auravide auravide

Pobreza, Miséria e Atitude Mental


Facebook   E-mail   Whatsapp

Dentre as organizações de caráter místico-filósofico há uma constituída por um grupo de homens e mulheres dedicados à investigação, ao estudo e à aplicação prática dos princípios e leis naturais universais, que é a Ordem Rosacruz, internacionalmente conhecida como AMORC (Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis), Fraternidade Mundial sem tendência política, sectária ou dogmática, cujo objetivo é capacitar o homem a viver melhor consigo mesmo e no mundo, através de uma compreensão maior da relação entre a mente humana e a Mente Universal. Pela seriedade dessa Ordem, cujas origens remontam a muitos séculos, é interessante refletir sobre suas considerações a respeito da pobreza e da miséria.

“O homem é um ser mental perfeitamente capaz de fazer existirem ou acontecerem coisas e situações em sua vida. A própria natureza o provê de uma energia que é superior a qualquer outra energia física manifestada no Universo, e que é o Poder Criador da Mente.

Porém, o simples fato de ser potencialmente criador não garante que o homem saiba se utilizar desse potencial de sua mente com o discernimento necessário. E também não impede que –por absoluta falta de informação e de domínio sobre o seu próprio Ego– o homem crie o seu infortúnio. Isso acontece com freqüência maior do que o desejável porque o poder criador se manifesta a partir da atitude mental de cada um.

Quando a atitude mental é positiva e bem treinada, o homem cria sucesso. Mas quando é negativa e descontrolada, o homem fatalmente cria fracasso, porque as atitudes negativas da mente consciente carregam mensagens verdadeiramente destruidoras para a mente subconsciente, que as executa sem questionar. E assim, o homem tem aquilo que pediu, esteja ele consciente de tê-lo feito ou não.

Se o homem utilizasse melhor o potencial de sua mente, saberia que pode recorrer às forças da natureza para atuarem em seu favor, e ficaria surpreso ao constatar as mudanças provocadas em sua vida. Saberia que a pobreza e a miséria não são virtudes, mas consequências de energia mental mal direcionada. Não mais culparia Deus por suas próprias misérias”.

Portanto, precisamos aprender a criar conscientemente o que desejamos e, tanto quanto possível, evitar criações mentais espontâneas, baseadas em atitude mental negativa e pessimista, que tragam à realidade situações e coisas indesejáveis.

Quando em situação difícil, nunca devemos agir de forma intempestiva. Em uma crise, antes de qualquer coisa, devemos parar e nos acalmar, não lamentando a situação, pois isso em nada vai nos ajudar. Devemos tentar aceitar a adversidade como uma experiência de aprendizagem e pensar no que pode ser feito para sairmos vencedores, realizando, depois do planejamento, a ação com determinação, foco e muita confiança. Com tal atitude, a Paz, a Saúde e a Prosperidade poderão então alcançar a nossa vida.

Texto revisado

Gostou?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 245


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

foto-autor
Conteúdo desenvolvido por: Renato Mayol   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Corpo e Mente clicando aqui.

Veja também © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.




publicidade










Receba o SomosTodosUM
em primeira mão!
 
 
Ao se cadastrar, você receberá sempre em primeira mão, o mais variado conteúdo de Autoconhecimento, Astrologia, Numerologia, Horóscopo, e muito mais...


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa