auravide auravide

Radiestesia, Radiônica, Mesa Radiônica, Quantec e Aplicações

por Tony Valentim

Publicado dia 24/2/2017 em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Muitas pessoas não entendem o que seja uma "mesa radiônica", e nem suas funcionalidades. Menos ainda o que seja a radiestesia legítima. Isso acaba aqui. Esse material tem por objetivo esclarecer o potencial desse recurso repleto de força e responsabilidade.
 
O que é Radiestesia e Radiônica?

Radiestesia é a percepção de vibrações e a radiônica é a transmissão delas. Mas o uso clássico da Radiestesia e da Radiônica é fundamentalmente o de pesquisar e medir. Nada mais que isso. Radiestesia não cura ninguém, já a Radiônica pode sim emanar vibrações de harmonização. A radiônica emite e recebe ondas à distância utilizando aparelhos ou circuitos eletrônicos, como por exemplo o Quantec, que atua em níveis de alcance muito acima de um RX, por exemplo.

E a mesa radiônica? O que é?

A Mesa Radiônica é uma sequência de operações. Esqueça a ideia do desenho fantástico impresso em um papel que através do giro do pêndulo, promete curar pessoas e resolver situações. Isso é uma falácia e não é assim que acontece.

Uma mesa radiônica verdadeira, é um conjunto de práticas que começa pela medição do campo de uma pessoa. Tudo pode ser medido em relação à alguém. O segundo passo é, diante de desajustes encontrados no campo da pessoa, identificar e medir qual é o respectivo processo de cura correspondente. Cada questão encontrada, pode apresentar uma ação corretiva recomendada. O diagnóstico do caso então, está pronto. A partir desse diagnóstico (que dá sim muito trabalho e não cabe em meia hora de consulta, jamais – pode levar dias) o Radiestesista escolhe práticas específicas de geobiologia ou de uso de gráficos desbloqueadores, desembaraçadores, anti magísticos e terapêuticos, para emanar frequências de harmonização na direção do paciente, o que não se limita a girar o pêndulo algumas vezes e dar o caso por encerrado, mas a um trabalho profundo de acompanhamento diário, em que muitas vezes, a harmonização de algo leva semanas, quando não meses.
 
Para amplificar a capacidade do método “mesa radiônica”, além de todas as ferramentas clássicas da Radiestesia, utilizamos o Quantec, um aparelho que chega a custar no Brasil, o equivalente a pouco mais de 90 mil reais (cerca de 15 mil euros aqui na Europa) que colhe primeiramente as informações básicas do paciente, prepara e escaneia a fotografia digital da pessoa, compara as freqüências detectadas com as milhares de frequências harmonizadoras do seu banco de dados, e na sequência, propõe um tratamento composto da emissão de vibrações (ondulações por ressonância) em curtos intervalos que se repetem diversas vezes durante o dia num período de 1, 2, 3, 6, 10, 12 meses, dependendo do caso. Como cada pessoa, animal, planta e ambiente possui freqüências próprias, as emissões são dirigidas apenas e especificamente ao seu destinatário. A emissão se faz por ressonância de forma semelhante à que ocorre com as transmissões de rádio e televisão através de um componente chamado diodo de ruído branco conectado a um triângulo de crista de quartzo que emite assim as ondas, que são captadas pelo seu destinatário onde quer que ele esteja no mundo. Sem o Quantec, o trabalho pode ser feito da mesma forma, mas exige mais tempo do operador, mais esforço, mais desgaste, já que as práticas manuais obviamente exigiriam a disciplina do redionicista em manter ativo aquele conjunto de recursos elencados à harmonização do paciente. Em alguns casos por exemplo, o paciente recebe pelo Quantec mais de 200 frequências a cada 6 minutos por meses. Qual ser humano conseguiria manter essa disciplina com giros de pêndulo? Nrenhum de nós, certamente.

Mas entenda: A famigerada “Mesa Radiônica de Papel”, só tem real utilidade, se possuir o básico indispensável a qualquer processo de Radiestesia: gráficos de medição. Por isso, é muito perigoso achar que um papel com o design moderno e repleto de “coisas bonitas” vá de fato resolver alguma coisa, quando a “Mesa Radiônica” não se refere a “um desenho sobre uma prancha”, mas sim, à um conjunto de práticas metodicamente sequenciais que, em sua última etapa, conta por exemplo com o Quantec para garantir as emanações de reajuste para a vida de uma pessoa.

Mesa radiônica portanto, não se trata de um método torpe de "magia" para "se alcançar o que se quer", mas de uma poderosa ferramenta de limpeza e correção de qualquer padrão desarmônico que possa estar impedindo o ser de alcançar o que é seu por direito divino (e apenas o que é de direito divino).

Nas mãos de um bom radionicista, bem treinado, estudioso, consciente e sobretudo com vivência prática de radionicismo sério – coisa que não se aprende em cursos de finais de semana - uma mesa radiônica (sobretudo com a Mecânica Quântica Radiônica do Quantec) pode vir a ser uma poderosa ferramenta para emitir freqüências extremamente positivas, previamente definidas pelo operador, possibilitando a correção de problemas e/ou equilíbrio das freqüências eletromagnéticas de um ser vivo, podendo atuar a qualquer distância para toda e qualquer finalidade psicossomática, energética, psíquica, emocional, mental e espiritual, bem como para prover a abertura de caminhos para que se possa alcançar ou construir alguma realidade. Não se trata de um mero realizador de desejos do ego, mas um poderoso fomentador de soluções para diversos tipos de desafios ou anomalias.

A Radiestesia e o Radionicismo são coisas diferentes, mas ambas são ciências não cartesianas utilizadas por grandes instituições do mundo inteiro, há muito tempo. São aplicadas à pessoas como eu e você, mas também vem sendo usada largamente de pequenas empresas à gigantes do mercado, como por exemplo a Philips, ABAS, dentre outras. A confiança na radiestesia e na radiônica é tão grande, não só por leigos, não só por empresas, mas por muitos geólogos e engenheiros também.

Pode ser utilizada para harmonizar, equilibrar ou ainda mudar aspectos emocionais, físicos ou espirituais, impregnados ou desajustados no ser vivo ou mesmo nos seus ambientes.
 
Na prática, para que serve uma Mesa Radiônica séria e sem superficialidades?
Para resolver uma vasta gama de “problemas insolúveis”, ou dificuldades pesadas. Para abrir caminhos, para elevar frequências, mas sem ritualísticas: é uma terapia que trabalha com a modulação de frequências específicas à sua vida.
 
Qual a vantagem do Quantec sobre a Mesa Radiônica?
Trabalha 24 horas por dia sem descanso, faz a varredura da foto automaticamente, acompanha o assistido o tempo todo e propõe ajustes de potencias e intensidades quando percebe que o paciente disso precisa (automaticamente, à distância), tem mais de 230 mil combinações de tratamento, gera relatórios completos do que está sendo emanado para o assistido, usa tecnologia de última geração, não depende do mental do operador de uma mesa radiônica, faz centenas ou milhares de verificações internas em poucos segundos para garantir maior assertividade e eficiência no tratamento, permite a inclusão de toda e qualquer frequência de toda e qualquer terapia existente, dispensa o uso de pêndulos, gráficos e instrumentos diversos, entre outros inúmeros benefícios.

Quando uma mesa radiônica ou um Quantec devem ser usados?
Quando você está infeliz com alguma área da sua vida, quando há algo que vem lhe incomodando na área física, mental, sentimental, emocional, espiritual, familiar, financeira, profissional, judicial ou moral. Quando há em você a sensação de que as coisas estão muito difíceis ou que não andam. Quando você já buscou ajuda em inúmeros e imensos rituais magísticos ou religiosos, e tudo pareceu continuar do mesmo jeito. Enfim, quando você realmente desejar ver sua vida se harmonizar de modo prático, mas sem expectativas de curas milagrosas. Uma mesa radiônica faz o que é permitido ser feito, nada mais, nada menos.
 
Mas cuidado:
Não estamos aqui falando das mesas radiônicas que se encontram por aí em seções de 30 ou 60 minutos, onde muita gente pensa que as coisas estão sendo encaminhadas, mas não há encaminhamento algum. Em radiestesia séria, o “trabalho simples e rápido” de uma seção avulsa com uma mesa de papel cheia de ilustrações, não proporciona resultados fluentes, apenas aliviam o ser naquele momento pela mera indução psicoenergética mental momentânea (psicotrônica).

A correta seleção de gráficos e recursos terapêuticos frequencias (que existem aos milhares), associada ao tratamento cabalístico (mudança de comportamentos baseados em seu plano divino pessoal exclusivo) e às emissões disciplinadas e potentes de todas as frequências energéticas necessárias à sua situação particular feitas pelo Quantec (ou manualmente pela disciplina do operador em fazer os movimentos de X em X minutos ao longo do dia por Y dias/semanas/meses), é o que caracteriza a Mesa Radiônica Legítima.

Na verdade, o termo “Mesa Radiônica” surgiu para nomear equipamentos eletro eletrônicos emissores, mas foi aproveitado para dar nome a um conjunto de símbolos sobre um papel. Mas quem disse que num universo de centenas de gráficos, escudos gráficos, nomes cabalísticos e uma infinidade de recursos, aqueles específicos daquela mesa são os únicos que todas as pessoas precisam? Isso não existe. O que existe é a personalização de cada caso, que é um caso particular e diferente de indivíduo para indivíduo.

O nome na verdade deveria ser “Mesa Psicotrônica”, e não apenas para um fim específico, mas que, se aplicada da forma correta com as ferramentas adequadas da Radiestesia e da Radiônica, associadas às emissões disciplinadas e corretas, pode colocar no lugar todo o seu passado e seu presente dessa encarnação. Tudo aquilo que ocorreu em sua vida e que por desventura ainda te prenda no presente à frequências inferiores, impactando de forma prática nos setores físico, mental, sentimental, emocional, espiritual, familiar, financeiro, profissional, judicial e moral, pode ser ajustado, em maior ou menor grau, e claro, de acordo com sua disposição em seguir o caminho de sua missão nessa vida.

Mesa Radiônica não se trata de um simples ritual de encaminhamento, mas de um trabalho sério de medir, apurar, determinar a correção e iniciar uma poderosa emissão com duração mínima de X dias, regularmente em horários pré-determinados ao longo de cada dia (todos os dias), várias vezes ao dia, proporcionando um movimento energético tão intenso, que em alguns casos supera os movimentos de magia mais poderosos conhecidos. E esse trabalho, nada tem a ver com mesas avulsas em seções de meia hora.

Não estamos aqui invalidando o trabalho dos profissionais que atendem em seções avulsas, mas sim, afirmando: Mesa Radiônica Completa e de Alta Performance é algo que não se faz em uma seção, mas sim, em um processo profundo de investigação, medição, varredura e tratamento de tantas coisas quantas estiverem impactando negativamente ou limitando a vida do paciente/cliente.
 
Em resumo:
Diante do desafio e da responsabilidade de impactar vidas necessitadas de auxílio, o terapeuta radionicista sério faz uma varredura completa no campo morfológico do paciente, detecta todos os problemas e frequências negativas oriundas de qualquer tipo de origem não divina para aquele ser, sejam desajustes físico, mental, sentimental, emocional, espiritual, familiar, material, financeiro, profissional, judicial, moral e existencial, e determina quais são os tratamentos personalizados para aquela pessoa. Na sequência, a mesa projeta energeticamente e automaticamente por emissão de radiação à distância, as emanações vibratórias correspondentes àqueles tratamentos, dispensando a pessoa de os ter que fazer, e proporcionando os mesmos resultados que se manifestariam caso fossem efetivamente feitos. A irradiação, sobretudo com o Quantec, é feita de forma quântica, provocando no campo da pessoa resultados tão objetivos quanto a execução de todos os tratamentos corretivos diagnosticados. Eis o poder da Bioenergia.

Se muitas pessoas fazem macumbas, magias, emanam inveja, ódio, mau olhado, desejos negativos, simpatias, voodoos, amarrações, estão simplesmente usando “energia” direcionada a um propósito menos digno. Se há uma obsessão espiritual, uma maldição, ou qualquer emanação negativa, isso é “energia”. Pois bem, um processo terapêutico de radionicismo, se bem executado, vem desmanchar e colocar fim à "festa" dos absurdos atentados contra o livre arbítrio das pessoas, sendo capaz de devolver àquele ser, o direito de se livrar de tudo o que está desajustado em seu campo. Simplesmente é o dispositivo da luz para reverter o uso negativo da energia, em uso positivo e curativo. Se todas as doenças, depressões ou problemáticas do ser tem origem energética de baixa vibração, a um trabalho sério "limpa" a causa do problema, devolvendo à própria pessoa a capacidade de voltar a emanar as frequências ajustadas com seu plano divino. Não se trata assim da "festa" do "pagou, resolveu", porque Mesa Radiônica séria não "faz o que uma pessoa quer", mas sim, "o que está programado para a pessoa viver", de forma honesta, limpa, livre de energias ou padrões de comportamentos negativos. É a restauração do seu Plano Original de Vida, tenha ele desafios ou não naquela etapa da vida. O fato é que a pessoa passa a pensar por ela própria, volta para seu caminho divino, retorna para a trajetória definida em seu plano reencarnatório (que a pessoa descobre qual é, fazendo por exemplo a decodificação de seu contrato reencarnatório). Como cada “mesa” (chamemos de terapia) é feita de forma personalizada, cada uma delas trata o paciente de uma forma diferente, agindo onde a pessoa, ou empresa, ou situação, efetivamente precisa.

Mas entenda: Mesa Radiônica não é um instrumento para mesquinharias do ego onde alguém tem um "desejo" e espera que a Mesa "atenda a um pedido". Isso, definitivamente, não existe. Radionicismo é coisa séria, e deve ser usado com muita responsabilidade por pessoas bem treinadas e sobretudo, sem promessas falsas.

Através da do procedimento nomeado de “mesa radiônica” é possível ativar, em comum acordo com o paciente, os ajustes das freqüências reparadoras dos desajustes apurados através do atendimento terapêutico e também da própria radiestesia, tarô e outros. Ela pode ser considerada no geral como uma ferramenta de auxílio à cura, harmonizando as frequências energéticas do paciente.

Cabe aqui alguns alertas, frente a esta terapêutica, uma vez que estamos atuando com freqüências energéticas versus livre-arbitrio (amadurecimento ou consciência das ações ajustadas com o paciente) podendo ser necessária uma ou várias intervenções de ajustes, até que fique sanado o problema objeto da ação.
 
Na prática, cada “Mesa Radiônica” define:

1) O que o paciente precisa versus o que o paciente quer

2) O que pode ser tratado e o que não pode sofrer interferência

3) O tipo de potência a ser aplicada em cada tratamento,

4) Qual a duração de cada emanação,

5) De quanto em quanto tempo deve ser feita uma emanação e

6) Número total de emanações, gerando um tempo de tratamento que normalmente é de 90 dias.

Porém, ao final desses 90 dias, um relatório final é emitido informando se é preciso ou não emanar novas frequências, ou se a simplicidade do caso o fez se resolver definitivamente. Há casos em que emanações de 90 dias são plenamente suficientes, e outros que podem exigir repetições ou emanações prolongadas por anos, uma vez que estamos lidando com o livre arbítrio das pessoas, que, uma vez ajustadas, podem, com seu inalienável direito de escolha, adotar uma conduta de vida coerente com seu plano reencarnatório (descoberto através de outras metodologias), ou voltar a praticar atos que desencadeiem novos desafios de ajuste no futuro.

Atenção: Não existe aquela ilusão torpe de que "se você trata um problema, e com a mesa radiônica ele se resolve, ele nunca mais voltará a acontecer". Seria o mesmo que dizer que após a cura de uma pneumonia, nunca mais outra irá surgir. Falácia. Um procedimento sério de Mesa Radiônica resolve aquele problema, naquele momento da vida, com resultados práticos, mas "não tornar a acontecer", depende do estilo de vida que a pessoa levará a partir de então.

Mas sobretudo: o operador da Mesa Radiônica necessita ter a permissão divina para qualquer intervenção, uma vez que corre riscos de atuar sem consentimento e amarrar uma linha cármica junto àquele problema do qual fez alguma intervenção sem autorização e que pode vir a mudar definitivamente o caminho da pessoa/paciente. No caso do Quantec por exemplo, só trabalhamos se a própria pessoa pedir a terapia, jamais atendendo a terceiros que não sabem que receberão ondulações em seu subconsciente.

Pessoalmente, sou contra “o comércio” de serviços de mesa radiônica como se bastasse pagar para ter acesso à uma poderosa ferramenta de intervenção profunda. Porque na realidade, não funciona assim. O paciente a ser tratado precisa querer, merecer e agir em prol do desejo de harmonização ou libertação, ou precisa haver merecimento para aquele ajuste, caso contrário, a mesa nem mesmo deve ser ativada. Afinal de contas, isso não é um "comércio de desejos" e não podemos interferir no campo de quem quisermos pela simples força de uma vontade ou da troca energética de um pagamento. Além disso, se alguém passa por algo de difícil solução, em última instância, não há erros para que aquilo tenha ocorrido, apenas lições. O crescimento é um processo de ensaio e erro, de experimentação. Os experimentos ‘mal sucedidos’ são parte do processo, assim como experimentos que, em última análise, funcionam.

Portanto, o primeiríssimo passo para indicar uma intervenção pela mesa radiônica é pedir permissão, que quando não é dada, nem todo o dinheiro do mundo deve se sobrepor à não autorização da interferência.

Mas se a autorização é dada, através dos procedimentos que caracterizam uma mesa radiônica, é possível equilibrar os pontos, apagar registros do passado ou diminuir seus efeitos no presente, que tantas vezes prejudicam o equilíbrio de um contexto. Afinal, a terapêutica é uma poderosa ferramenta de ajustamento, sobretudo se potencializada com o Quantec, sob a ótica das questões centrais da vida da pessoa, como a família, saúde, amigos, trabalho e o crescimento espiritual, podendo até atuar sobre questões magísticas pesadas (se autorizado) que estão perversamente oprimindo pessoas que já aprenderam as lições correspondentes passando por esses processos.

A Radiestesia e o Radionicismo podem acessar frequências e dimensões do paciente, nas quais ocorreram bloqueios que hoje prejudicam uma determinada área da vida da pessoa. Na etapa de emissão de frequências, a radiônica pode encontrar formas de melhorar a situação atual, emanando vibracionalmente a energia de dezenas de tratamentos diversos de uma única vez. Seja no plano emocional, profissional, espiritual e até no campo da saúde, a Radiônica atua através de uma reprogramação mental/energética/frequencial para que algo se modifique em alguma instância, sempre considerando o que for para o bem maior do cliente.

Existem pessoas que imediatamente após o processo sentem os efeitos da reprogramação ou reequilíbrio energético apontando sensações de alívio, de paz ou apenas se sentindo muito sonolentas. Outras trazem respostas mais a curto e médio prazo através de situações práticas que acontecem em suas vidas. Há também os casos em que muito tempo de emanação será necessário para se ajustar determinada questão de maior gravidade.

O sucesso de uma intervenção desse nível está ligado diretamente à qualidade moral do terapeuta, bem como de seu conhecimento e habilidade, sem os quais, nenhum empreendimento é bem sucedido em nenhuma área terapêutica. A “chave de acesso” é a consciência moral elevada. Podemos comparar a Radiônica a um computador cósmico que pode acessar todas as coisas, e interferir em todas as coisas (desde que os acessos sejam adequadamente liberados de acordo com cada caso)

Sem conotação religiosa ou mágica, porém com um ícone para conexão com todas as crenças e tratamentos convencionais conhecidos, a Radiônica tem o objetivo de ensinar e auxiliar a cada ser humano o quanto ele é capaz de promover mudanças na sua realidade. Mesas são criadas de forma a facilitar a intervenção. Atrás dessa ciência secular (tão difamada às vezes como “magia”) há conhecimentos de PNL (programação neurolinguística), alquimia, cabala, crenças, reprogramação mental, leis universais, florais, cromoterapia, cristaloterapia, Reiki, física quântica entre outros.

São inúmeras as possibilidades de atuação da Radiestesia e da Radiônica, uma vez que é uma ferramenta muito ampla.

Veja no vídeo abaixo por exemplo, a atuação empresarial:
 
 
Mas note: a aplicabilidade central é o bem estar do ser humano, o que torna a técnica, por sí só, extremamente poderosa e verdadeiramente séria, muito além de apenas "mais uma" terapia.

Para compreender um pouco mais sobre o Quantec, que poderíamos classificar como uma poderosa "Mesa Radiônica Eletrônica", leia meu outro artigo em https://www.somostodosum.com.br/clube/artigos.asp?id=53642

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 103

foto-autor
Sobre o Autor: Tony Valentim   
Tony é um ser comum, sem privilégios ou destaques que o diferenciem das demais pessoas. Devorador de livros, admirador de culturas religiosas sem preconceitos, e eterno aprendiz do Cristo. Mestre de nada, sábio de coisa alguma. Alguém como você, que chora, sorri, busca, luta, exercita a fé e cultiva no peito a doce flor da esperança.
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Qual é a sua ambição?
artigo Porque estamos novamente falando da Era de Aquário?
artigo O Universo num Corpo Humano
artigo A noite escura, de são joão da cruz

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa