auravide auravide

Como se livrar da necessidade de controlar o futuro?



O Brasil tem a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo e ocupa a quinta posição em casos de depressão.
Esses dados foram divulgados em 2017, em um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Nos últimos anos, pesquisas em neurociências têm demonstrado uma característica comum em pessoas que sofrem de depressão: elas mantêm o foco da sua atenção no passado. Costumam ruminar muitos pensamentos a respeito de situações que já aconteceram e não conseguem se desvincular desses ocorridos, de tal modo que permanecem sofrendo, ano após ano, por algo que já passou.

Já os ansiosos mantêm o foco no futuro e alimentam pensamentos negativos e de preocupação em relação ao que está por vir e que, muitas vezes, nem chegará a acontecer.

Os ansiosos costumam ter, ainda, uma outra caraterística marcante: a necessidade de manter tudo sob controle. É como se existisse um processo supersticioso que leva a pessoa a alimentar a crença de que, se ela calcular todas as possibilidades de tudo que pode dar errado, em determinada situação, ela estará segura e poderá evitar o pior.

Em regra, os pensamentos surgem do nada e passeiam pela mente, de forma aleatória, indo muitas vezes para direções que sequer imaginamos, causando angústias, revivendo memórias dolorosas, ou criando preocupações sobre algo que provavelmente nunca irá acontecer. E é um martírio viver refém de uma mente que funciona desse modo.

É importante lembrar, porém, que nem toda preocupação é ansiedade, e nem todo pensamento catastrófico é descabido. Quando se vive sob muita tensão e num ambiente estressante, por exemplo, é realmente difícil manter o equilíbrio emocional.
No entanto, muitas vezes, atribuímos um valor extremamente negativo ao estresse típico das tarefas diárias, por nos faltar, justamente, inteligência emocional. A forma como levamos a vida interfere diretamente no nosso bem estar.

Ficar ansioso, de vez em quando, antes de um grande evento ou quando esperamos por algo importante, é normal! Sentir essa ansiedade, que dá um friozinho na barriga, sua as mãos e tira o sono, em alguns momentos, é ok também. Agora, sentir-se paralisado, sem energia e com a impressão de viver em uma corda bamba, é algo que precisa de atenção e cuidado. E nesses casos, muitas vezes, uma boa dose de autoconhecimento é suficiente. Foi o que funcionou, e funciona até hoje, comigo.

Terapia e medicamentos, em alguns casos, também são necessários. Ainda assim, uma coisa é certa: nada substitui o olhar para dentro de si. O autoconhecimento nos permite manter o foco no agora e esta atitude nos possibilita viver cada minuto, lidando com um acontecimento por vez, cada coisa em sua hora, sem tanto sofrimento.
 
Buscar autoconhecimento não é papo de bicho grilo ou autoajuda. É simplesmente aprender sobre quais são os nossos padrões mentais, nossas crenças e reações emocionais. É desvendar os nossos diálogos internos e desconstruí-los, caso sejam prejudiciais, criando maneiras novas e mais sadias de lidar com os pensamentos e com as nossas emoções.
----------------
Se você se identificou com este problema vivido por milhões de pessoas no Brasil e no mundo, ou se conhece alguém que está sofrendo com ansiedade, eu vou criar uma grupo fechado no Facebook para podermos conversar diretamente sobre esse e outros assuntos afins.
 
Suellen Barone
Coach em Inteligência Emocional e Especialista em Neurociências | Escritora | Treinadora | Palestrante

Se você tem interesse em aprender mais sobre as suas emoções, após muito estudo e muita pesquisei eu selecionei as 100 melhores dicas sobre Inteligência Emocional e Neurociências e as compilei no meu e-Book '100 Neurodicas para Inteligência Emocional' que você pode comprar com poucos cliques, acessando www.neurodicas.com .
 

Publicado dia 17/1/2018
  estamos online

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 27



foto-autor
Autor: Suellen Barone   
Coach de inteligência emocional em relacionamentos, especialista em neurociências e jornalista.
E-mail: sumbarone@gmail.com | Mais artigos.

Veja também
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade











auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa