auravide auravide

Você pode dizer não



Parece simples dizer não. E para algumas pessoas, de fato é simples fazer uso dessa palavra, mas usá-la com poder e sabedoria é outra história.
Desde pequenos somos colocados em situações que naturalmente dizemos não. Vou usar uma situação do cotidiano que presenciei para exemplificar o raciocínio.
Num sábado, à noite, tomando um lanche numa padaria nova que abriu no meu bairro, vi uma moça segurando um bebezinho no colo que chorava com o rostinho coberto de lágrimas chamando a atenção das pessoas presentes. Ela muito sem graça justificava o não do bebê dizendo que ele “lutava contra o sono”.

Quantos de nós lutam contra alguma coisa natural da vida???
Quantos de nós não aceitam o que o destino está nos colocando no momento?
Quantos entre nós dizem não e depois não tem como bancar suas decisões.

Não é fácil dizer não, assim como não é fácil ter a sabedoria em distinguir a hora de concordar com as coisas que nos acontecem e a hora de lutar por nossos objetivos.

Num grupo de estudos de Tarot, comentava com minhas alunas a energia do arcano “O enforcado”. Para lembrar, esta carta mostra um homem pendurado de cabeça para baixo com as mãos supostamente presas para trás. Explicava que muitas vezes passamos por situações em que não temos uma ação prática, enfim, não temos o que fazer. Temos que aceitar o que a vida nos oferece e é claro ninguém quer aceitar algo negativo. A liberdade está justamente em aproveitar o melhor da condição adversa. Pode ser que apenas tenhamos que apreciar a vista de um outro ângulo e, aceitando ver a vida assim, os fatos se resolvem. Assim, quanto menos resistência oferecermos a uma ação negativa, mais rápido nos livramos do aprendizado doloroso.
Por outro lado, conheço muitas pessoas que vivem dizendo sim contrariando seus impulsos internos e, apenas para agradar as pessoas à sua volta, concordam com coisas e situações que agridem suas crenças. Assumem para a vida a postura de quem põe panos quentes para aliviar uma dor, mas será que isso funciona mesmo?

Sara uma mulher de cinqüenta anos veio me procurar para “tratar” sua filha, que de acordo com suas palavras, “precisava muito da minha ajuda”.
Recebi mãe e filha em minha sala e orientei como funcionava minha sessão de Vidas Passadas. Expliquei que numa primeira sessão não podemos direcionar a consulta, mas que já aparecem muitas questões importantes. Nesse momento, a filha sugeriu que a mãe ficasse no seu lugar, pois ela poderia esperar para uma próxima vez. Com uma certa relutância, Sara aceitou e quando ficamos sozinhas se desmanchou em explicações para dizer que não queria saber de seu passado mas que não podia dizer não para sua filha.
Como assim "não pode dizer não" à sua filha? Perguntei, tentando esclarecer para ela e para mim sua atitude.
Não posso negar isso a ela, porque ela quer me ajudar. Já estamos sofrendo tanto com a minha separação que não queria trazer mais sofrimento para ela.
O que se seguiu foi uma sessão inteira de questões sobre auto-estima porque Sara, tentando salvar seu casamento, há mais de vinte anos não sabia mais o significado da palavra não. E, conseqüentemente, também não sabia o que significava o sim.

A vida dela tinha tomado um rumo tão difícil e sem sintonia com sua verdade interior que ela simplesmente cedia a todos os desmandos da sua vida familiar para contemporizar situações de desagrado e agora que o marido mais uma vez saía de casa, ela tentava manipular o destino para manter a felicidade dos filhos num esforço doentio de manter o lar.
Não tive coragem de instigá-la a uma reflexão mais profunda sobre sua vida porque ela deixou claro que não conhecia mais os seus limites. E é claro também tinha perdido a noção do que é a felicidade. Ela também desconhecia o significado de paz de espírito e da consciência tranqüila que permite uma boa noite de sono.
Ela e o marido haviam ultrapassado há anos a fronteira do bom senso o que ficou claro para ela neste encontro em que não acessamos vidas passadas. O que fizemos foi apenas conversar honestamente sobre sua vida, suas escolhas e o que hoje ela estava colhendo.

Ficou claro para Sara que justamente por ela não saber dizer não as coisas estavam naquele triste impasse.
Sugeri que ela fizesse uma meditação para limpeza dos padrões negativos que ela abraçara até então. Ela se comprometeu em fazer o exercício em casa e depois voltar para uma sessão de Vidas Passadas porque sentiu que esse receio em dizer a verdade era algo tão ruim e limitador dentro dela que hoje a estava impedindo de tomar atitudes importantes para sua vida e que talvez entender onde este comportamento doentio se originara poderia ajudar soltar o nó.
Este raciocínio está correto, pois quando perdemos o senso do que é certo e errado em nossas vidas, ou quando não sabemos mais reconhecer o significado do sim e do não é hora mesmo de investigar.

O não é proteção, é talvez a palavra mais forte para impedir que o outro abuse dos seus direitos sobre a nossa integridade. Desse modo, se você de alguma forma está condescendente demais com a vida e com as pessoas, observe se não anda triste e contrariado com o destino. E, se assim for, observe suas posturas. Engolir sapos nunca os transformou em príncipes...

Convido você a participar do meu Grupo de Meditação que acontece todas as quartas feiras às 20:30 hs. Não esqueça de trazer sua doação de alimentos que enviamos para entidades carentes que ajudamos sustentar. Fazer o bem aos demais auxilia nosso crescimento espiritual. Participe!

Texto revisado por: Cris
Publicado dia 10/10/2007

  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 166



foto-autor
Autor: Maria Silvia Orlovas   
Maria Silvia Orlovas é uma forte sensitiva que possui um dom muito especial de ver as vidas passadas das pessoas à sua volta e receber orientações dos seus mentores.
Me acompanhe no Twitter e Visite meu blog
E-mail: msorlovas@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa