Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
Home > Corpo e Mente
Alecrim - Rosmarinus officinalis

Alecrim - Rosmarinus officinalis

por Rosemary Rezende
Facebook   E-mail   Whatsapp   chat aura


Tudo bem, vou confessar. Tenho uma quedinha pelo Alecrim. Sempre tive, desde pequena. Mas só há pouco descobri o porquê disso. Sim, o meu nome, Rosemary, vem do nome científico dessa planta que eu amo; talvez por isso eu goste tanto dela. Mas claro que não é só por isso. Leiam o artigo e vejam quanto benefício ela pode trazer.

Nomes Populares: Alecrim, Rosmarino, Erva da Recordação.
Nome Científico: Rosmarinus Officinalis / família Labiadas
Planeta: Sol

Origem: remonta às praias do Mediterrâneo; o nome rosmarinus vem do latim que significa “o orvalho que vem do mar”, devido ao cheiro das flores vegetando à beira mar. Carlos Magno obrigava os camponeses a cultivá-lo. Foi companheiro dos portugueses nas Entradas e Bandeiras. Antigamente queimava-se caules de alecrim para purificar o ar do quarto de doentes em hospitais.
Partes usadas: Folhas e flores

Lendas e Mitos: conta-se que numa viagem Nossa Senhora sentou-se à sombra de um alecrim para dar de mamar ao menino Jesus. Por isso acredita-se que a planta nunca atinja altura superior à de Jesus adulto. Outro conto diz que a Bela Adormecida foi acordada pelo príncipe com um ramo de alecrim. Os gregos usavam coroas de alecrim em festas, como símbolo da imortalidade. A crendice popular usa o alecrim para afastar olho gordo. É a erva da juventude eterna, do amor, amizade e alegria de viver. Colocada debaixo do travesseiro afasta maus sonhos. Tocar com alecrim na pessoa amada faz ter seu amor para sempre. As amizades também são conservadas presenteando-se com ramos e cosméticos com alecrim.

Características e Cultivo: arbusto rústico e persistente, atinge até 2 metros de altura, com folhas resinosas, coriáceas, lineares e verde-escuras. O caule, quadrado, torna-se lenhoso a partir do segundo ano. Gosta de locais ensolarados. É companheira da sálvia, brócolis e couve. Atrai abelhas e repele moscas da cenoura. Prefere solo drenado e permeável, mas vai bem mesmo nos pedregosos.

Propriedades: bom para os rins e vesícula e equilíbrio da pressão arterial, auxiliando a boa circulação; auxilia nos estados de depressão, dores reumáticas, digestão; facilita a menstruação, combate a gota e icterícia; é antissético, sedativo, fortalece a memória. Bochechos de infusão são recomendados para aliviar aftas e estomatite.
Para asma: fumo de alecrim - reduzir a pedaços pequenos as folhas secas; fazer cigarro e fumar quando ameaçar ataque de asma.
Para reumatismo, eczemas e contusões: folhas cozidas no vinho podem ser usadas no local.
Como antissético bucal é só fazer uma infusão comum e bochechar. E as folhas secas e reduzidas a pó são usadas como cicatrizante.

Cosmética: vinagre de alecrim ou um chá bem forte no cabelo depois de lavado estimula a saúde dos folículos capilares e evita a calvície; o shampoo é ótimo fortalecedor dos cabelos.
Na pele, restabelece o ph natural (é ligeiramente adstringente). Óleo de alecrim é bom para passar no corpo após o banho. Creme para lábios sensíveis: 1 col. café de manteiga de cacau, 1/3 de col. de café de glicerina, essência de alecrim. Derreta a manteiga, misture a glicerina e o alecrim. Impede rachadura dos lábios ou irritação.
Tônico facial de alecrim: 1 e ½ xíc de água, 1 maço de alecrim, ½ dose de conhaque. Ferver o alecrim na mistura de água e conhaque por 15 minutos. Filtre e conserve em vidro escuro. Para pele precocemente envelhecida: 50g de alecrim em infusão em 1 litro de água por 10 minutos.

Utilização
Uso caseiro: inseticida natural; plantado na horta protege as outras plantas. Ramos de alecrim frescos colocados entre as roupas defendem-nas de ataque de traças.
Galhos floridos secando num vaso na casa estimulam a memória.
Uso culinário: Aves e carnes brancas, carneiros, peixes, batatas, omeletes e molhos. Carnes de caça, frutos do mar, pães. o famoso “néctar dos deuses” parece que é o mel de alecrim.

Aromaterapia: o óleo essencial de alecrim é utilizado para dores musculares, reumatismo, artrite, prisão de ventre, tosse, sinusite, resfriado, bronquite, enxaqueca, deficiência de memória e cansaço.

Efeitos colaterais: não é indicado durante a gravidez e nem para epiléticos; em caso de overdose pode causar gastroenterites e/ou nefrites.

Usem também o alecrim. Garanto que vocês vão gostar.

Texto revisado por Cris

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo




Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 22
Atualizado em 09/03/2009

Veja também
artigo A resiliência pode ajudá-lo a superar a crise
artigo Só o agora importa
artigo Você sabe quem é quem na trama familiar da mãe abusiva?
artigo Coração Ardente

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




horoscopo



Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa