auravide auravide

Para os adultos que querem emagrecer: se preparem para serem pessoas melhores


Facebook   E-mail   Whatsapp

Hoje está nos jornais mais uma notícia "promissora": nova associação de drogas é promessa contra a obesidade.

É um coquetel formado por antiepilético e derivado da anfetamina. Segundo a pesquisa, que foi financiada pelo laboratório farmacêutico, as pessoas que tomaram a dose máxima perderam 9,8% do peso em 56 semanas.

56 semanas corresponde a um ano e um mês. Não se sabe o que aconteceu com as pessoas após pararem de tomar o coquetel de drogas.

Este é um dos grandes problemas: o que acontece ao longo dos anos com quem escolhe se drogar?

Normalmente, a gordura aumenta, o ego torna-se mais "fraco", a auto-estima diminui... Realmente, se drogar não é um bom caminho.

Você já viu alguém fazer lipoaaspiração no joelho? Eu já. Esta pessoa se drogou durante anos para manter o peso. Ao tentar parar de se drogar, ela ficou extremamente obesa. O que será que aconteceu com seu cérebro depois de tanta droga? Quais os efeitos sobre ele?

Todos sabem que o cérebro é um órgão que se adapta aos estímulos. Sua estrutura muda (dentro de certos limites) e ele pode funcionar de várias maneiras. Depende do conjunto de estímulos que receberá. Por exemplo: você não ficará sabendo de ninguém que curou uma pneumonia tocando instrumento musical. Mas, existem milhões de pessoas que usaram a música para acabar com a depressão.

Pense, então, no tipo de estímulo que você irá jogar no seu corpo ao se drogar (e muitas vezes viciar nas drogas), seja para emagrecer ou outro motivo qualquer. Pense no que você está fazendo com sua mente e quais as consequências futuras do seu ato.

E, o pior, o que será de você quando ficar longe das drogas?

A maior parte das pessoas engorda aos poucos e irá emagrecer aos poucos. Fiz um cálculo com uma paciente e ela engordou em média 5 gramas por dia, durante mais de 15 anos. Hoje é obesa.

O diferencial está neste ponto: a maior parte das pessoas não possuem estrutura de vida para perder rapidamente peso ou terem grandes mudanças no estilo de vida. Portanto, a perda de peso deverá ocorrer lentamente.

Os adultos estão infantilizados, querem tudo de uma vez, rápido e sem esforço. Alguns poucos conseguem. O resto é derrotado.

O que fazer: treinar a mente, exercitar a paciência, estabelecer meta e planejamento de longo prazo, superar bloqueios internos, reorganizar hábitos.

O desafio de emagrecer é o desafio de ser uma pessoa melhor. Todos os meus pacientes que buscam perder peso descobriram e eliminaram bloqueios mentais que agiam sabotando sua vontade. Vontade esta que não diz respeito apenas a alimentação, mas também ao trabalho, família, sexo, dinamismo, etc.

Se você quer emagrecer, se prepare para ser uma pessoa melhor.

Por exemplo, quanto maior a vaidade, mais pressão interna, menos chance de perder peso.

---

Regis Mesquita é psicólogo e terapeuta de vidas passadas em Campinas. (19) 3236-7511 

[email protected]

https://twitter.com/mesquitaregis 

 https://www.psicologiaracional.com.br/ Texto revisado 

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 14


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Regis S Mesquita de Oliveira   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa