auravide auravide

Alergia é curável - Parte 1


Facebook   E-mail   Whatsapp

Outono é a estação do ano quando pele e pulmões sofrem demais e todo cuidado é pouco. Pessoas que pela idade, como as crianças e as da terceira idade, ou que por maus hábitos de alimentação e de vida, estressam durante todo o ano estes 2 sistemas excretores, serão as primeiras a caírem doentes ou agravarem seus quadros crônicos. Que se arrastarão pelo inverno...

Portanto, recomendo a leitura deste texto FANTÁSTICO do Dr. Max Bruker, um médico alemão das antigas (1909 - 2001), porém, super atual: De BEM com a Natureza. Ele acertou na mosca quanto ao entendimento e tratamento das alergias. Vamos conferir?

Dr. Max Otto Bruker*

"Também sou alérgica" palavras que os médicos ouvem com frequência. Fica a impressão de que quase todas as pessoas sofrem de alguma alergia. Fato: estatísticas mostram que houve um considerável aumento das doenças alérgicas nas últimas décadas.

Nos anos 60, entre 100 habitantes (Alemanha), um era alérgico. Hoje (final século 20) 10% dos adultos e 20% das crianças apresentam sintomas de alergia. Entretanto, muitos problemas patológicos, considerados como alergia, são causados por outros fatores. 

Alergia não é um diagnóstico suficiente

A maioria das pessoas acha que o diagnóstico "alergia" indica a causa da doença. Isso é um erro grave. A pior consequência deste conceito errôneo é que o doente passa a acreditar que sua doença seja incurável. Ele acredita que a alergia é a causa de sua doença; que ele tem o azar de ser alérgico. Assim, a alergia é vista como algo imutável, só resta se conformar.

Alergia não é congênita, mas adquirida

Entretanto, a alergia não é congênita, não é uma característica infeliz que não pode ser mudada. A reação alérgica é adquirida. O paciente alérgico era sadio antes de aparecer a alergia e, portanto, pode ser curado.

Alergia É UM SINTOMA

A rigor, a alergia não é a causa de uma doença, apenas a prova de que alguém adoeceu. A alergia é uma doença que tem causas que precisam ser pesquisadas, iniciando-se pelos hábitos alimentares.

Alergia é palavra da moda

A palavra alergia vem do grego e significa apenas "reação diferente" (al = diferente + ergien = reagir). O alérgico reage de maneira diferente do esperado, do "normal". Na linguagem médica, conhecemos denominações como hiperergia, reação intensa ou acima do normal. A palavra alergia diz apenas que a pessoa tem uma reação diferente da normal. Este conceito elástico se tornou padrão para um modismo.


Eu, Conceição Trucom, diria que a alergia pode ser considerada como um sintoma de estresse por elevado nível de intoxicação (que pode ser em vários níveis de consciência, não só físico e emocional) ou consumo ou uso exagerado de algo estressante, intoxicante.

Pense em alguém com uma agenda LOTADA de tarefas, dias, meses e até anos seguidos. Não há tréguas, descanso, férias, respiros, alívios. Assim, chegará um dia em que mais uma única tarefa (simples que seja, como um par de óculos que perdeu ou quebrou) será suficiente para causar uma crise nervosa, um surto ou colapso.

Portanto, desintoxicar-se é preciso... E, fato, várias alergias se dissolvem pelo simples hábito da desintoxicação diáriainterromper o consumo e prática do que provoca o quadro alérgico JUNTAMENTE com uma alimentação desintoxicante.


A alergia tem causas


Quando uma pessoa reage de maneira diferente, isto deve ter alguma causa. Entretanto, estamos diante de um novo problema. A medicina acadêmica quase não pesquisa as causas. Geralmente, o tratamento se resume no alívio dos sintomas e não se preocupa em eliminar as causas da doença.

Quando o paciente pergunta ao médico por que ficou doente, ele deseja saber a causa de sua doença. Entretanto, como o próprio médico, em geral, desconhece estas causas, ele faz um diagnóstico. Por exemplo: "distúrbios circulatórios", ou "problemas da tiróide", ou "problema do fígado", ou "distúrbios hormonais", etc. Mas não explica as causas de tudo isso.

Na universidade, não tem sido ensinado que as doenças do aparelho locomotor, isto é, as doenças reumáticas, são doenças causadas pela alimentação moderna. As causas são consideradas como desconhecidas. Às vezes, são rotuladas como doenças geriátricas ou doenças degenerativas, como se fosse possível provocar doenças pelo uso das articulações ou pela idade. O mesmo acontece com os inúmeros problemas metabólicos como a obesidade, o diabetes, os cálculos biliares e renais, os distúrbios hepáticos, as doenças vasculares e, finalmente, as alergias.

Ninguém aponta os alimentos industrializados, destituídos de elementos vitais - farinhas, óleos e açúcares refinados - como causa dessas doenças. No imenso grupo dos distúrbios funcionais, dos distúrbios vegetativos e dos distúrbios emocionais, da depressão, das doenças psicossomáticas, também não se dá suficiente atenção a causas reais como o estilo de vida, a educação... Nestas doenças, existe uma incapacidade para vencer os múltiplos problemas da vida. Estes fatores também contribuem para o aparecimento de todas as doenças - inclusive a alergia.

Se estas interdependências não são reconhecidas -como de fato acontece- pseudo-causas são apontadas ERRONEAMENTE como causas.

Daí em diante, será uma ilusão a forma de tratamento e cura...

Continua na próxima semana - Parte 2.

* Texto extraído do Doenças do Homem Civilizado - Dr. Max Bruker - editora TAPS (ebook). São as 49 páginas mais impressionantes que já li sobre este assunto.

Dr. Max Otto Bruker - médico alemão, corajoso e pacifista, que durante 45 anos atuou como Dir. Clínico em diversos hospitais, promovendo uma medicina natural e ajudando inúmeros doentes através dos livros que o tornaram conhecido. Fundou em Lahnstein (1989) a entidade filantrópica Gesellschaft fur Gesundheitsberatung, que assegura a continuidade de sua obra. 

Reprodução permitida desde que solicitada autorização da www.taps.org.br

Atenção: Este ebook será presenteado e enviado por email aos que adquirirem o livro Alimentação Desintoxicante ou De BEM com a Natureza na loja da ViverZen ou em qualquer dos meus eventos da AGENDA. Isto porque eles complementam super BEM este assunto, colocando cada pessoa diante da possibilidade de transformar ASSERTIVAMENTE seus hábitos alimentares e de vida.

Texto revisado
Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 149


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Conceição Trucom   
Conceição Trucom - química, cientista, escritora e palestrante sobre Alimentação Natural, QV e bem-estar.
Reprodução autorizada desde que na íntegra, citadas autoria e fonte.
Site: www.docelimao.com.br
Facebook: Conceição Trucom
E-mail: mctrucom@gmail.com | Mais artigos.

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa