auravide auravide

Você sabia que existem várias mudanças de ciclos agindo em sua vida, mesmo que você não saiba disso?


Facebook   E-mail   Whatsapp

Existem alguns cálculos na numerologia que indicam mudanças de ciclos, mas, independente disso, os principais ciclos de mudança em sua vida não precisam ser calculados.

O ciclo menos importante, o mais conhecido e o mais comemorado, é o final de ano, do dia 31 de dezembro ao dia 01 de janeiro.

As pessoas costumam dizer que no ano novo você ganha mais uma chance, mas você ganha uma nova chance sempre que percebe que um ciclo terminou e ciclos não finalizam devido às datas. Você precisa sentir ou jogar para saber quando um ciclo terminou.

Existem várias lâminas do Tarot que mostram isso e no Baralho Cigano também, mas caso você não seja um oraculista, continue lendo.

Esse calendário que usamos é o Gregoriano, que foi criado pelo Papa Gregório XIII, no ano de 1582, e é baseado no ciclo solar e no nascimento de Jesus, como se tudo o que houvesse antes disso, não tivesse valor nenhum.

Até o dia 25 de dezembro, foi baseado no aniversário do Papa, porque acredita-se que Jesus nasceu em março.

O primeiro ciclo de mudança da sua vida começa sempre no dia do seu aniversário.

Esse dia é muito mais importante do que o dia 31 de dezembro, que foi criado baseado muito mais numa religião, do que numa energia.

Nessa data, o que mudou? O que foi concluído? Qual é o seu aprendizado de vida?

Existem outros calendários importantes que vão influenciar na sua vida e outros que se você quiser fazer parte da egrégora, também vão.

Vamos conhecer alguns deles.

O calendário judaico é muito mais antigo, muito mais preciso e muito mais confiável, em termos de energia e é baseado no ciclo lunar e solar.

Se você conseguir adquirir um calendário judaico, encontrará a energia do dia, o signo vigente, a energia do mês, os meses mais negativos, os meses mais positivos e o dia mais negativo do ano.

O calendário judaico mostra com muito mais precisão as influências do ano, que muda em setembro. Como ele se baseia nas energias vigentes, mesmo que você não seja judeu, o segundo grande ciclo de mudanças ocorre em setembro.

Em outubro, ocorre o ano novo das bruxas, comemorado em Samhain (pronuncia-se Souein, do gaélico), vulgarmente conhecido como Halloween.

A magia natural se baseia nos ciclos lunares, onde o ápice é sempre na lua cheia, quando comemoramos festas e festivais, sendo que os mais importantes do ano são o Belthane e o Samhain.

Quando uma pessoa estuda magia natural, que vulgarmente conhecemos como bruxaria, ela usa a Roda do Ano, que pode ser norte ou sul, conforme o hemisfério escolhido pela tradição que o estudante segue.

O meu hemisfério é o norte e isso indica que comemoramos o Samhain no inverno, como nos EUA.

Esse ano eu resolvi falar de Somhain para que você possa usar essa poderosa energia a seu favor, caso queira.

De uma forma bem resumida, os celtas acreditavam que durante o inverno a luz descia para o submundo, espantando todos os fantasmas lá de baixo, que fugiam para a superfície.

Os entes falecidos aproveitavam a ocasião para visitar as famílias, se alimentar e se aquecer nas lareiras, mas como eles não sabiam diferenciar os parentes dos intrusos, havia uma período em que todas as fogueiras eram apagadas e outro em que todas eram acesas.

No inverno, eles associavam a luz do sol com a luz espiritual e para ajudar que a luz retornasse, acendiam nabos, que mais tarde foram substituídos pelas abóboras.

Tem muita coisa para se aprender em Somhain, caso você estude magia natural, mas para você que não estuda, vale outro conhecimento e uma pergunta muito importante.

Se em Somhain até os fantasmas se libertam das trevas, em qual prisão você se meteu e não consegue se libertar?

Todo medo representa uma prisão.

Se você faz dieta todo dia e até já fez redução de estômago e tem medo de engordar e continua sofrendo, você está numa prisão.

Se você tem algum vício sob controle e tem medo de voltar a se viciar, você também está numa prisão.

Se você amou, foi traído e tem medo de amar novamente, está preso.

Quando você muda a sua alimentação porque não quer mais engordar, porque entendeu a necessidade de ajudar seu corpo, então o sentimento é de convicção e não de medo.

Use essa afirmação: Não importa o que houver, vou continuar me cuidando. O que não me alimenta, não quero comer. Simples assim!

Quando você tem um vício controlado, o sentimento é de poder sobre sua vontade e não sobre o vício. O foco é outro.

Use essa afirmação: Eu tenho controle sobre mim, não sobre o vício. O vício está fora de mim. Eu só consumo o que quero. Simples assim!

Quando você foi traído, o sentimento deveria ser de conseguir aceitar as frustrações como necessárias a toda pessoa que evoluiu, da liberdade do desapego, da perda da posse. Quem te cobra é o ego, querendo afirmar que “comigo isso nunca aconteceria”. Só que o ego mente.

Use essa afirmação: Só fica comigo quem faz parte do meu caminho, quem me merece. Se não vai me ajudar a evoluir, não quero. Simples assim!

Medo de dirigir carro, vida, emprego. Ter medo é se colocar numa prisão.

Use essa afirmação: Eu vivo o presente e nesse momento, tudo vai bem para mim. Simples assim!

Não confunda cuidado com medo. Cuidado é foco, é planejamento é sempre pensar numa plano alternativo, caso o primeiro não funcione. Isso é saudável.

Medo é ter a certeza de que não vai dar certo.

Use essa afirmação: Estou fazendo o meu melhor. Se der certo, ótimo. Se precisar corrigir, eu corrijo. Simples assim!

Todo medo vem da ansiedade de sofrer hoje por uma conclusão negativa, que poderia ou não ocorrer no futuro.

Saia do futuro, porque futuro e passado não existem. Foco no presente!

As melhores práticas para perder medo e ansiedade que eu conheço são yoga e meditação.

Aproveite o novo ciclo que está por vir e saia da prisão!

Texto Revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 258


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Conteúdo desenvolvido por: Rosana Ferraz Chaves   
Oraculista, sensitiva e escritora. Se dedica aos estudos de anjos, baralhos e tarots antigos, ministra cursos de oráculos, neurolinguística. Desenha mandalas e cria perfumes mágicos em seu atelier. Autora do livro Magid - O encontro com um anjo.
E-mail: rosanafch@yahoo.com.br | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Autoconhecimento clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa