auravide auravide

A PRÁTICA RADIESTÉSICA E SINCRONICIDADE


Facebook   E-mail   Whatsapp

As pessoas estão ainda querendo entender a lei da atração, outros já entenderam, outros nem imaginam como entender esta “história” e outros já praticam, dizendo ser infalível. Nos livros e filmes sobre o tema, relatam fatos, ilustrações e exercícios que capacitam os interessados a cada vez mais realizarem seus desejos.

Muitas pessoas divulgam tratamentos à distância e inclusive avaliações energéticas sem o contato físico e o interessante é que muitos procuram por este profissional e obtêm resultados positivos inexplicáveis.

Carl Gustav Jung anuncia sua teoria de que tudo no universo estava interligado por um tipo de vibração, e que duas dimensões (física e não física) estavam em algum tipo de sincronia, que fazia certos eventos isolados parecerem repetidos, em perspectivas diferentes.

Albert Einstein anuncia que somos um complexo energético constituído de dimensões de energias tais como: energia mental, emocional, espiritual e física e que quando uma destas dimensões está em desarmonia, as demais têm reações de bloqueios, configurados em várias situações psicológicas e/ou físicas.

O processo de sincronicidade se dá no Universo, quer acreditemos ou não. Tudo no Universo vibra por conta da composição de cada campo de energia dos seres, dos objetos, dos ambientes. Estes campos de energia são chamados de radiações.

Se todos os corpos emitem radiações, existem inúmeras radiações que se interligam, mas só captamos as que nos interessam. Os animais usavam isso desde sempre, por terem um sistema nervoso organizado para vibrar a uma frequência determinada e sentir uma grande distância e captar as radiações características de suas intenções ou necessidades. Os animais só sintonizam nas ondas que lhes são necessárias para conservar e propagar a sua espécie. A pessoa sintoniza a onda que lhe aprouver; para isso, ela “fecha” seu cérebro a outras ondas que não lhe interessam e capta as ondas que precisa no momento.

O Radiestesista, ao iniciar sua pesquisa, precisa fixar sua atenção num objetivo bem definido. Isto estimula o inconsciente em suas faculdades perceptivas e seletivas. As interrogações claras e diretas vão determinar respostas certas.

O processo de pesquisa radiestésica desenvolvida por um radiestesista está diretamente interligado com o consciente do operador que decodifica as vibrações emanadas pela pessoa, objeto ou ambiente em pesquisa. Estas vibrações são enviadas por um processo de frequência de ondas e amplitudes de ondas, tal qual freqüências modulares de rádio transmissores. O operador, com sua habilidade e técnica, decodifica esta freqüência através de seus neurotransmissores. Fazendo com que todo seu corpo vibre e, com isto, o instrumento radiestésico capte e indique as respostas necessárias.

Todo radiestesista utiliza deste processo de decodificação, até mesmo aqueles que utilizam aparelhos eletrônicos de captação de freqüências. O processo de sincronicidade existe e sem ele um radiestesista não poderia atuar, pois a vibração de um pensamento, sentimento, de uma dor, de uma doença é captada facilmente em sua origem através deste processo e, o mais importante é que são indicados tratamentos personalizados, especificos para aquele tipo de energia emanada e que precisa de dissolução.

O processo de sincronicidade entre um radiestesista e o objeto ou pessoa pesquisada é real, intenso e preciso.

Tudo que existe no Planeta Terra tem um campo vibracional e este campo vibracional está interagindo o tempo todo com outros campos vibracionais de alta vibração ou de baixa vibração. Quando um ser está em contato com campos vibracionais de baixa vibração, com o tempo, ele começa a perder energia e, desta forma, inicia-se o processo do desequilíbrio emocional e físico respectivamente. E o final do processo é o que chamamos de doença e muitas delas, consideradas crônicas ou incuráveis através dos procedimentos tradicionais de pesquisa.

A Radiestesia não é uma terapia. O operador em radiestesia pesquisa um campo vibracional, descobre os focos de energia de baixa vibração, suas origens e indica quais tratamentos que aquela pessoa deva seguir. O leque de possibilidades de tratamento depende do conhecimento do radiestesista nas técnicas que ele tenha tido conhecimento tais como: reiki, cromoterapia, florais, bioenergia, yoga, acupuntura, massoterapia, homeopatia e até alopatia e outros.

Todos estes tratamentos são indicados por sincronicidade entre o operadador e o cliente. Um radietesista não precisa ter um curso de cada técnica citada acima, mas pelo menos entender como funciona cada uma para que o processo de sincronia mental se complete.

A radiestesia trabalha com campos vibracionais e todo campo vibracional sempre está em sincronia com outros, portanto o trabalho com RADIESTESIA é um trabalho de SINCRONICIDADE.
 

Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 13


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Terapeuta Eliana Kruschewsky   
Eliana Kruschewsky Terapeuta, Palestrante, Educadora. Serviços: Avaliação Radiestésica, Reiki, Cromopuntura, Florais e Tarô Terapêutico. Brasília-DF. Ministra cursos de: Mandalas em fios, em vidro e em tela. Radiestesia/Radiônica, Tarô Terapêutico. www.portalvialuz.com (61) 3551-2003 (61) 8189-8843 Tim
E-mail: [email protected] | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa