auravide auravide

Você esperava tamanha mudança no mundo? O dia em que a Terra parou


Facebook   E-mail   Whatsapp

Você estava preparada para esse momento mundial?  E como será o mundo pós pandemia? Essa pergunta todos se fazem, mas é o momento de vivermos o presente. Na verdade, é o único tempo que nos pertence. O passado não voltará, o futuro não podemos antecipar. Agora é o momento de introspecção, de voltarmos para o nosso interior, revermos as nossas atitudes, pensamentos e sentimentos. Tempo de reconhecermos as nossas limitações, aceitá-las para vencê-las bem como reconhecer as nossas potencialidades e fortalecê-las. Enfim, descobrir como agir de agora para frente com os talentos que recebemos.

Você se lembra da música do Raul Seixas?: O dia em que a Terra parou". "No dia em que todas as pessoas do planeta inteiro resolveram que ninguém ia sair de casa”... E esse dia, inesperado, pegou todos de surpresa. A situação atual me fez lembrar do livro “Quem mexeu no meu queijo”? Vale a pena lê-lo, ou relê-lo porque tornou-se uma história  bem atual.

Para quem não conhece o livro, trata-se da história de dois ratinhos e dois duendes que sempre faziam a mesma coisa sem se preocuparem com a mudança. O queijo para os ratos representava o objetivo, o sonho para os humanos. A história se passa no labirinto que representa o caminho diário dos humanos. Sempre os mesmos caminhos para fazer as mesmas coisas e ter os mesmos resultados até que, de repente o queijo sumiu e cada um dos ratos reagiu de uma forma diferente. Um saiu procurando queijo em outros lugares, buscou adaptar-se às mudanças. O outro insistiu em ficar no mesmo lugar esperando que colocassem o queijo ali de volta.

Muitas pessoas estão ansiosas para que a vida volte ao normal, ao que era antes. Será que como vivíamos antes era “normal”? Será que dedicávamos tempo para a convivência familiar, estávamos preocupados com a nossa saúde física, mental e espiritual, dedicando tempo para o uma vida saudável?

Como você encara as mudanças? Você se adapta e reage rapidamente ou continua acomodada acreditando que tudo voltará ao “normal”? Você está preparada para as constantes e aceleradas mudanças que acontecem?

Você já imaginou que nada poderá voltar a ser como antes? Vamos nos lembrar de mais uma música, agora de Lulu Santos: “nada do que foi será, de novo do jeito que já foi um dia. Tudo passa, tudo sempre passará”.

Querer que tudo volte ao “normal” significa retroceder. É como querer voltar a morar em cavernas e a comunicar através de fumaça. Lembre-se: o que passou, passou. Agora é o momento de cada um refletir sobre como lidar com as mudanças. É hora de olharmos para a frente, nos fortalecermos para vivermos em um novo mundo.

Reflita: Como me reinventarei para o novo mundo? Quais são as competências e habilidades que devo desenvolver para adaptar-me aos desafios de uma vida nova? Reinvente-se! Seja tudo o que você nasceu para ser. Você pode!

Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 70


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: AILZA GABRIELA ALMEIDA AMORIM   
Ailza Amorim é Mestre em Educação, Palestrante, Coach de Alta Performance, Reikiana e Practitioner de Barra de Access. Foca no autoconhecimento por acreditar que este é a base do desenvolvimento humano. Estar bem consigo é estar bem com o todo. Para saber preços e conhecer os pacotes de serviços: (38) 988539363 - [email protected]
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa