auravide auravide

Você modela suas pernas ou asas



A narrativa abaixo faz parte de um processo que merece atenção e estudo.
Líris nasceu com Síndrome de Down e sopro no coração. Por conta disso, foi submetida a duas cirurgias, teve taquicardia, ficou alguns meses sedada, mas lutou tenazmente contra a doença. Acompanhei todo o processo visitando-a na UTI e indo à sua casa, para fazer apoio energético aos pais e para ela à distância.

Aprendi muito com sua coragem, seu destemor, revelando sempre que a inibição orgânica não lhe tirava a vontade de viver... E viveu intensamente, dando para sua mãe e seu pai, a oportunidade de conhecer um pouco sobre a espiritualidade.

Pode parecer estranho dizer que uma criança de poucos meses, num hospital, pode ensinar algo. Mas é verdade. Sentíamos sempre a sua presença, fora do corpo. E ela surpreendia os médicos, com reações e melhoras inacreditáveis para a medicina. De quando em quando, como que para amenizar o sofrimento da mãe, ela aparecia em sonhos ou visões mostrando-se na outra dimensão, com aparência diferente, mais menina, crescida e alegre, sempre muito feliz.

Eu vi muitas vezes a mãe dela chorar. É importante uma reflexão sobre a dor, sobre a lágrima que derramamos por amor. Há lágrimas que abrem chagas no peito, mas há outras que se transformam em pérolas, enriquecendo a alma de quem sofre e abrandando a dor de quem perde um ente querido.

Tanto no hospital, como na residência dos pais, a presença amiga do Chinês foi marcante também, numa demonstração clara de que o Universo não nos desampara. Ele se fazia presente com explicações e apoio incondicional. Relatava para nós o estado dela, alentando nossos corações. E dizia sempre que apesar dos impedimentos físicos, ela vivia intensamente seu tempo aqui na Terra. Esta relação amistosa com o mundo espiritual nos dá segurança, na medida em que passamos a entender que o Universo está em conexão conosco. No Projeto Mutação, temos tido exemplos dessa “atenção” que Deus dedica à humanidade.

Quando era “vista” pela mãe ou por outras pessoas do grupo de apoio, não como um bebê, mas sim como uma garotinha risonha e esperta, tinha ao seu lado, Glorinha, Irmã Mônica e outros integrantes da equipe espiritual.

Sua mãe estranhava, não entendia aquele crescimento. Na verdade, a existência neste planeta vale pelo que se vive intensamente. Não é tanto o tempo de vida que se conta, o que importa para o Espírito é a realização.

Aliás, sobre isso, no Livro dos Espíritos, um dos livros que compõe a codificação kardecista, há a informação de que se conta realmente para a Justiça Divina o Bem que se faz, na Terra.
Portanto, se você pensa que simplesmente deixar de fazer o mal já é o bastante, engana-se. É preciso fazer o bem, ser justo e determinado no amor, realizar algo em sua vida, buscar caminhos, estabelecer metas e ir, com toda vontade e destemor, em busca de seus sonhos. Se você passar a vida, sem realizar sonhos, pouco terá realizado por si mesmo.

Uma outra coisa, no mundo paralelo o tempo e espaço se transformam. Podemos nos aprisionar em idéias fixas que nos deixam inertes por centenas de anos, como também podemos acessar numa fração de segundos várias dimensões, quando conseguimos reduzir a densidade de nossos pensamentos e sentimentos.
É possível conquistar a leveza do ser ou arrastarmo-nos como lesmas pelos descaminhos da ociosidade mórbida, que nos domina quando estagiamos na inutilidade mental ou emocional.

Lembre-se, Você é quem modela em Si as pernas ou as asas, portanto, escolha que velocidade e intensidade você quer dar para sua existência.

Certo, você acha difícil, afinal tem lutado bastante e por tanto tempo em busca de resultados, de fatos. No entanto, saiba, há pessoas que realizam essas conquistas. Veja o depoimento desta internauta: “É com grande emoção que te escrevo porque ontem pedi com todas as forças do meu coração que curasse o meu chakra cardíaco e transformasse todo o meu ser, chorei muito, há muita dor em meu coração e tudo perdeu o significado para mim.
Considero que o Universo me respondeu ao mostrar o seu artigo no site Somos Todos Um, lindo, muito lindo, tocou meu coração e minha alma tão adormecidos...
Quero participar do Projeto Mutação, hoje mesmo, apenas gostaria de ter maiores informações de como devo proceder”.


O processo de degeneração física, com a falência dos órgãos, surgiu irreversível, e a mãe da Líris “ouviu” na sua alma o recado de Deus. Era o momento dela partir. Tomou as mãos dela entre as suas, orou e conversou baixinho, colocando seu rosto no rosto dela: Filha, a mamãe te ama muito, todos te amamos. Gostaríamos de ter você para sempre conosco, mas sua hora de ir para Deus chegou.

De pronto, a mãe viu que o quarto da UTI se ampliou, surgindo um novo espaço. E nesse outro espaço, envolvida por muita luz e muito linda, numa outra cama, Líris pulava e sorria, dizendo para a mãe: Tudo certo, mãezinha, eu estou bem. E desapareceu, deixando no ar uma sensação de angelitude. Sim, era um anjo que migrava para o seu lugar de origem.

Leia também: Essa mochila pesa... e como pesa!
Participe dos Portais da Mutação

Texto revisado por: Cris
Publicado dia 30/8/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 146



foto-autor
Autor: Wilson Francisco   
Terapeuta Holístico. Desenvolve processo que faz a Leitura da Alma; Toque Quântico para dar qualidade à circulação e aos campos vibracionais; Purificação do Tronco Familiar e Cura de Antepassados para Resgatar, Atualizar e Realizar o Ser Divino que há em você. Agendar pelo WhatsApp 011 - 959224182 ou pelo email wilson153@gmail.com
E-mail: wilson153@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa