Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

A Confiança e a Força – Um Basta no Medo e na Dúvida

por Marcelo Hindi

Publicado dia 27/5/2012 em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


O que possibilita alguém se lançar em seu dia a dia, em assuntos e projetos, como quem se lança em um banho de mar, numa manhã quente de verão? O que oferece a força para que o salto na vida seja repleto de coragem, disposição e até mesmo alegria e contentamento? A confiança. Em sua raiz, a palavra confiança traz a expressão latina "fides", que significa fé e, portanto, a própria palavra confiança já traz em si própria a fé que fortalece, impulsiona e motiva. A fé pode parecer um elemento do território da religião, mas não é somente. Para que realizemos qualquer ato determinado por um ideal, precisamos acreditar nesse ideal, no projeto. Nossas ações se voltam àquilo em que acreditamos. Por isso que, quando surge a dúvida e o medo, a fé é a melhor solução.

Os movimentos na vida começam com a fé. Por exemplo, um relacionamento afetivo, começa por causa da fé que duas pessoas depositam em seu convívio amoroso e realizador; um projeto no trabalho começa com a fé a respeito de uma ideia; o curso de idiomas, a conclusão dos estudos, a graduação, começam com o acreditar do estudante nos realizadores resultados de sua empreitada; e tantas outras situações que vivemos, começam por acreditarmos em algo, tantas vezes em nossa própria satisfação, realização e paz de espírito. Como consequência nos lançamos às mais variadas ações, motivados essencialmente por desejarmos cessar as causas do sofrimento e por desejarmos produzir, restaurar ou até prolongar a experiência de prazer. É basicamente disso que tratamos hoje.

Quer seja por objetivarmos nossa própria satisfação, quer seja por desejarmos cessar causas de sofrimento, lançamo-nos em ações que podem efetivar algo imediatamente como saciar a sede ao beber um copo dágua, lançamo-nos a ações que podem efetivar os resultados pretendidos a prazo certo, como a realização de um curso de idiomas ou um curso de graduação, e, finalmente, lançamo-nos às ações que efetivam nossa realização em um contínuo, pois nos interessa um caminho a seguir e não um fim a concretizar, por exemplo o ‘Bem Viver, uma relação afetiva, o progresso espiritual e etc. Um fato em comum em todas as possibilidades: é a confiança que nos impulsiona, nos encoraja e nos dá elementos para lidarmos com o medo , a dúvida e a incerteza.

Por acreditarmos em algo, agimos de acordo com esse algo, e por temermos ou por nutrirmos dúvidas, hesitamos, quase paramos, ficamos ansiosos e inseguros. Sendo assim, a confiança nutre a força, enquanto a dúvida a reduz. Não me refiro à dúvida enquanto questionamento realizador do conhecimento, mas a dúvida que nos faz recuar, estancar no caminho. Quando sofremos por falta de motivação, por exemplo, em um projeto de trabalho ou em um momento de desencontro entre um casal, ou mesmo na expectativa da produção de um resultado incerto em algum campo de nossas vidas, é a dúvida que se faz presente, e o melhor remédio que existe para lidarmos com essas situações é a confiança.

Em qualquer exemplo, como os acima citados, a confiança é a solução para que nossa força seja restabelecida e nossas disposições mais autênticas sejam restauradas. É exatamente com a fé naquilo que queremos -e por isso a reflexão é um convite ao exame franco e sincero de nossos próprios desejos e vontades- que vamos reestabelecer o vínculo com aquilo que mais nos importa. Se a relação afetiva está balançada, difícil, pergunte-se: "o que eu realmente desejo?", "Em que acreditei quando essa relação se caracterizou?", "Quero apostar na relação?". Se você aposta na relação, confie nos resultados das ações escolhidas, e, acima de tudo, confie na própria relação. Se for uma situação vivida, considere que você não caminha para qualquer direção, você bem sabe o que importa a você e que sentido dá à sua vida, por isso você sabe em que pode confiar e qual sua motivação para confiar. Você sente disposição para confiar? Percebe que é preciso ter fé para acreditar? Escolhe acreditar? Excelente!

O que possibilita que alguém se lance em sua própria vida com disposição, ânimo e até entusiasmo e coragem é a confiança. A confiança é o delicioso ato de entrega àquilo em que se acredita. Então, para o que quer que você precise, restabeleça agora sua confiança, sua fé: acredite em Deus, na Vida, no amor, na prosperidade, na amizade, na saúde, na conciliação, na transitoriedade. Tudo passa na vida, mas nós, que passamos pela vida, podemos fazer desse momento, o melhor retrato de nossa força e satisfação por viver e poder realizar. Uma ótima semana.Marcelo Hindi - Psicoterapeuta Holístico

Texto revisado

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 57

Sobre o Autor: Marcelo Hindi   
www.colegiomistico.com.br www.zerandokarma.com.br
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa