Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Você se adaptou à vida que não planejou?

por AILZA GABRIELA ALMEIDA AMORIM
Você se adaptou à vida que não planejou?

Publicado dia 5/8/2020 em Autoconhecimento

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


5 dicas para você fazer do limão uma limonada

Foi fácil para você? Foi fácil para a sua família? Não foi fácil para ninguém.

Passamos por uma avalanche de sentimentos e emoções por ser uma situação totalmente nova, uma luta contra um inimigo desconhecido que jamais imaginávamos que chegaria aqui no Brasil. O pensamento era:  "Ah! É algo distante, em outro país, do outro lado do mundo, não vai chegar aqui!". Será? Esse foi um pensamento de quem não se incluía no mundo, que não entendia que "somos todos um".

O covid-19 chegou no Brasil mas, ainda assim, era visto como algo distante, apenas números. O coronavírus foi se espalhando pelas capitais e pelo interior. Os números foram crescendo e se transformando em nomes. Tornou-se uma realidade muito próxima de todos os brasileiros. O pânico cresceu e com ele a insegurança, o desemprego, o agravamento das doenças mentais, os problemas de relacionamentos familiares, considerando o aumento do tempo de convivência em casa, devido à suspensão das aulas, o que colocou crianças e adolescentes cheios de energia em casa o tempo todo. Além disso, a sobrecarga das tarefas domésticas, ou seja, a criação de uma nova realidade para a qual ninguém havia se preparado.

Muitas especulações sobre os tratamentos, os medicamentos preventivos, as vacinas... Porém, os cientistas, muito envolvidos na busca da cura e da prevenção, continuaram e continuam firmes nas suas pesquisas para encontrarem a vacina. Todos nós estamemos muito esperançosos, mesmo sabendo dos protocolos pelos quais a "descoberta" da vacina devem cumprir.

O sonho de permanecer mais tempo em casa, quando da vida acelerada, foi realizado, porém, repleto de situações jamais planejadas. Por enquanto ficamos com os cuidados pela prevenção: isolamento social, lavar as mãos com água e sabão com frequência, uso de álcool em gel, uso da máscara, distanciamento das pessoas, higienização adequada dos produtos pós feira e supermercado... Sei que você deve estar pensando: "isso tudo nós já sabemos!"
Sim! Mas sempre é bom reforçar. Mesmo diante de tanta informação, não  vimos pessoas sem máscaras ou usando-as de forma errada? Não ouvimos e vimos aglomerações? Que cada um possa fazer a sua parte pelo bem individual e da coletividade. "Como disse anteriormente, somos todos um"

Vamos às dicas? Coloque-as em prática! Experimente e sinta a diferença na sua vida.

1) Permita-se um tempo só para si, para conectar-se com a sua essência, para ouvir a sua intuição. Não importa se é de manhã, na hora do almoço ou à noite, tire de 10 a 20 minutos para relaxar, respirar profundamente. Nesse momento, esqueça o celular, a TV ou qualquer outra coisa que possa tirar a sua concentração. Que seja o seu tempo diário para limpar os pensamentos, desestressar, conectar-se com o seu EU Superior. Vale lembrar que quando você reza ou ora, é você quem fala com o Ser Superior. Quando você silencia, é ELE que fala com você.

2) Aprenda algo novo: um outro idioma, artesanato, pintura, tocar um instrumento musical que sempre quis, escreva, faça cursos online, enfim, crie uma rotina de atividades prazerosas, que sejam coisas que você goste. De nada adianta fazer algo que não gosta, que não tem vontade. Isso só pode estressar você.

3) Mantenha o contato com seus familiares, amigos e colegas de trabalho. Mande mensagem personalizada. Há muita mensagem linda, mas, no isolamento social, um oi vale mais que um vídeo com linda mensagem feito por outra pessoas e encaminhado. Ligue para dizer que está com saudade e o quanto a pessoa é importante para você (desde que seja verdade)! rs

4) Tome sol por, aproximadamente, 15 minutos diários. O sol renova a sua energia, é fonte de vitamina D e aumenta a sua imunidade. Reforçar a imunidade é fundamental, especialmente nesse momento.

5) Desenvolver e exercer a empatia, ou seja, a capacidade de se colocar no lugar do outro, respeitar o jeito de cada um, ter a sensibilidade pelo que o outro sente, identificar-se com o outro, reconhecer-se no outro, apesar das diferenças. São situações possíveis e positivas para esse momento de pandemia. Praticando uma ou mais dessas dicas você fará com que o seu lado nesse momento torne-se mais leve e ainda trará leveza para as pessoas com as quais convive.

Há várias atividades que você pode praticar para que os seus dias de quarentena sejam mais leves, agradáveis e produtivos. Falaremos sobre elas na próxima postagem.

O texto fez sentido para você? Compartilhe-o com seus amigos.

Gratidão

Texto Revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 18

Sobre o Autor: AILZA GABRIELA ALMEIDA AMORIM   
Ailza Amorim é Mestre em Educação, Palestrante, Coach de Alta Performance, Reikiana e Practitioner de Barra de Access. Foca no autoconhecimento por acreditar que este é a base do desenvolvimento humano. Estar bem consigo é estar bem com o todo. Para saber preços e conhecer os pacotes de serviços: (38) 988539363 - [email protected]
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa