auravide auravide

Vaidade e Inveja fazem Mal ao Coração

por Rúbia Zaia

Publicado dia 29/8/2008 em Corpo e Mente

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp


Gostei muito do texto abaixo. Algo para refletir.

Beijos.

Rúbia Zaia

Por José Medrado


"Em recente entrevista a Lillian Wite Fibe, no canal Uol News, o ilustre cardiologista Adib Jatene citando um amigo quando questionado sobre felicidade, afirma: "Trabalhei no Dante Pazanezzi com o Dr. Dante, filósofo, grande cardiologista. Ele dizia que ninguém consegue combater o estresse. O estresse existe; o que você consegue é reagir de uma forma mais equilibrada a ele".

O Dr. Jantene assevera, ainda, que o conhecido Dr. Dante dizia que existem dois sentimentos que complicam muito a vida das pessoas: a inveja e a vaidade. "A inveja faz o indivíduo sofrer com o sucesso alheio e a vaidade faz com o que indivíduo fique muito preocupado com o que os outros pensam sobre o que ele está fazendo. No momento em que você consegue controlar esses dois sentimentos, fica num nível onde fica mais fácil reagir às dificuldades”.

Somos capazes de entender o que o Dr. Jatene fala quando notamos aquelas pessoas atoladas em suas vaidades pessoais - não falo aqui daquela vaidade de se enfeitar, arrumar-se, natural, necessária na valorização da auto-estima – mas daquela de se julgar acima do bem ou do mal, a vaidade dona da verdade, onde nada nem ninguém merece nada, senão o desprezo de sua “cultura”, do seu saber. São aquelas pessoas que vivem para não ser contrariadas em seus posicionamentos e “status”, não se dando conta de que tudo o que as contraria leva a um grande dissabor interior, de certa forma, a um grande sofrimento.

Vamos ver desfilar à nossa frente aquelas pessoas que se debatem em si mesmas, não permitindo que ninguém mais chegue a algum lugar de que elas se julgam donas. A sua prepotência, fomentada pela vaidade distorcida de se julgarem os melhores, se vê perturbada, em desequilíbrio, quando se sentem ameaçadas por alguma “concorrência”; aí, claro, vão combater o novo, o ameaçador. Veremos essa conduta nas mais variadas áreas do transitar humano: entre familiares, artistas, políticos, colegas de trabalho e até mesmo nos porões de todas as religiões.

Entendemos, realmente, que essa vaidade maltrata o coração, pois gera o medo, cria aquela necessidade permanente de vigilância, de não relaxar, pois o medo de perder a tal posição é maior do que o prazer que ela nos daria.

Ah! E a inveja? Esta é ferida que não cicatriza, pois o seu portador não sossega enquanto não vir o alvo do seu despeito caído no chão onde, em geral, o invejoso se sente.

O invejoso é um doente que sofre de um complexo de inferioridade muito grande diante do invejado. Ele não consegue aquietar o seu coração, enquanto não destruir, não prejudicar o seu alvo. No entanto, quanto mais tenta e percebe que o invejado continua a crescer, a se evidenciar, maior é a angústia do invejoso, maior é o impacto no seu coração que se encontra atordoado, perturbado, desassossegado.

É muito fácil entender o Dr. Dante, citado por Adib Jatene, pois é bastante você, leitor, lembrar de algum invejoso que o perseguiu. Ele não mediu distância, métodos, meios para tentar atingi-lo; em sua saga, valeu tudo: mentiras, intriga, calúnia, dissimulações, maldades de toda e qualquer natureza. Porém, é fato: os invejosos são uns atordoados que, não se dando conta de seus complexos, perdem sua vida de foco e passam a viver como parasitas das conquistas dos outros.

O invejoso geralmente é alguém profundamente vaidoso do que se julga importante, razão pela qual esses dois mesquinhos sentimentos se confundem e se completam em uma teia auto-obsessiva, desagregadora da paz e saúde dos que os cultivam."

Fonte: site da Cidade da Luz em 23/01/2006 – link

Texto revisado por Cris

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp
  estamos online

Gostou deste Artigo?    Sim    Não   

starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 27

foto-autor
Sobre o Autor: Rúbia Zaia    
CURSOS e ATENDIMENTOS OFERECIDOS EM SÃO PAULO E ÁGUAS DA PRATA: Dança Cigana, 13 Raios Cósmicos de Cura e Magia, Leitura de Cartas Ciganas, Ervas “Cura e Magia”, entre outros. Atendimentos: Cartas Ciganas e Tarô, Renascimento: Reprogramando sua vida!, Casa de Cura Espiritual - gratuito. Informe-se! (11) 7153-0100 -S. Paulo
E-mail: [email protected]
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa