Home > Autoconhecimento
UM NATAL  (QUASE) INESQUECIVEL

UM NATAL (QUASE) INESQUECIVEL

por Alberto Carlos Gomes Lomba

E aqui estamos nós próximos ao período de festividades natalinas e de final de ano.
A mídia certamente já estressou suas melhores intenções com mil ofertas de presentes.
E presente para parentes, conhecidos e afins. Na categoria dos afins, podemos enumerar uma lista telefônica que vai desde o humilde lixeiro, passando pelo manobrista, da garagem onde você estaciona o carro, ate o amigo secreto da empresa em que trabalha.
E claro que as lojas de R$1.99, acabam salvando o bolso de muita gente.
Não bastasse isto temos, hoje em dia, milhões de lojas em ruas conhecidíssimas, onde se encontra de tudo, sendo 30% falsificado em pais vizinho. Mas vale a intenção.
Afinal, é o espírito de Natal.

Por isto mesmo, Zizinha Pena, casada com Donato Pena, e mãe de três lindas crianças, e mais uma infinidade de parentes, dona de casa exemplar, e diarista por profissão sempre "arrumava" uma depressão neste período.
Jogada numa cama, encenando total abandono pelas festas transferia para Donato o comando de toda a festança.
Embora sem nenhuma medicação e nos bastidores, com a filharada, se informava do andamento das coisas.

Quando o marido chegava em casa, todo empacotado, ou seja, cheio de pacotes, pois que era chefe do almoxarifado de uma multinacional e ganhava razoavelmente bem, Zizinha corria para a cama e se jogava e continuava a encenação de doente.
Coitado do Donato. Mulher doente e lá se iam seu décimo terceiro em mil bugigangas que seriam distribuídas na ceia natalina, principalmente, para os parentes da esposa, que vinham do interior e nada colaboravam e exigiam conforto total.
Sem contar que estes dias que antecediam o Natal faziam churrasco, bebiam tudo que tinham direito e lavavam a roupa suja da família em verdadeiras batalhas verbais.
Zizinha nem estava aí. Continuava a manipular tudo ao seu interesse.

Para sair da depressão pediu ao marido uma televisão moderna pois que o primo Castrinho levaria a da sala, como bônus por ter viajado 800 quilômetros para a grande noite.
No emprego, Donato caiu de amigo secreto de um diretor e como um saudável puxa-saco comprou para o mesmo um litro de uísque escocês 10 anos. O seu presente foi um mísero CD que acabou travando no aparelho de som.
Mas consciente do espírito do Natal, não negou fumo.
Para a alegria total da população que superlotava a casa de Donato, no dia 24, Zizinha estava curada da depressão. E ainda teve tempo de assaltar a carteira do marido para ir comprar um vestido novo e fazer o cabelo.
E a ceia chegou.

Antes da meia noite, parentes e amigos, atacavam a farta mesa com muita variedade em comida, além de bebidas e doces.
Zizinha vibrava com sua nova televisão. Donato a distancia esperava a badalada da meia noite quando então os comilões começaram a passar mal.
A fila do banheiro parecia interminável. Era um corre-corre. Zizinha chorava vendo seu Natal ir para o brejo. Enquanto isto, Donato pegou o carro e foi participar da Missa do Natal.
Até hoje, Zizinha e seus parentes, que passaram o resto do Natal no pronto socorro, não sabem quem colocou purgante digestivo nas comidas.
E muito no seu íntimo prometeu que para o próximo ano nada de depressão, pois ela mesma cuidara de tudo. Afinal este foi um Natal inesquecível.

Texto revisado





Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 8 Atualizado em 14/12/2009

Autor: Alberto Carlos Gomes Lomba   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   
Veja também
Sempre é tempo de amar
A água transformada em energia cura doenças
Sempre podemos nos reinventar
É possível `apagar´ lembranças ruins?
Dores da alma
Colocando as cadeiras na calçada

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.



Energias para Hoje
quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

energia
I-Ching: 49 – KO - REVOLUÇÃO
Uma grande agitação traz como resultados mudanças radicais. É preciso mudar, mas aja sem egoísmo e não prejudique os outros.


energia
Runas: Ehwas
Discernimento, movimentar assuntos complicados.


5
Numerologia: Mudanças
A energia é nervosa e irrequieta Dia de muita excitação e impaciência. A mudança e a aventura estarão em pauta. Momento para sair de situações estagnadas e de investigar novas oportunidades. Seja flexível a adaptável.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa