Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Como deixar de renovar o karma?

por Andre Lima
Como deixar de renovar o karma?

Publicado dia 11/1/2012 em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


A compreensão limitada que muitos têm a respeito do que é o karma e como ele é gerado acaba levando à renovação indesejada do mesmo e a perpetuação do sofrimento. Vamos explicar nesse texto como isso ocorre. Mas, primeiro, veremos o que é o karma e como as pessoas interpretam de uma forma equivocada. 

Karma é o retorno das nossas ações, pensamentos e sentimentos. Quando estas ações, pensamentos e sentimentos são positivos, teremos o retorno de acontecimentos positivos. Já, quando as ações, pensamentos e sentimentos são negativos, colheremos acontecimentos negativos. Até agora, creio que não falei nada novo. Mas vamos em frente com o raciocínio.

Baseado no conhecimento do parágrafo anterior, quando ocorre algo negativo, alguns falam que esse fato se deu devido a um karma que eles carregam. E quando há uma repetição de situações negativas onde as pessoas não conseguem enxergar a razão, elas também irão dizer que isso se deve ao seu karma.

Tenho uma conhecida que nunca consegue namorar. Os homens desaparecem ou acabam o namoro. Ela fica muito frustrada e diz com muita convicção que isso só pode ser um karma que ela carrega. Na sua visão, significa dizer que ela fez algo em vidas passadas que determinou isso e agora não há o que fazer, a não ser colher as consequências.

É aí onde começa a visão limitada sobre o karma. Muitos veem dessa forma: se eu fui traído, é porque devo ter traído no passado; se eu fui roubado, é porque roubei; se não consigo prosperar é por que prejudiquei pessoas no passado; senão consigo um namorado é porque devo ter prejudicado os homens ou ter atrapalhado relacionamentos de outras pessoas; se sofri uma violência é porque cometi uma violência contra alguém.

Ações negativas como essas certamente vão gerar um karma negativo. Mas o karma não se deve somente a ações negativas. Pensamento e sentimentos negativos também geram karma negativo. O karma é sempre o que colhemos do somatório das ações + pensamentos + sentimentos. Por isso, as tristezas, mágoas, raivas, frustrações e outros sentimentos também são poderosos geradores de karma e levam a repetição de situações em diversas áreas.

No caso da minha conhecida, consigo ver de forma muito clara que essa repetição de fracassos nos relacionamentos acontece pelos problemas sérios de autoestima que eles têm. Sentimentos de não merecimento e falta de autoconfiança acabam gerando inconscientemente comportamentos e posturas que afastam os homens. Enquanto ela não melhorar esses aspectos, é muito provável que a repetição continue. Ou, então, acabará entrando em um relacionamento problemático com uma pessoa também com autoestima muito  baixa. Além dos problemas de autoestima, a própria crença de que é um karma e que não tem jeito acaba gerando também mais situações semelhantes.

Cada sentimento negativo que guardamos acaba atraindo situações que vão gerar mais daquele mesmo sentimento. Quem guarda muita raiva, atrairá mais situações de raiva, quem guarda frustração atrai mais frustrações e assim por diante. A pessoa não só atrai em forma de "coincidências", ela busca inconscientemente através de ações. Ela mesmo está renovando seu karma. Os sentimentos negativos têm um impulso de se perpetuar. Eles ficam dentro de nós afetando nossa forma de pensar e agir, influenciando-nos de forma oculta para que nós os alimentemos.

Atendi um caso de uma moça que sabia que sua mãe havia tentado abortá-la. Guardava um sentimento de rejeição profundo. Esse sentimento acabou por atrair várias outras situações de rejeição ao longo de sua vida com amigos na escola, namorados, e também na idade adulta. Além de atrair as situações como um imã, a rejeição já guardada a levava a reagir de forma muito intensa às novas rejeições que se sucediam. O sentimento de rejeição se aprofundava e assim atraía mais situações negativas.

Mas o karma gerado pela rejeição não afetava só os relacionamentos. Ela também colhia resultados negativos na área profissional. A rejeição provocava um sentimento de não merecimento e a levava a não crescer financeiramente. Encontrava sempre situações que não a favoreciam e também se sabotava inconscientemente para não progredir.

É dessa forma que acabamos ajudando a renovar o karma: ao reagirmos negativamente a situações que não desejamos. A energia gerada pela nossa reação negativa é emitida para o universo e nos retorna em forma de mais situações. É como se jogássemos um bumerangue. Não sabemos quando ele retornará, pode ser que demore, mas ele volta.

No tempo em que trabalhava como engenheiro, eu guardava um grande sentimento de raiva e injustiça contra órgãos públicos para os quais prestei serviços. Aconteciam coisas absurdas que me geravam prejuízos e, por mais que eu tentasse me proteger e tomar medidas, sempre acontecia algo fora do previsto. Esses sentimentos ecoavam e me levavam a encontrar mais situações semelhantes.

E veja como as coisas podem retornar tempos depois. Já perto de deixar a firma, eu coloquei uma causa na justiça contra uma prefeitura. Na minha visão, não havia como perder a causa pois estávamos bem documentados. Quatro anos depois, quando já trabalhava somente como terapeuta, o advogado me ligou e disse que a sentença tinha saído. Não só perdemos a causa como também o juiz nos condenou a pagar as custas do processo. Imediatamente, surgiu um sentimento de injustiça muito parecido com o que eu experimentava naquela época. Entretanto, ao perceber a sensação, observei sem alimentá-la e foi sendo dissolvida. Dessa forma eu não alimentei mais o karma da injustiça.

Crianças que sofrem algum tipo de abuso sexual normalmente são abusadas novamente diversas vezes. E, não raro, sofrem também abusos na adolescência e vida adulta. A energia do trauma que elas carregam acaba gerando essa repetição.

A forma de mudarmos o karma é fazendo uma limpeza emocional nos sentimentos que guardamos. Utilizando a *EFT (técnica para autolimpeza emocional, baixe o manual gratuito aqui)essa tarefa se torna muito fácil e profunda. Gosto de indicar a prática do "Procedimento para Paz Pessoal" descrito no manual gratuito pois é uma metodologia que nos leva a limpar profundamente nossos sentimentos.

Para estancar a renovação do karma negativo, precisamos ficar atentos às nossas reações e as situações que aparecem. Procure ficar consciente e observar para não alimentar os sentimentos. Nesse momento também, é importante usar a EFT pois conseguimos dissolver de forma muito rápida a emoção que aparece nos levando de volta ao estado de paz interior.

André Lima

*EFT - Emotional Freedom Techniques - Técnica que ensina a desbloquear a energia estagnada nos meridianos, de forma fácil, rápida e extremamente eficaz, proporcionando a cura para questões físicas e emocionais. Você mesmo pode se autoaplicar o método. Para receber manual gratuito da técnica e já começar a se beneficiar, acesse este link

Texto revisado
 


Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 149

Sobre o Autor: Andre Lima   
André Lima é engenheiro e trabalha exclusivamente com autoconhecimento desde 2006. Vem divulgando e esinando em palestras e cursos presenciais e online sobre a EFT - Emotional Freedom Techniques, uma técnica revolucionária, simples e eficaz, para limpeza e cura de todos os tipos de emoções, pensamentos e crenças limitantes.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Mensagem Para A+Cor+Dar
artigo Desacelerar
artigo Será que a mãe ou o parceiro abusivo sabe o que está fazendo?
artigo A estrela e a canção: Presentes de Brahman

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.





horoscopo


auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa