 anos, sendo sua marca registrada as cores fortes e vibrantes, influência dos estudos de vários artistas Impressionistas como Pissarro e Van Gogh. Cursos de Pintura para Pintura em Óleo ou acrílica sobre tela -iniciantes ou não. www.taniapaupitz.com.br wathsapp - 48 999723446
E-mail: tania.paupitz@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa