auravide auravide

Viver com intensidade e integridade


Facebook   E-mail   Whatsapp

É possível viver de modo íntegro e intenso ao mesmo tempo? Dá pra conciliar duas coisas que, num primeiro momento, parecem antagônicas? Creio que sim, apesar de esta ser uma grande dificuldade. Muitos optam por um dos opostos; alguns entendem que para viver de modo intenso é preciso usar algum tipo de tóxico ou entregar-se aos excessos de qualquer natureza; outros, por sua vez, optam pelo extremo oposto e privam-se de tudo o que proporciona prazer com a pretensão de serem íntegros perante a vida. E o equilíbrio onde fica? É um grande desafio, mas precisamos aprender a arte de viver em equilíbrio: equilíbrio no que pensamos, no que sentimos, no que falamos, no que ingerimos, no que fazemos e em tudo aquilo que compõe a nossa rotina. Não há integridade maior do que sentir-se vivo sem causar-se nenhum prejuízo, e não há nada tão intenso quanto o prazer de viver pelo amor integral.

É importante compreendermos que se algum desequilíbrio se manifesta em nossas vidas, não é por conta de fatores externos, mas apenas um reflexo daquilo que somos em nossa intimidade. Não há outra explicação, se tudo acontecesse de modo arbitrário e sem uma Lei de Causa e Efeito, viveríamos em absoluto caos. Mas por sorte não é assim e, graças à harmonia cósmica, tudo tem um por quê e assim que compreendermos isso, alcançaremos um importante nível de autonomia para dirigir a nossa existência.

Como começar? A minha sugestão é que comecemos por desenvolver uma relação mais íntima conosco mesmo. É que inúmeras vezes procuramos uma forma de nos afastar ou evitar de olhar para as nossas dificuldades. A todo custo procuramos ocupar a mente de modo a não olhar para dentro de nós mesmos. Porém, o fato de varrermos a sujeira para um lugar onde não enxergamos, não significa que a casa esteja limpa. A limpeza ainda precisa ser feita. Mas quem disse que é ruim olharmos de frente para as nossas dificuldades? Pelo contrário, a questão é que precisamos saber como fazê-lo. No meu ponto de vista, tudo passa pelo modo que enxergamos as nossas dificuldades. Se olharmos com olhos de desprezo e rejeição, é óbvio que não podemos tirar nenhum proveito disso. Mas tudo ganha outro aspecto quando olhamos com gratidão. Ser grato às nossas dores e dificuldades não é um ato de insanidade, mas sim uma atitude de uma consciência nobre e suficientemente desenvolvida para aprender algo. Entendamos que se uma dor (física ou moral) surge em nossa existência, é uma bandeira que se ergue para assinalar que estamos falhando em algum ponto. Nossa tarefa é compreender onde e como estamos falhando para que a possibilidade de transformação se apresente. E isso não depende de nenhum fator externo, apenas da nossa disponibilidade interna. Não há forma de equilibrar fora se a causa está dentro.

Creio que o primeiro passo para chegar a um ponto de equilíbrio em nossas vidas, começa pelo exercício da gratidão. A gratidão, a meu ver, é o ponto de equilíbrio que une todos os opostos. Como podemos ser íntegros com a vida se não somos gratos a ela? Como podemos viver de modo intenso sem gratidão, se a gratidão é o que dá intensidade a tudo? Sejamos gratos que o restante culminará em equilíbrio.

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 4


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Leandro José Severgnini   
Palestrante espiritualista e escritor. Autor dos livros intitulados "Dias de Luta, Dias de Glória", "Liberdade - Nada Menos Que Tudo" e "Em busca do infinito".
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa